Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

05.08.14

Ganha bilhetes para a peça Gisberta [3ª Edição]


O Informador

gisberta 65Extra! Extra! Este não é mais um passatempo d' O Informador para oferecer bilhetes para a peça Gisberta, este é o passatempo teatral da semana, aquele que te pode levar à sala do Cinema São Jorge no serão de Quinta, Sexta, Sábado ou pela tarde de Domingo. Vais mesmo perder esta oportunidade de ver a atriz Rita Ribeiro num monólogo intenso e dramático inspirado num caso da vida real? Eu adorei e neste momento Gisberta é uma das minhas peças preferidas, a qual aconselho vivamente!

Se quiseres habilitar-te a ser um dos vencedores destes bilhetes que tenho para oferecer para uma das sessões desta semana, de dia 7 a 10, de Gisberta, só tens que copiar a frase que se segue, colocá-la como comentário a este mesmo texto, inserindo no seu final o dia escolhido para assistir ao espetáculo. Tens que ser ao mesmo tempo seguidor do blogue pelo Facebook e partilhar o passatempo pelo teu mural.

«Gisberta, o espetáculo que irei ver na/o ...!»

Este passatempo começa pelas 00h01, de dia 5 de Agosto, terminando assim que todos os bilhetes para os respetivos dias forem atribuídos, sendo a ordem dos comentários a seleccionar automaticamente os vencedores, consoante o número de bilhetes que tenho para oferecer. Os vencedores serão revelados após o final do passatempo num novo texto e contactados também via email, pedindo assim para que os participantes coloquem corretamente os seus dados – nome e email – no comentário para que seja mais fácil a comunicação com os mesmos.

Deixo-vos de seguida a apresentação do espetáculo Gisberta…

Rita Ribeiro interpreta a história ficcional, com contornos realistas, da mãe da transexual Gisberta, que foi morta barbaramente no ano de 2006, na cidade do Porto, vítima da violência de 14 jovens internos de uma instituição católica. Durante a peça, ela vai relatando a um jornalista fatos da vida do “seu menino”, desde a infância até o momento em que parte do Brasil em busca do seu direito de ser vista e respeitada como mulher. Fala da sua dificuldade em aceitar a identidade de género do filho e das várias tentativas de o dissuadir, ainda na infância, a não seguir um caminho por ela e por muitos considerado “anti-natura”; fala da saudade que sente do “seu menino”; do arrependimento por tê-lo deixado partir… Mas no discurso desta mãe, por um lado delator da sua tristeza, há uma ternura que revela o amor incomensurável desta mãe pelo seu filho. Um sentimento que se mistura à revolta contra àqueles que mataram o “seu menino”, e a uma subsequente negação à Deus. A personagem também assumirá a sua parcela de culpa por nunca ter sido capaz de realizar o desejo mais fulcral do “seu menino”: ser tratada por Gisberta.

Local: Cinema São Jorge – Lisboa

Horários:

Quinta a Sábado – 22H

Domingo – 17H

Preços:

Quinta – 6€

Sexta a Domingo – 12€

Bons comentários e até já!

8 comentários

Comentar post