Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Gritaria ao telemóvel

18
Nov18

telemóvel.jpg

Vamos lá fazer um pouco de raciocínio coletivo para ver se nos entendemos!

Quando uma pessoa está ao telemóvel, a falar na rua e se afasta de quem está por perto porque talvez esteja a ter uma conversa mais intima e secreta que não convém que seja ouvida por outros e depois, da outra ponta da rua, começa a falar alto a responder a quem está do outro lado da chamada o que acaba por significar?

Então se está a falar baixo com o seu interlocutor quando está acompanhada e depois vai gritar do outro lado da rua para que os acompanhantes ouçam a conversa, não acaba por fazer justamente o contrário da intenção demonstrada? É que se é para não se ouvir pode sair e continuar a falar baixo, não é sair e aumentar o volume da voz para que todos saibam o que se está a passar naquela conversa via telemóvel. 

Existem pessoas que continuam a não perceber que não é por falarem num tom mais elevado numa chamada telefónica que quem está do outro lado vai perceber melhor. Quando se quer manter algum assunto mais reservado em segredo convém manter o tom de voz mais baixo, mas isto é a minha ideia de discrição, que talvez esteja errada, não sei.

Pior que isso é só mesmo depois regressar à comunidade e dizer algo como «desculpem ter saído, mas ela está com problemas». Sim, todos perceberam que ela está com problemas e que querias justamente que todos soubesses isso.

O que se passará na cabeça de quem demonstra uma coisa e depois faz exatamente o contrário? Com amigas assim...

 

5 comentários

Comentar post