Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ebooks-billboard

Alice, o outro lado da História

alice o outro lado da história 1.jpg

Alice é o seu nome, e o País das Maravilhas a aventura mais conhecida inspirada nesta criança que tem muito mais para ser contado para além das histórias criadas em torno de um mundo mágico recheado de mensagens bem reais sobre os comportamentos humanos. A bYfurcação Teatro pegou na criação de Lewis Carrol inspirada em Alice Liddel e idealizou, criou e levou a cena Alice, o outro lado da História, através de uma experiência de teatro imersivo bem conseguida. 

Inspirando num dos contos que mais sucesso fizeram e continuam a fazer pelo Mundo, Alice foi a menina dos olhos de Lewis, o autor de sucesso que não se ficaria só por ai. Lewis gostava de fotografar crianças, somente meninas, em trajes menores ou mesmo nuas e embora tivesse vários registos fotográficos ao longo da vida nesse sentido com várias jovens figuras, foi com a menina Liddel que as coisas podem ter seguido mais além. No século XIX e em Inglaterra, a cultura vivia muito da aparência e uma criança pousar para a objetiva não era levado a mal, principalmente quando existia a autorização familiar para tal acontecer. No entanto será que entre Alice e Lewis não existiu algo mais do que cumplicidade ao longo dos anos de amizade, carinho e fanatismo mútuo? 

Em Alice, o outro lado da História, em cena no Pavilhão 30 do antigo Hospital Júlio de Matos, o público é convidado a assistir ao julgamento deste caso real e sobre o qual ainda existem registos fotográficos. O tribunal, o ambiente familiar e o hospício são retratados ao longo da ala hospitalar que todos somos convidados percorrer no seguimento de personagens bem conseguidas, numa história que se baralha entre o avanço e recuo temporal num forte ambiente entre as vontades, o drama, verdade, mentira, amor, lealdade, sofrimento e imaginação que são levados por vezes ao extremo.

Um elenco com grandes capacidades para surpreender ao longo de um espetáculo construido de raiz para se desenvolver no centro de uma ala hospitalar. Existe a destacar o desempenho de Isabel Guerreiro, a grande Alice, que sempre presente ao longo de mais de duas horas de sessão, consegue sair do bem-estar para viver o inferno com uma capacidade exímia. A par da Isabel destaco também, mas aí sem grande novidade, o excelente desempenho de Sofia Nicholson e Paulo Miguel Ferreira, que com duas personagens consegue ter o tom certo, a expressão adequada e a presença exigida a cada momento em que a acção está do seu lado. Todo o elenco está num nível bastante elevado, mas existem sempre, ao longo de cada espetáculo os que nos conseguem chamar um pouco a atenção talvez também pelas características das personagens. 

Da criação à realidade dos factos, Alice, o outro lado da História é uma das produções que todos deverão assistir, numa aposta ganha e bem conseguida da bYfurcação Teatro que não teve medo de arriscar. O público é convidado a não estar sentado para que percorra os vários cenários possíveis para que esta história aconteça e é ai que encontramos toda a magia, um pouco pesada, desta história recontada e vivida por quem consegue entrar nos pensamentos da menina Liddel, na persuasão de sua mãe e nas crenças amorosos de Lewis. No final cada um fará a interpretação dos factos e da história, ficando com o seu próprio julgamento sobre a culpa ou não culpa dos atos de um homem para com uma criança sonhadora e inspiradora. 

Aproveitem um serão de Sexta ou Sábado para o passarem em boa companhia com Alice, o outro lado da História, uma das melhores peças de teatro a que assisti, perdão, pertenci, pelos últimos tempos porque naquela ala respira-se talento e paixão pelo que é feito. 

Ah, mas não se esqueçam do agazalho e de calçalo confortável porque a Rainha de Copas encontra-se sempre atenta, caso contrário já sabem... Corta-vos a cabeça!

alice o outro lado da história.jpg

Alice - O Outro Lado da História, nasce de um sonho comum de algumas pessoas, que aliado a uma equipa que partilha a loucura de arriscar e a um local inigualável (Pavilhão 30 do antigo Hospital Júlio de Matos) pode ser a chave de uma história que poucos conhecem e que a muitos certamente irá espantar.

SOBRE O ESPECTÁCULO

Inglaterra, finais do século XIX. É aqui que se passa a acção de “ALICE – O OUTRO LADO DA HISTÓRIA”, baseada em factos reais. É revelado um dos casos mais enigmáticos de todos os tempos. Após uma queixa apresentada contra Mr. Dodgson – Lewis Carroll, com base em especulações e testemunhos de que este poderá ter tido um caso com Alice Liddell, sua musa inspiradora para as histórias de “Alice no País das Maravilhas” ou “Alice do Outro Lado do Espelho”, dá-se início a um julgamento. A acção principal decorre no tribunal dirigido pelo Juiz Presidente, que serve como orientador das várias testemunhas que ali se vão apresentando para fazer o seu depoimento.

