Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

wook-natal-billboard

É cá um gastar de bateria!

19
Nov19

redes sociais.jpg

 

Hoje que é hoje e também o é no dia em que estás a ler este texto, falo das aplicações que mais me gastam bateria no telemóvel. Assim sendo, fazendo jus dos dados que o iPhone me vai dando, decidi partilhar as reais razões para que a bateria se esgote rapidamente, elaborando o top cinco das aplicações que mais bateria consomem. Se não fossem as famosas powerbank, o que seria deste meu telemóvel que raramente resiste a vinte e quatro horas de utilização sem receber reforço?

Em primeiro lugar dos mais gastadores de bateria está sem mais nem menos, o Instagram. Quem diria não é verdade? Parece que a rede social da imagem anda muita vez ligada por estes lados, ora com publicações, gravações, partilha e visitas a outros perfis para se perceber o que se anda a passar por ai. Sim, o Insta é a minha rede social favorita, tendo de controlar o uso da mesma. Passando para a segunda posição, eis que me chega a Netflix. A aplicação de séries, filmes e documentários tem-me feito companhia constante nos últimos meses pelas horas vagas, partilhando os tempos livres com a literatura. Sendo assim e porque uma boa série está sempre à espreita, lá está a Netflix no top dos tops das aplicações que mais me gastam bateria. Em terceiro lugar e com algum mérito aparece o Mail, algo que consulto quase de todas as vezes que acedo ao telemóvel por estar com as notificações ativas e nem que seja para eliminar o último email indesejado ou desnecessário ou consultar as novidades que por aí andam a espreitar e pelas quais fui informado. Regresso às redes sociais, e é com o Twitter que o quarto posto fica ocupado. A rede social das partilhas rápidas tem alturas menos boas por estes lados, mas agora até tem andado bem presente, merecendo este lugar no pódio dos top5 mais gastadores do momento. Em último e não menos importante, surge o WhatsApp, a rede de conversas pessoais e grupais que não para de fazer vibrar estes telemóveis. 

Num resumo rápido sobre estas cinco aplicações que me consomem bateria, tempo e memória, só posso dizer que não vivo sem contacto online com o mundo. Tudo está ligado e se as redes sociais ganham claramente este pódio, as conversações não perdem terreno. A pena disto tudo é o telemóvel não se aguentar como desejado para com tanta parafernália de conteúdos e partilhas que me captam toda a energia. 

 

livro-ter-sucesso-instagram-mrec

2 comentários

Comentar post