Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Emprego ou falta dele?!

Quando grande parte do país se encontra de rastos e com falta de emprego e dinheiro, vejo pessoas nas redes sociais a queixarem-se do que andam a fazer e o pior é que há pouco tempo via essas mesmos pessoas a queixarem-se por estarem em casa sem fazerem nada. Em que ficamos pessoal?

Pois é, há umas semanas via uma pessoa a queixar-se que não tinha emprego, que não sabia o que fazer porque concorria para todo o lado e ninguém o chamava para trabalhar. Agora vejo essa mesmo pessoa a afirmar que conseguiu arranjar emprego, mas logo nos primeiros dias além de dizer mal ainda complicou as coisas dizendo que estava cansado pelo que andava a fazer.

De facto não entendo este povo que se cansa por estar em casa e também se cansa por andarem a trabalhar. É certo que talvez o emprego que arranjou não seja o que deseja, mas à falta de melhor vale mais ficar com o que se tem e indo procurar outras coisas ao mesmo tempo, não? O que me faz confusão é que logo na primeira semana, em que ainda se encontra à experiência, já se anda a queixar que tudo é pesado, que as pessoas que lá estão não são do seu agrado...

Estas pessoas que saem do desemprego onde já não aguentam mais estar e depois se queixam do que estão a fazer não devem saber mesmo é o que querem. Estão sem fazer nada e ficam cansados, voltam ao trabalho e mais cansados ficam. O que querem fazer então? É que assim não se pode fazer nada com tais seres complicados!