Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

10
Ago20

Gostava de voltar a viajar

mala de viagem.jpg

 

O momento é de contenção e de permanência em casa o máximo de tempo possível para que não nos coloquemos em risco com a doença da moda cuja cura ainda se encontra a ser estudada. No entanto a vontade de viajar, dentro e fora de portas, é mais que muita e já só apetece gritar 《quero conhecer novos mundos》.

Já sinto necessidade de fazer a mala e partir ao conhecimento de novos territórios, mesmo que seja em Portugal. Cidades que ainda não visitei onde a História de costumes e tradições se unem com a sociedade dos dias que correm, as pessoas que em todo o país sabem receber para que o turista nacional ou internacional regresse onde foi bem acolhido. Necessito de conhecer o nosso próprio país, sair da base e deixar os espaços habituais por uns dias. Neste momento as viagens internacionais estão meio que congestionadas e por muito que apeteça não me atrevo a marcar sequer uma saída do país pelos próximos meses, mas por território nacional quero mesmo voltar a circular livremente, com os novos cuidados necessários. Quero muito visitar o Norte profundo, o Centro e mesmo o Alto Alentejo. Voltar ao Porto para uns dias de visitas guiadas como tenho direito, conhecer Castelo Branco e Guimarães, encontrar os caminhos até Bragança ou mesmo perceber onde fica Viana do Castelo. Isto são somente uns exemplos das cidades onde desejo ir pelos próximos tempos e com toda esta confusão pandemica ficaram como destino adiado por meses ou mesmo anos por não existir tempo e confiança para tudo. 

 

Quero muito regressar aos meus passeios, mesmo pelas proximidades, ir, ficar, descansar, conhecer e voltar com novas ideias onde a partilha acontece no momento em que a mente fica limpa e todas as energias ficam renovadas com uma simples saída da rotina para se poder respirar outro ar e ver novos rostos, com vidas diferentes e formas de estar distantes, o que nos mostra que é com a diferença de perspetivas e mudanças de espaço que aprendemos uns com os outros porque todos somos seres individuais e de local para local os mesmos hábitos são tratados de forma distinta, o que sempre nos fornece algo de bom para conseguirmos entender que nem sempre o nosso método é o melhor em tudo o que decidimos e fazemos ao longo da vida.  

Necessito de viajar, conhecer, pensar e mudar. Quem não gosta de sair da sua zona de conforto, seja ela em que campo for, para se atualizar e voltar a destacar de novo após um período de descanso merecido e vivido em total liberdade sem medos acessórios como os do presente.

 

12 Comentários

Comentar post