Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Todas as Ruas Te Encontro | Paulo Faria

Minotauro

em todas as ruas te encontro capa.jpg

 

Título: Em Todas as Ruas Te Encontro

Autor: Paulo Faria

Editora: Minotauro

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Janeiro de 2021

Páginas: 136

ISBN: 978-989-90-2711-4

Classificação: 2 em 5

 

Sinopse: A pandemia abateu-se sobre nós enquanto ainda lambíamos as feridas do abalo de 2008. Sem darmos por isso, fomos perdendo muita coisa. Abdicámos da memória individual e colectiva, da proximidade com os outros, da privacidade. Desaprendemos de ver. Resta saber se a pandemia veio pôr a nu que também desaprendemos de amar.

Dois casais de meia-idade veem o mundo correr os taipais à sua volta e tentam cerzir um agasalho para se protegerem até que tome forma o mundo que há-de vir. Sónia, filha de Irene e Carlos, que regressa a Portugal, quando o vírus se espalha aos quatro ventos, ensaia gestos de resistência ao pânico infeccioso. Enceta a busca de um amor para os novos tempos.

Se o encontra ou não é coisa que tu, leitor, serás o último a saber.

 

Opinião: Um romance em tempos de pandemia onde o leitor é convidado a conhecer dois casais, Cláudia e Álvaro e Irene e Carlos, ambos com uma vida estável, e posteriormente Sónia, a filha dos últimos, que regressada de Itália, já em tempos de confinamento, tem de seguir as regras do país, ficar em isolamento por uns dias no quarto até que possa aos poucos refazer a vida ao lado dos pais e usar toda a casa. 

O tempo não é de liberdade e os dias vão passando, até que Sónia decide tomar uma decisão e desconfinar dentro das normais possíveis e ajudando os idosos que não devem sair de casa. Assim conhece e faz novas amizades, um pouco improváveis, com quem partilha memórias do passado e ao mesmo tempo que as recordações de outros são reveladas, Sónia percebe que a distância dos dias de hoje corresponde ao que outras gerações passaram por outras épocas. Recorrendo a memórias que lhe são reveladas entre distâncias e enganos, esta jovem mulher percebe que mesmo estando longe de um possível amor que ficou em Itália, que não chegou a conhecer pessoalmente, resolve estimular o que não percebeu se tinha possibilidades para avançar quando foi obrigada a regressar ao seu país. Com algum mistério encenado com pistas que seguem de Portugal para Itália, Sónia vai dando dicas sobre o que deve ser feito para perceber se o seu apaixonado está no mesmo nível de vontade, acabando por perceber que mesmo distante e sem saber quem está do outro lado, a procura acontece e o amor vivido entre fronteiras e com uma pandemia instalada ganha contornos promissores.

Numa narrativa rápida, até demais, sem aprofundar e com cenas com vários rasgos que podiam ter desenvolvimentos de forma a envolver o leitor com a história, Em Todas as Ruas Te Encontro foi a primeira leitura que fiz da autoria de Paulo Faria que pouco me conseguiu convencer por mostrar vontade de ser rápido a relatar a sua ideia com um tema que tanto tinha para transmitir ao leitor um melhor momento sobre a atualidade que todos enfrentamos. 

 

 

Se ficaste curioso, encomenda já o teu exemplar de Em Todas as Ruas Te Encontro

em todas as ruas te encontro.jpg