Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

ebooks-billboard

A chatice da marcação das férias

Todos os anos acontece a mesma coisa na minha empresa quando chega o momento de se marcarem as férias para o próximo ano! Mais uma vez, os problemas acontecem, desta vez só porque o patrão gosta de ser do contra e ter tudo à sua maneira.

Depois de em alguns anos os problemas terem acontecido devido a marcações de férias nos mesmos períodos por várias pessoas, tendo sempre que alguém ficar com o descanso em alturas que não queria, este ano, e tal como o ano passado, o problema parte mesmo de cima, e não do consenso geral entre colegas.

Depois de definirmos as datas em que cada um queria tirar os seus dias de descanso, mais que merecido, eis que chegou a altura de enviar a lista ao patrão, que disse logo que não gostava do nosso calendário de marcações porque não nos queria a ter férias de Julho a Dezembro. Isto é normal? Não é pois não? Então não é que o homem quer que marquemos as férias de Janeiro a Junho?

Claro que não concordamos e dissemos-lhe que aceitamos, tal como o ano passado, em ter uma quinzena cada um nos primeiros três meses do ano, mas mais que isso que não aceitamos e queremos ser nós a definir os restantes dias em que iremos descansar.

Todos os anos têm que existir problemas na altura da marcação das férias, seja entre colegas ou porque o patrão quando vê que estamos todos de acordo, tem que arranjar algum problema.

Agora espera-se que quem pode se deite sobre o assunto e que nos próximos dias acorde com outras ideias para que a mudança da sua mente aconteça porque nós não vamos aceitar a sua ideia absurda de nos querer marcar todo o mês de férias sem podermos escolher!

3 Comentários

Comentar post