Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

18.11.17

Fraude nas telecomunicações


O Informador

telecomunicações.jpg

Há uns tempos começaram-se a ouvir queixas sobre cobranças indesejadas por parte das operadoras de telecomunicações sobre valores que aparecem nas faturas de conteúdos que não são subscritos pelos consumidores mas que depois são cobrados com desculpas por parte das operadoras. 

Já ouvi que operadoras justificam valores avultados nas faturas de alguns clientes como sendo por compras online, visionamento de vídeos pornográficos, jogos e chats pagos, mas depois não conseguem apresentar a verdadeira justificação com horários e tempos de consumo. Na verdade esses consumos por vezes não poderiam existir, mas as ameaças sobre o não pagamento com processos em tribunal fazem com que muitos paguem e tentem esquecer o assunto, mesmo sabendo que não consumiram tais conteúdos. 

Agora a Autoridade Nacional de Comunicações - ANACOM - parece estar em cima deste tipo de ações e já terá avisado os operadores para existir cuidado com este tipo de cobranças junto dos clientes que não subscreveram os conteúdos, existindo intenção de alterar legalmente a proteção aos consumidores na Lei das Comunicações Eletrónicas para com este modo de roubo que tem acontecido ultimamente. O cliente não subscreve, não autoriza, não sabe de nada e no final de cada mês aparece a conta para serem pagos valores desconhecidos e que não foram dados a conhecer com um aviso de subscrição. 

Este é um esquema fraudulento de que já ouvi falar junto de pessoas próximas e que parece agora estar a ser tratado. Espero é que quem tenha as faturas com estes valores cobrados ilegalmente possa vir a reclamar junto das identidades competentes para que os operadores sejam obrigados a pagar ou a descontar o valor nas próximas cobranças que sejam feitas ao consumidor. 

 

2 comentários

Comentar post