Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

bandadesenhada-970x250-billboard

Bridgerton | T1 | Aristocracia sem preconceitos

Netflix

bridgerton cartaz.jpg

 

Bridgerton é o romance de época, inspirado na obra literária de Julia Quinn com o mesmo nome, que a Netflix estreou na passagem de 2020 para 2021, e que desde logo esta aventura pela aristocracia inglesa ganhou o seu êxito junto do público mundial que levou a que poucas semanas após a estreia a mesma já tenha visto a renovação para segunda temporada ser feita. 

Bridgerton tem neste seu início a apresentação à sociedade de Daphne Bridgerton. Através da aprovação da rainha e com a finalidade de arranjar um bom casamento, Daphne é apresentada e desde logo os solteiros com idade para cansarem avançam para ganharem um lugar junto da jovem para que consigam ser os escolhidos e futuros pretendentes. Sem grande interesse nos interessados, Daphne cruza-se com o solteiro mais cobiçado das redondezas e que trás segredos consigo, o Duque de Hastings, e desde logo fica interessada. Combinações entre os dois para se protegerem mutuamente sem qualquer interesse por parte do Duque por algo mais, o certo é que a paixão fala mais alto e o casal acaba mesmo por se envolver nas preparações do casamento. Ideias dispares para seguirem após o enlace, Daphne e o Duque nutrem um sentimento em comum, porém se para a duquesa existe a vontade de ser mãe, já o Duque tem uma promessa consigo para não seguir a linhagem familiar. Uma guerrilha de cama, segredos sobre como fazer para contrariar a vontade do Duque e quezílias entre ambos a darem origem a conflitos e verdadeiros dramas, mas como quase tudo na vida se resolve, o melhor é ver a temporada até ao fim. 

Com muita intriga e fofoca, com uma parte bem interessante sobre uma escritora anónima que publica os mexericos da aristocracia e que serve ao mesmo tempo como uma narradora que todos conhece para que possa comentar, explicar e especular sobre o futuro, esta série conta com bailes de apresentações e revelações onde o romance paira e as invejas fazem-se notar entre famílias que se procuram unir através de ligações matrimoniais. Num conjunto bem completo entre conhecidos que organizam festas sexuais com finalidades particulares e interesses pessoais, onde a troca de parceiros e a homossexualidade estão em destaque entre interesses sociais e favores que ficam em dívida, nesta série existe também o destaque para a corrupção, os interesses para não se perder o poder social e a imagem que se deixa passar perante os restantes, tal como a forma como a igualdade para com a cor da pele se fazer notar, visto existirem várias personagens de origens raciais diferentes, mas todos sendo apresentados de igual forma, não criando para a sociedade da época símbolos de desigualdade, o que é de louvar. 

Numa série com grande destaque para as mulheres, além das ambições e lutas de Daphne pelas suas vontades, também a sua irmã Eloise tem as suas ambições, neste caso ganhando voz social e dando voz a outras mulheres numa sociedade muito masculina. Já a mãe de ambas, viúva mas de bem com a vida, dando sempre o melhor exemplo a todos os filhos sobre o caminho a seguir, preocupando-se com o bem estar e com as escolhas de cada um, sendo uma verdadeira matriarca com o dom da boa vontade para com todos, além do orgulho que sente pela família que tem conduzido com sucesso. Várias são nesta série as personagens femininas de destaque e com boas histórias para serem desenvolvidas nesta produção ao longo da sua continuação, não vivendo esta história somente do par de protagonistas.  

Elevando-se pelos figurinos de época apresentados e cenários cuidados, embora nem sempre reais, o que em algumas cenas faz-se notar pela inserção do virtual, Bridgerton consegue surpreender pelos tons escolhidos dos vários ambientes que servem de cenário. Num romance com sensualidade e muito enredo, que vai para além das personagens centrais para dar a toda a história outros motivos de interesse, Bridgerton tem muito por onde caminhar se a Netflix for renovando para novas temporadas seguindo a série literária de Julia Quinn.