Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Falta de café

Quando não tenho café em casa e tenho preguiça de o ir comprar tento resistir, no entanto o meu corpo encontra-se viciado em cafeína e sente-se logo após o primeiro dia em que não tenha o seu aperitivo em duas alturas fulcrais das vinte e quatro horas.

Após o pequeno almoço tenho que tomar café e se não o tiver em casa, pelo caminho antes de chegar ao trabalho tenho que parar ou então chegar mais cedo e aproximar-me da máquina, colocar trinta cêntimos e fica o assunto matinal resolvido. Se não fizer uma destas coisas, por volta do meio-dia, lá chega uma leve dor de cabeça que depois só passa quando como e bebo posteriormente café.

De tarde se não tiver cafeína comigo ao almoço não noto muito, mas há noite isso já não acontece da mesma forma e após o jantar lá tem que aparecer a bebida mágica. Caso não apareça, passadas umas duas horas, o corpo volta a mostrar sinais de que alguma coisa faltou e aí só existe uma solução, tentar adormecer mais cedo para esquecer a dor que começa a atormentar a mente.

Existem os viciados em coisas bem piores, eu sou assim com o café, não por vontade própria, mas sim porque o organismo já está habituado ao bombom diário!