Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

universitarios-billboard

Gisberta de volta a Lisboa

GisbertaRita Ribeiro estreou o espetáculo Gisberta há mais de um ano pelo Teatro Rápido, Lisboa. Agora, depois da digressão que tem feito pelo país onde várias cidades receberam a peça baseada numa história real, a atriz prepara-se para voltar à capital, numa outra sala, o Teatro-Cinema São Jorge.

A partir de dia 17 de Julho e até 24 de Agosto, Rita Ribeiro vai estar na sala lisboeta da Avenida da Liberdade com o trabalho que tem sido aplaudido pelo público que a tem levado de sala em sala e pede o seu regresso agora ao local de partida. Eu irei ver este espetáculo de uma hora tão bem comentado pela critica especializada, querendo conhecer a história de vida da mãe do rapaz que morreu por lutar para poder um dia ser chamado de Gisberta. 

Sinopse

Rita Ribeiro interpreta a mãe da transexual Gisberta que, em 2006, no Porto, foi vítima da violência de 14 jovens internos de uma instituição católica. Ela vai relatando a um jornalista factos da vida do “seu menino”, até o momento em que parte do Brasil em busca do seu direito de ser vista e respeitada como mulher. No discurso, por um lado delator da sua tristeza, há uma ternura que revela o amor incomensurável pelo filho, que se mistura à revolta contra os que mataram o “seu menino”, e a uma subsequente negação a Deus. Também assumirá a sua culpa por não ter sido capaz de realizar o desejo mais fulcral do "seu menino": ser tratada por Gisberta.