Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

sveva-casati-billboard

A Casa de Charles Street | Danielle Steel

06
Set19

a casa de charles street.jpg

 

Título: A Casa de Charles Street

Título Original: 44 Charles Street

Autor: Danielle Steel

Editora: Bertrand Editora

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Junho de 2019

Páginas: 280

ISBN: 978-972-25-3587-8

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: De desconhecidos a amigos, de amigos a família...

Na sequência do seu divórcio e dos problemas financeiros que se seguiram, Francesca sente-se desesperada. Sozinha, teme não ser capaz de suportar a casa encantadora onde vive e, como solução de recurso decide alugar uma parte dela. Pouco a pouco, a casa vai readquirindo vida: primeiro com Eileen, uma jovem professora da Califórnia, depois com Chris, um pai divorciado, e, finalmente, com Marya, uma cozinheira notável que perdeu o marido. Rapidamente, uma feliz cumplicidade instala-se entre os companheiros da casa. Contagiada por esta nova energia, Francesca volta a sentir-se com forças para reabrir o coração e procurar o amor...

Ao longo de um ano assombroso, inesquecível e que, em última análise, vai alterar muitas vidas, a casa do número 44 de Charles Street enche-se de risos, de mágoas e, sempre, de esperança.

 

Opinião: A Casa de Charles Street é mais um romance de Danielle Street entre tantos outros que destacam a perda, a conquista e o amor. Mas como várias das histórias da autora que me foram conquistando ao longo dos anos, esta narrativa não é exceção e em pleno período de férias acabou por se tornar numa boa e rápida companhia literária através da sua veracidade, simplicidade e capacidade de conquistar o leitor ao longo de tudo o que vai sendo relatado.

Primeiramente é apresentada ao leitor Francesca, uma mulher de 35 anos cuja relação de cinco anos terminou de forma amigável e por decisão mútua. No entanto, existe uma grande casa e uma galeria de arte que Francesca quer manter e para isso decisões e mudanças têm de ser tomadas para suportar os custos. Como tal e após o pai se tornar sócio para ajudar a aguentar os custos com a galeria de arte para que o espaço ganhe o seu rumo, esta mulher decide receber em casa um conjunto bem heterogéneo de pessoas que não conhece e que lhe vão alugando quartos. Num ambiente que se vai tornando familiar, Francesca recebe Eileen, uma jovem professora vinda da Califórnia, Chris, um arquiteto com um filho que está ao seu encargo ao fim-de-semana, e Marya, uma prestigiada cozinheira. Após distintos percursos, estas quatro pessoas unem-se num só local, criando laços com o tempo, protegendo-se como amigos que passam a ser praticamente uma família. 

Ao longo de A Casa de Charles Street o leitor é convidado a perceber as alterações que cada personagem vai tendo dentro desta nova vida que cada qual escolheu e acolheu, mostrando a autora como o peso da solidão pode transportar cada um de nós para estados complicados de enfrentar o que está para chegar. Os medos de Francesca de perder a vida que tem tido e o que conquistou até ai. Os transtornos de Eileen e a sua auto permissão para seguir caminhos complicados. O isolamento de Chris que vai sendo explicado com o tempo devido a todo um passado e a um casamento complicado. E a capacidade de união de Marya que é neste livro a super cola com capacidade, através da comida, de unir um grupo tão distinto numa mesa onde se acabam por conhecer. Todas as personagens envolvidas neste romance conseguiram conquistar ao longo da leitura, graças também às boas cenas retratadas a solo ou entre vários elementos onde os sentimentos são demonstrados de forma real e como se aquelas personagens tivessem um pouco de cada um no momento de lutar contra o que aparentemente nos poderá destruir se nada fizermos para dar a volta. 

Simples, rápido, refletivo, bem condimentado e com os condimentos que Danielle Steel sempre habituou os seus leitores! Se gostam da obra da autora, este será mais uma das narrativas que poderão desfrutar quando não quiserem ter do vosso lado livros pesados que enrolam demasiado para contarem uma história que pode ser bem real. 

 

Compra AQUI o teu exemplar de A Casa de Charles Street!