Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

28
Mai20

Cansaço no final da quarentena

cansado.jpg

 

Os meus últimos dias de quarentena têm sido tão animados que quase nem me atrevia a contar.

De forma resumida... Passo a maioria dos dias em casa, sem praticamente colocar os pés na rua, nem na varanda, e quando vou a algum lado é tudo feito de forma rápida para que não me demore. Geralmente acordo uma ou duas vezes de noite, logo após adormecer e depois um pouco antes do sol nascer, parecendo que já dormi o suficiente e que o dia não amanhece para mais um dia igual ao anterior. Deito cedo e cedo ergo, pouco saio de casa e quando o faço é de forma rápida, que final de quarentena é este?

As próprias rotinas em casa estão a passar ao lado. Pensei que por ter mais tempo livre iria ver mais séries, o que não tem acontecido, depois os livros a que não tenho dedicado tantas horas como pensava. Existem alterações em casa e várias situações para serem resolvidas e na verdade não apetece despachar nada. Na verdade sinto peso e cansaço, de forma a quebrar a capacidade de reação neste momento, querendo, mesmo com receio, voltar ao trabalho. 

Que vida é esta em que podia estar a desfrutar de forma bem melhor destes últimos dias de pausa forçada e tudo parece pesar do acordar ao deitar e mesmo ao longo das horas de cama? Desse lado também sentes cansaço e monotonia ao longo de mais de dois meses de pausa forçada em que no início tudo estava perfeito e deu para descansar mas agora a exaustão já tomou conta de tudo. 

2 Comentários

Comentar post