Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

22.05.13

As palavras são um perigo


O Informador

Sempre amei por palavras muito maisdo que devia

são um perigo as palavras

quando as soltamos já não há regresso possível ninguém pode não dizer o que já disse apenas esquecer e o esquecimento acredita é a mais lenta das feridas mortais espalha-se insidiosamente pelo nosso corpo e vai cortando a pele como se um barco nos atravessasse de madrugada

e de repente acordamos um dia desprevenidos e completamente indefesos

um perigo as palavras

mesmo agora aparentemente tão tranquilas neste claro momento em que as deixo em desalinho sacudindo o pó dos velhos dias sobre a cama em que te espero

Alice VieiraO que Dói às Aves, Caminho, 2009

Como as palavras que são ditas são tão perigosas quanto o nosso pensamento! Eu, com o meu modo explosivo de ser, deixo escapar muita coisa que não devo quando me enervo e depois já não existe volta a dar. Sou tão impulsivo com as pessoas que mais amo e depois acabo por as magoar sem realmente ter essa intenção nos momentos em que me exalto. Tenho nervos de ser assim tão rezingão nos momentos quentes, mas não consigo ficar calado e depois lá chegam as palavras boas e más que se juntam e magoam os outros! As palavras depois de ditas já estão transformadas num perigo em construção e depois tudo depende da maneira como são interpretadas! Cala-te mas é!