Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Figurinhas das redes sociais

Existem momentos em que todos conseguimos passar largos minutos a cuscar pelas páginas de perfil alheias nas redes sociais. Não escondo que em várias passagens o faço e não é que descubro com cada figurinha de pessoas que já me estiveram próximas de alguma forma?

Será que as pessoas não conseguem disfarçar um pouco o seu parolismo no que apresentam publicamente e que fica na memória de quem esbarra com imagens e comentários menos próprios? Figuras inusitadas com roupas menores em corpos maiores, celebrações de bradar aos céus onde todos os parolos das redondezas são chamados a aplaudir. Imagens de saídas em locais que mais parecem casas de alterne. Selfies onde mostram mais do que deviam de si e de quem vive consigo, até dos filhos menores. Tudo serve para colocarem pelas redes sociais e uma pessoa, com um pingo de pensamento, logo raciocina... Estas pessoas não percebem a figura ridícula que vão fazendo ao publicarem tudo e mais alguma coisa sem qualquer critério?

Casas e casotas, barracas e construções improvisadas! Camas e colchões, tapetes e lixo! Camisas e calções, cuecas e chinelos! Tudo num só local, em modo não arrumado mas para todos verem e aplaudirem! Será que estão em busca de uma empregada doméstica ou simplesmente deverão querer provar que estão nem aí para uma vida de afazeres domésticos e somente se querem é divertir porque dentro de quatro paredes a balbúrdia e badalhoquice imperam?!

Tanta figurinha que é apresentada pelas redes sociais que por vezes até dá dó só de pensar que um dia existiu algum elo de ligação com certas pessoas!

2 Comentários

Comentar post