Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

04
Out18

Fariña, a série enfadonha

| O Informador

fariña.jpg

Comecei a ver série Fariña, na Netfix, por ter visto bons comentários acerca da produção que iria de encontro ao sucesso de Narcos. O tráfico de droga na Galiza é a base desta série, relatando acontecimentos reais na década de 80, altura em que o setor da pesca começou a sofrer alterações que levaram pescadores e mercadores a procurarem novos negócios. Prometia, pela forma como foi publicitada, ser uma grande produção com uma história que pretendia conquistar e onde os cerca de sessenta minutos de cada episódio passariam de forma rápida. Posso dizer que nada disso aconteceu enquanto fui vendo Fariña. 

Substituindo a pesca pelo contrabando de tabaco logo no primeiro episódio para manterem famílias e negócios de fachada e posteriormente entrando no mundo da droga, o espetador é convidado a conhecer Sito Minãnco, interpretado por Javier Rey, o verdadeiro barão que parece tudo conseguir conquistar. A partir daí o grupo de traficantes e seus discípulos segue a sua linha, com a investigação sempre por detrás para os tentar deter. Entre perseguições, prisões, protestos e lutas internas, a história de Fariña é recontada com base no que aconteceu realmente. 

São dez episódios enfadonhos, com a história a ser arrastada de forma maçadora e sem grandes evoluções. Existe aos poucos o envolvimento dos núcleos familiares para preencher um pouco o que vai sendo contado, no entanto e mesmo para um espetador que não tendo acompanhado até aqui outras séries com o tráfico de droga como tema central, achei Fariña muito pouco atrativa para o que foi anunciado como um dos novos sucessos da plataforma Netflix.

O elenco revela um bom casting com boas performances, a produção está cuidada, no entanto a história cansa, não tem grande ação e é demasiado repetitiva com as mesmas ações a acontecerem de forma sucessiva e sempre do mesmo modo. Existem perseguições então que até parecem que as imagens são quase as mesmas por ser tão chapa cinco de um episódio para o outro. 

No geral, não fiquei apreciador de Fariña que fica como um dos produtos dentro do lote exclusivo de séries exclusivas Netflix como uma produção que não aconselho. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Sofia

    Isto aqui não é nenhuma pequena vila, embora seja ...

  • O Informador

    Também acabo por viver nos subúrbios mas não tão p...

  • Sofia

    Eu estou nos subúrbios, mas onde moro tenho transp...

  • O Informador

    Já quis viver na cidade quando se inicia a fase ad...

  • Sofia

    Isso é bom! Eu não me imagino a viver noutro sítio...

Mensagens

Pesquisar

Redes Sociais | Segue-me

Instagram Facebook Twitter Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. Goodreads

Última Leituras

Aconteceu em Paris
liked it
O título demonstra desde logo que o leitor irá visitar Paris. Amy acompanhou a sua amiga Kat até aos seus últimos dias de vida, mas as duas tinham um objetivo, viajar até à cidade do amor em segredo. Kat não conseguiu resistir mas Amy le...
O Pecado da Gueixa
liked it
A cultura japonesa está em grande destaque em O Pecado da Gueixa, através da perceção das regras comportamentais de um ninja, Hiro, protetor de um padre português, Mateus, que juntos irão investigar a morte de um samurai, Akechi-san, num...
O Silêncio da Cidade Branca
it was amazing
Nem sempre uma capa consegue representar o que está no seu interior, mas com O Silêncio da Cidade Branca primeiramente fui conquistado pela imagem que me remeteu para uma sinopse que conquistou. Já com esta obra em espera na mesa-de-cabe...

goodreads.com
BlogsPortugal
Bloglovin Follow

 Subscreve O Informador