Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

11
Out16

Ganha... Nascemos Para Ser Felizes – A Vida de Emanuel Contada Pelo Próprio

| O Informador

Nascemos para ser Felizes.jpg

Emanuel, o cantor e autor dos grandes êxitos como «Pimba, Pimba», «Ó Sr. Guarda, Não Leve a Mal», «Baby, És Uma Bomba» e «O Ritmo do Amor», abriu as portas da sua vida pela primeira vez e dai surgiu a biografia Nascemos Para Ser Felizes – A Vida de Emanuel Contada Pelo Próprio.

Nascido na pequena aldeia Covas do Douro, cedo partiu para Lisboa e sozinho procurou uma vida melhor. Aos 10 anos Emanuel já trabalhava numa padaria, tornando-se depois barman, passando pelo futebol ao mesmo tempo que a música lhe começava a piscar o olho. Primeiro teve aulas de guitarra, depois tornou-se professor de música e foi a partir dai que começou a compor e a criar vários êxitos interpretados por Dino Meira, Cândida Branca Flor e Marco Paulo. De compositor a cantor passaram anos e foi em 1991 que Emanuel começou a subir aos palcos e conquistou o mundo. A vida do cantor está agora no livro lançado pela Guerra e Paz com texto de Elizabete Agostinho, Nascemos Para Ser Felizes – A Vida de Emanuel Contada Pelo Próprio.

Se quiseres habilitar-te a ganhar um exemplar desta biografia que além da história em palavras contém ainda dezenas de fotografias, só tens de concorrer a este passatempo e esperar que a sorte de bata à porta. 

Quando a mãe o levou pela mão até ao comboio para que, com apenas 10 anos, fosse trabalhar para uma padaria nos arredores de Lisboa, nunca imaginou que o filho, de tez clara e com uns enormes olhos azuis que deixavam boquiaberta a pequena aldeia do Alto Douro, percorresse um caminho que o levaria ao estrelato. Autor do estrondoso êxito Pimba Pimba, que deu nome a um novo género de música popular, Emanuel abre as portas da sua vida e conta-nos as aventuras e desventuras, os sacrifícios, as dificuldades e os êxitos que julgara impossíveis de alcançar, na carreira de cantor que iniciou já depois dos 30 anos. Emanuel partilha muitos momentos emocionantes, num livro sincero e transparente, que é também uma homenagem a todos os portugueses que tiveram de deixar a sua terra e a família em busca de uma vida melhor.

Este passatempo vai decorrer até às 20h00 do dia 24 de Outubro e para te habilitares a um exemplar do livro só tens de:

  • Fazer Gosto nas páginas de Facebook d' O Informador e da Guerra e Paz.
  • Partilhar este post, mencionando dois amigos nessa mesma partilha.
  • Preencher o formulário que se segue onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail.

Após o final do prazo de participação publicarei o nome do vencedor que será selecionado através do sistema random.org e contactado posteriormente via email.

Boa sorte a todos!

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Sofia

    Isto aqui não é nenhuma pequena vila, embora seja ...

  • O Informador

    Também acabo por viver nos subúrbios mas não tão p...

  • Sofia

    Eu estou nos subúrbios, mas onde moro tenho transp...

  • O Informador

    Já quis viver na cidade quando se inicia a fase ad...

  • Sofia

    Isso é bom! Eu não me imagino a viver noutro sítio...

Mensagens

Pesquisar

Redes Sociais | Segue-me

Instagram Facebook Twitter Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. Goodreads

Última Leituras

Aconteceu em Paris
liked it
O título demonstra desde logo que o leitor irá visitar Paris. Amy acompanhou a sua amiga Kat até aos seus últimos dias de vida, mas as duas tinham um objetivo, viajar até à cidade do amor em segredo. Kat não conseguiu resistir mas Amy le...
O Pecado da Gueixa
liked it
A cultura japonesa está em grande destaque em O Pecado da Gueixa, através da perceção das regras comportamentais de um ninja, Hiro, protetor de um padre português, Mateus, que juntos irão investigar a morte de um samurai, Akechi-san, num...
O Silêncio da Cidade Branca
it was amazing
Nem sempre uma capa consegue representar o que está no seu interior, mas com O Silêncio da Cidade Branca primeiramente fui conquistado pela imagem que me remeteu para uma sinopse que conquistou. Já com esta obra em espera na mesa-de-cabe...

goodreads.com
BlogsPortugal
Bloglovin Follow

 Subscreve O Informador