Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

24
Set20

A expulsão do André Filipe

expulso-aldnre-1000x600.jpg

 

Desde que a estreia de Big Brother, a Revolução aconteceu que a maioria do público se fez ouvir nas redes sociais sobre as atitudes e formas de se expressar do concorrente André Filipe. Provocando uma saída ou talvez duas de dois companheiros de casa logo na primeira semana de programa por os levar a atingir limites psicológicos e provocando praticamente todos os outros com a sua forma estranha de estar na casa, eis que o limite da própria produção da Endemol e TVI rebentou e a meio da tarde da passada Quarta-feira, dia 23 de Outubro, o Big Brother decidiu mesmo expulsar esta personagem que vai ficar para a história dos reality shows como o pior concorrente de sempre a sair por maus e irresponsáveis comportamentos.

Ao longo da semana rezou de noite quando os companheiros dormiam ou tentavam descansar, inventou situações que não aconteceram para provocar discussões, comeu brócolos enquanto uma das colegas cozinhava ao seu lado para logo os vomitar e ainda acrescentar frases bem explicitas de nojo, retirou pequenos espelhos que estavam colados na parede da casa-de-banho, benzeu várias roupas dos colegas, tudo isto e mais pelos primeiros dias.

No dia da expulsão o caso agravou-se e este André Filipe assumiu ainda mais comportamentos erráticos perante os que viviam consigo e para com a própria produção. Na piscina, com os outros concorrentes aflitos no jardim, começou a retirar as luzes de dentro da piscina, correndo o risco de apanhar um valente choque, tendo feito o mesmo pelas paredes da casa. Ao ser constantemente avisado pela voz do Big Brother de que iria ser sancionado e que os colegas podiam também ser castigados por sua culpa, tudo piorou, começando a atirar tinta contra os muros da casa, fazendo um género de graffiti, seguindo-se o pontapear de vários objetos do jardim, tal como o atirar de cadeiras para dentro da piscina. Constantemente a produção chamou o concorrente ao confessionário, o que foi de forma constante ignorado pelo próprio. 

Uns bons minutos depois, quando decidiu levar o pedido a sério, entrou no confessionário, as imagens foram-lhe apresentadas e acabou por ser naquele preciso momento expulso sem ter hipótese de voltar para a casa para fazer as malas e despedir-se dos companheiros de jogo.

De início tudo parecia muito encenado pelo próprio André, mas os dias passaram e os comportamentos só pioraram, estando a levar todo o grupo a um limite com que eu próprio também não iria aguentar. Se isto podia no início ser trabalho de ator, o tempo demonstrou que o 《bruxo》 tem consigo comportamentos psicóticos e desviantes, muito ao lado do que se pretende de um programa deste género.

Esta expulsão bem merecida já veio tarde mas foi assertiva, podendo terem sido evitadas as duas saídas anteriores se tudo tivesse sido controlado de início perante uma pessoa que cresceu recheada de proteção, que assume ter poderes consigo para influenciar e manobrar os outros. Este mau concorrente passou nos castings até conseguir entrar e a questão que se coloca é mesmo a de como ninguém percebeu todos os problemas que existem numa pessoa que necessita de bastante acompanhamento, uma vez que as suas atitudes mostraram que além de colocar a sua vida em risco acabou quase por deixar os restantes jogadores desta temporada do Big Brother em perigo porque com comportamentos tão inadequados um ataque físico podia acontecer a qualquer momento e com um final bem grave. 

Um concorrente polémico entre um grupo que parece tão uniforme que acaba por nem se destacar junto do público. Por um lado um André Filipe foi essencial para os primeiros dias para dar destaque ao programa, mas era assim tão necessário deixar um concorrente descontrolado dentro da casa até se atingir os momentos inigualáveis a que todos podemos assistir de um jovem de 25 anos que acaba por ser expulso de um programa visto por milhões por mau comportamento que podia atingir momentos bem mais graves?

Uma coisa já é certa, esta edição do Big Brother está embruxada e com ou sem bruxo lá dentro, o início já deu boom com duas saídas forçadas mas mal explicadas e agora uma terceira explícita até demais. 

 

4 Comentários

Comentar post