Nesta história, é-nos apresentada uma Alice que até agora não conhecíamos, que se vê envolvida com um homem mais velho, trazendo-lhe dissabores que destroem o seu País de Maravilhas. É uma peça que atravessa a vida de Alice Lidell, desde a sua infância até á sua velhice. Desconstrói-se a fantasia da história original, personificando algumas personagens do imaginário para personagens reais, algumas que existiram na realidade e outras ficcionadas. Nesta peça-julgamento são abordados vários temas daquela época em que a história foi escrita, pondo em causa muitos valores da sociedade e até que ponto a história se mistura com a realidade. São apresentadas diversas questões durante o texto, que têm como objectivo fazer do espectador, um jurado, que mais tarde poderá tirar as suas próprias conclusões acerca do julgamento em questão. Afinal quem serão os culpados no meio desta história? Terá Mr. Dodgson tido alguma relação com Alice Liddell? Até onde nos levam os limites do amor? Afinal quem foi Alice Liddell? E quem somos nós...? Aqui, do outro lado do espelho, há uma história que ninguém conhecia.

SINOPSE

Oxford, Inglaterra, finais do século XIX. É aqui que vai conhecer e viver "O OUTRO LADO DA HISTÓRIA” de Alice, baseada em factos reais. Será revelado um dos casos mais enigmáticos de todos os tempos. O Pavilhão 30 no Hospital Júlio de Matos transforma-se num Decanato na época Vitoriana e num tétrico hospício, onde todos podem entrar, mas de onde poucos vão sair. Em “Alice, O Outro Lado Da História” o público vai entrar no conceito do teatro imersivo, fazendo parte da história. É obrigado a seguir as personagens, entrando nas suas vidas e até nos seus pensamentos.

FICHA TÉCNICA

Texto: Paulo Miguel Ferreira | Encenação: João Ascenso | Interpretação: Filipe Albuquerque, Gonçalo Romão, Isabel Guerreiro, João Bandeira, Laura Barbosa, Patrícia Duarte, Paulo Miguel Ferreira, Ricardo Lérias e Sofia Nicholson| Música Original: Nuno Cintrão | Figurinos e Cenografia: Flávio Tomé | Desenho de luz: Fernando Fernandes | Foto de Cartaz e promoção: Ricardo Rodrigues | Ilustração: José Frutuoso | Operação de som e luz: Fernando Fernandes | Produção: Byfurcação Teatro

ALICE, O OUTRO LADO DA HISTÓRIA

CHPL – CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA – PAVILHÃO 30 (antigo Hospital Júlio de Matos)

De 09 Dezembro 2016 a 25 Fevereiro 2017 | Sextas e sábados às 21h30

Local: Pavilhão 30 - CHPL

Classificação: M/18 Duração: cerca 2 horas

Bilhetes: 25€

Capacidade: 50 Lugares

Bilhetes à venda: No local no dia do espetáculo | www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, El Corte Inglés , C. C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Ag. Abreu, A.B.E.P., MMM Ticket e C. c. Mundicenter, Fórum Aveiro, U-Ticketline, C.C.B, Time Out Mercado da Ribeira, Shopping Cidade do Porto, Lojas NOTE, SuperCor – Supermercados e ASK ME Lisboa.

Informações e reservas: •bYfurcação | 93 810 96 44 ou 93 456 57 53 | reservas@byfurcacao.pt•Ticketline | 1820 (24 horas) | www.ticketline.pt

Condições Especiais: Oferta 20% desconto mediante a apresentação do respectivo cartão, para sócios, colaboradores e familiares directos do: Leroy Merlin, People Family Club; ACP – Automóvel Clube de Portugal; EMC; NOESIS; ARCCAS - Associação Recreativa e Cultural da Caixa Agrícola Seguros; Mapfre Asistencia, Ibero Assistencia, Serviços Sociais da Caixa Geral de Depósitos, Cofre de Previdência, Progresso Clube | Cartões bYfurcação usufruem de 50% desconto | Descontos aplicáveis apenas no local e com reservas efetuadas para: reservas@byfurcacao.pt | Ofertas não acumuláveis.

Importante:

• Espectáculo interdito a menores de 18 anos.

• Só são aceites reservas com pagamento. E o valor não será reembolsável.

• As reservas deverão ser levantadas na bilheteira com antecedência. As reservas não levantadas até 30 minutos antes do início do espetáculo serão desbloqueadas e colocadas à venda.

• A bilheteira para o teatro fecha 10 minutos antes do início do mesmo.

• Após o início do espetáculo não são permitidas entradas, e os bilhetes adquiridos não terão direito a reembolso.

• Não é permitido fumar, comer, filmar ou fotografar durante o decorrer do espetáculo.

• Aconselha-se calçado confortável e agasalho.