Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17.09.17

Atual leitura... Nada Menos Que Tudo [Afonso Noite-Luar]


O Informador

nada menos que tudo.jpg

Curiosidade é talvez a descrição que melhor possa fazer sobre a leitura que irei fazer de Nada Menos Que Tudo. Primeiramente achei que este livro da autoria de Afonso Noite-Luar, o misterioso autor da editora Manuscrito, iria um pouco ao encontro do sucesso Larga Quem Não Te Agarra, de Raul Minh' Alma, mas ao folhear o exemplar que tenho para ler pelos próximos dias percebi que a escrita vai um pouco mais além em termos de sensualidade e provocação, sendo que existe em comum entre os dois lançamentos textos curtos e de rápida leitura, fazendo com que este livro seja também um bom companheiro para se ir desfrutando e não para ser devorado de uma assentada. 

Assim sendo e como irei usufruir da companhia de Nada Menos Que Tudo ao mesmo tempo que vou lendo outras obra, esta será uma Atual Leitura que ficará comigo pelas próximas semanas e não por uns dias!

Neste livro encontras, a cada página, uma mistura de sensações, muito amor e muito sexo. 

Estes textos, que escrevi especialmente para ti, vão fazer-te sonhar, despertar essa tua vontade e curiosidade adormecida pela rotina, libertar o teu atrevimento natural e fazer-te desejar nada menos que tudo. 

No meu universo não há vergonhas, receios, tabus ou lugares proibidos, mas principalmente não há arrependimentos. Tudo é possível na minha cama e fora dela. E para isso só precisas de uma coisa: querer. 

Peço desculpa, ainda não me apresentei……sou o Afonso. Prazer.

Nada Menos Que Tudo de Afonso Noite-Luar

EXCERTO

«Afasto-te o cabelo para trás, beijo-te o pescoço bem junto da orelha e percorro-o até ao fundo com a ponta da língua. Agarro no primeiro botão da tua camisa, olho-te nos olhos, recebo a tua aprovação, desabotoo o primeiro, o segundo, e os outros arranco-os num só puxão. Sem despregar os meus olhos dos teus, atiro a camisa para longe e dou-te outro beijo no peito. Um só beijo no peito. Um beijo com o tempo e a intensidade certa para te fazer estremecer.»

«Adoro olhar-te nos olhos enquanto faço amor contigo. Se há coisa que me dá gozo na vida é ver a tua cara de gozo. Sentir o teu prazer a irradiar-te da pele, ver-te cerrar os dentes enquanto me lanças um olhar feroz como quem implora por mais. Sinto que as sensações se redobram em mim quando te olho nos olhos. É o teu olhar que me guia quando estou dentro de ti.»

Afonso Noite-Luar