Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

13
Set20

Citações | 37 | Página em branco

1_nVY0FAfVpBPfFxyGzjOksQ.jpeg.jpg

 

Não encare a página em branco de maneira leviana.

Stephen King, em Escrever, Memórias de um Ofício, editado pela Bertrand Editora

 

Na vida e na escrita as páginas em branco devem ser encaradas como espaços de partilha onde os sonhos e as questões podem ser colocados juntamente com o desejo de criar entretenimento ao mesmo tempo que se deixam desabafos, se criam vidas e reflexões através de revelações de sentimentos que surgem através das emoções tão complexas do coração e da mente.

A escrita deve ser encarada como um ato que surge de mãos dadas com o sossego porque é no silêncio que as palavras surgem, ponto por ponto, com descrições únicas e premissas bem pessoais que somente as páginas vazias podem aceitar como que tenham sido criadas para terem a honra de partilhar cada ideia que pode ficar eternamente escrita para que o presente se transforme no passado e nada fique esquecido por existir uma marca que pode ser transformada numa referência para quem vier de seguida. 

Uma página em branco existe para que quem lhe toca lhe dar vida da melhor forma, transformando-a num complexo conjunto de palavras que poderão colocar a mente do seu próprio autor e leitor em funcionamento. Não desperdiçar uma página em branco de forma leviana é fundamental!

 

Encomenda já o teu exemplar de Escrever, Memórias de um Ofício

Escrever

7 Comentários

Comentar post