Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Banner billboard da campanha 50 livros com 50% desconto
12.05.17

A caminho de Fátima...


O Informador

Não sou católico praticante e tenho certas dúvidas acerca da religião, da fé e da crença, mas este ano e a convite resolvi aceitar o desafio e nos dias de hoje e amanhã estarei pelo Santuário de Fátima para assistir às cerimónias e tentar perceber o que se sente pelos momentos que marcam milhares, milhões mesmo, de pessoas nestes dias especiais onde Fátima vira o centro religioso que acolhe portugueses e todas as comunidades que partilham a sua devoção num só local. 

Para ir tenho de sentir algo que não consigo explicar e que até este momento não encontrei pelo caminho, talvez seja por isso e por querer perceber o que move tantas pessoas que estou neste momento a caminho de Fátima para assistir, ou tentar pelo menos, às cerimónias e estar no local que todos dizem mudar a perspetiva de quem não acredita. As pessoas mostram-se de alma leve e com um reforço positivo sobre o futuro quando se dirigem ao Santuário, parecendo que se libertam de um peso após aqueles momentos de dedicação religiosa e crença. Eu, que não consegui ainda sentir algo do género e sempre fui até Fátima várias vezes por ano com os meus pais, quero encontrar talvez um pouco da explicação do que é vivido e sentido por quem acredita e tem na crença e vontade a verdade.

Tenho a opinião de que só se pode comentar e desacreditar quando tentamos perceber um pouco do que acontece e é nesse sentido que vou, de mente aberta e com a perspetiva de encontrar o ponto que une uma sociedade num só momento de partilha e devoção.