Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

11.06.17

Atual leitura... É Isto Que Eu Faço [Lynsey Addario]


O Informador

é isto que eu faço.jpg

Lynsey Addario é fotógrafa e a partir do 11 de Setembro começou a ser convidada para fazer reportagens no Afeganistão. Uma proposta que se tornou num mote de vida que transformou esta mulher numa das melhores fotojornalistas do momento. 

Lynsey passou muito do seu tempo no meio da guerra, enfrentando a dura realidade onde a dor, tristeza e solidão são captados. Todos os acontecimentos pelos quais passou deram a esta fotógrafa a prova que o amor e a presença familiar são tão ou mais importante que as ambições profissionais. Aos poucos percebeu que não só da ambição, sonho e profissão se pode viver e foi assim que encontrou o amor. Viveu longe de casa durante anos mas foi com o marido e pai do seu filho que respirou tranquilidade após grandes temporadas onde o receio viveu consigo.

Uma obra que une a literatura à imagem lançada pela editora Marcador e que em breve será adaptada ao cinema com realização de Steven Spielberg. E é esta a minha atual leitura!

Quando, após os ataques terroristas do 11 de Setembro, convidaram Lynsey Addario para fazer reportagens no Afeganistão, ela tomou uma decisão que se repetiria muitas vezes - não ficar em casa, não levar uma vida tranquila e previsível; pelo contrário: arriscar a vida, cobrir guerras e atravessar o mundo para se tornar uma das mais importantes fotojornalistas do nosso tempo.

É Isto que Eu Faço segue o seu percurso - da sua primeira câmara oferecida pelo pai aos anos de repórter local, das guerras no Médio Oriente aos campos de refugiados sírios, sempre com a fotografia como propósito, e uma ambição única que a define e a incentiva.

Enquanto mulher num ofício maioritariamente masculino, está determinada a ser levada a sério, a enfrentar a dureza da profissão e o convívio com a injustiça e a guerra.