Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ebooks-billboard

Dispersar e não concentrar

Fila

Eu bem sei que estamos no último fim-de-semana do mês de Maio e que muitos já receberam o seu ordenado, mas será assim tão urgente fazer uma correria para estarem na porta dos supermercados quando estes abrem logo pela manhã?

Ontem, quando ia trabalhar, sim eu trabalho ao fim-de-semana e tenho folgas rotativas, passei em menos de quatro quilómetros por cinco supermercados e sabem o que vi? Parques de estacionamento cheios e filas junto às entradas automáticas com pessoas e carros de compras em modo centopeia enquanto esperavam a sua permissão de acesso ao interior das respetivas superfícies comerciais. 

 

Será que os portugueses continuam com receio de que a comida e o papel higiénico terminem se não forem a correr ao supermercado nas primeiras horas dos dias de fim-de-semana no final do mês? Não será melhor perder um final de tarde após a saída dos empregos para fazerem as suas compras de forma mais tranquila sem terem de esperar para entrarem na confusão dos cestos e carros de compras pelos corredores? E as filas depois para o pagamento? Será que a nossa sociedade gosta assim tanto de enfrentar a confusão mesmo após meses de confinamento em que já devíamos ter aprendido a dispersar as necessidades pelos diferentes horários do dia?

Se sabemos que muitos preferem ir comprar o Skip e os Donuts ao Sábado de manhã então qual a razão de se ter de ir buscar o café da Nicola compatível com as máquinas Nespresso e o leite Mimosa nesse mesmo horário de alto consumo nos supermercados? Os portugueses não aprendem mesmo e continuam a optar por seguirem os passos dos outros com a ideia de que... "se um vai eu vou também". Não pessoas, isto não é o correto, pensem que existem mais horários e que a ideia é dispersar e não concentrar.