Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Amor, lágrimas e tentativas no Big Brother

big brother famosos.jpg

Cristina Ferreira de preto abriu a quarta gala do Big Brother Famosos e logo o esperado primeiro tema da noite... O aproximar romântico entre Bruna e Bernardo! A Curva da Vida da Vanessa, os BBPlays, as mensagens celebrativas do Dia do Pai para os pais da casa, a saída por vontade do público da Mafalda e a nomeação para o próximo a sair. Uma gala que foi do riso ao choro, tentando criar discussão num grupo calmo e celebrativo da emoção. 

Os dois concorrentes foram chamados ao confessionário e viram os melhores momentos da semana enquanto dupla. Dos bons aos momentos menos positivos, Bruna e Bernardo viram os primeiros beijos, os receios dele para com o que deixou pendente fora do jogo, a ideia de ameaçar desistir e ao longo da conversa deu para perceber que afinal, quase uma semana depois, o que parece ser o primeiro casal da atual edição do reality show está pronto para seguir em frente, cúmplice e com o brilho no olhar. E ao que parece, se as coisas continuarem assim existe casal com bastante apoio dentro e fora da casa, ao contrário do que aconteceu na edição anterior do programa com Liliana e Bruno de Carvalho. 

De forma a celebrar o Dia do Pai, os concorrentes masculinos que já são pais, Daniel, Miguel e Nuno receberam cartas dos seus filhos e Marco do filho da namorada, provocando aquele momento mais lamechas da noite com todos os concorrentes na casa de lágrima no canto do olho, uma Cristina em estúdio emocionada e aqui por casa também meio lacrimejante. 

Nos momentos BBPlay primeiro chegou O Silêncio de Mafalda? com os momentos em que a concorrente foi praticamente nomeada por todos no Domingo anterior, tendo sido um alvo a abater por quase impor as suas ideias dentro da forma de estar e também para com a prova semanal onde mostrou querer comandar e sem conseguir ajudar os colegas no que toca a fazer os milhares de quilómetros necessários para atingir objetivos, uma vez que a meio da prova ficou lesionada mas continuou a querer liderar como se fosse a verdadeira entendida na questão de treinos físicos. O segundo filme, Um dia a casa do BB vai abaixo, com as possíveis divisões dentro do grupo a começarem, talvez de forma forçada por parte da produção, a começarem a existir, mostrando imagens que podem gerar, caso os concorrentes se sintam picados, pelos próximos dias algumas conversas para esclarecerem o que foi dito, sem maldade mas que foi mostrado para começar a criar discórdias num grupo que se tem mantido pacífico. O que percebi com esta película de imagens foi mesmo a tentativa, acho que em vão, da produção em colocar fogo na casa para gerar alguma polémica com possíveis discussões. Marie na Casa das Maravilhas a mostrar a semana de presidência da concorrente, o que só podia gerar gargalhada. Criou, inventou, colocou os companheiros de jogo a fazerem figuras e continuou a conquistar dentro e fora da casa, sendo a Marie a concorrente mais divertida desta edição pela sua espontaneidade e bom disposição. 

Big Brother, expulsão e desistência

big brother famosos.jpg

Mais um Domingo e nova gala do Big Brother Famosos. Cristina anuncio confrontos, confessionários, curva da vida, expulsão e filmes.

A noite começou com um BB Play, O Jantar Delas, mostrando esta película as fitas que Sara Aleixo fez no jantar do Dia das Mulheres, acusando Marie e Bruna de lhe transmitirem energias negativas e de fazerem piadas contra si. Sara Aleixo mostrou ao longo dos dias ser uma má colega de casa, acusando a maioria das suas colegas de estar contra si, magoando e referindo várias vezes frases e expressões contra os seus companheiros de jogo, mostrando ser uma boa pessoa amarga, magoada com problemas exteriores ao jogo mas acabando por atacar todos sem qualquer necessidade. A concorrente mostrou ter uma personalidade fria, descontrolada e revoltada, muito talvez por inveja do elo de ligação que tem unido as restantes jogadoras na casa. Perante a visualização das imagens e confronto com as mesmas foi claramente percetível o mal estar de Sara Aleixo, mesmo que dizendo que não, contra os restantes elementos do jogo. Vi desprezo e maldade no olhar da concorrente ao longo da noite, principalmente quando foi chamada a justificar-se sobre o que aconteceu! 

De seguida surgiu novo BB Play com o Lado Bom da Casa, protagonizado pela Mafalda e as suas mezinhas que não consigo entender. Percebo que a Mafalda goste de se manter em paz e tente transmitir isso para o grupo com a vontade de acalmar e ao mesmo tempo colocar determinados temas em debate, mas será que estar dentro de uma casa e tentar levar outros concorrentes a seguirem os seus passos com vontades e crenças não será criar um lado mais pesado, criando algum mal estar com o passar do tempo? A Mafalda tem mantido uma prestação cansativa com os seus ideais de bem estar, levando nas suas reuniões gerais a que os outros recorram a memórias por vezes pesadas como forma a partilharem momentos. Como espetador não gosto do caminho que a Mafalda tem seguido dentro do jogo, sentindo alguma pressão por parte da mesma para que todos sigam as suas vontades de partilha de sentimentos quando nem todos estão ao mesmo nível de capacidade intelectual. Pelos vistos os concorrentes ao longo da semana nem sempre concordam com a postura da Mafalda, no entanto em plena gala defendem a sua forma de estar e mostra vontade de continuarem a colaborar. Em que ficamos então? Como espetador não gosto do altar montado pela atriz para que todos celebrem a vida, mas o tempo mostrará que afinal nem todos gostam das mezinhas mas a tentativa de ficarem bem na imagem ainda reina entre o grupo.

As Tribos foi o terceiro BB Play da noite com a guerra entre as duas equipas formadas no Domingo anterior para competirem ao longo da semana pela imunidade. A luta saudável entre os dois grupos correu bem e até se tornou divertida, terminando na própria gala com uma divertida prova onde Marie e Bernardo foram a jogo e saíram vencedores contra Marco e Mafalda, dando a vitória à sua equipa que saiu assim imune para as nomeações da noite. Com imunidade ficaram assim Virginia, Sara, Daniel, Marie, Bruna, Vanessa e Bernardo, o grupo onde estão maioritariamente os meus preferidos. 

 

Entradas e saída no Big Brother

big brother famosos.jpg

A noite começou e Cristina Ferreira abriu a gala reforçando as partilhas emocionais que foram feitas pelos concorrentes ao longo da primeira semana do Big Brother, mostrando a diferença com os primeiros dias de outras edições. Logo de seguida juntou-se a Flávio Furtado como comentadora Marta Gil, a atriz finalista da última edição do formato, substituindo assim nas noites de Domingo Ana Garcia Martins, a Pipoca Mais Doce, que optou por ficar de fora desta temporada do formato. Se ao longo da noite gostei das intervenções da Marta? Para primeira vez até gostei, mostrando logo que não tem, tal como quando estava na casa, papas na língua no que toca a dar a sua opinião com o que está a achar no momento sobre as questões que lhe são colocadas. 

Os salvamentos começaram a acontecer e numa primeira ronda inicial na noite com 5% e 8% foram salvos, respetivamente, Miguel Azevedo e Bernardo Sousa, o que não me gerou qualquer surpresa, uma vez que o Miguel tem sido nestes primeiros dias um dos preferidos do público, não me conseguindo conquistar por o achar em tudo demasiado forçado para se fazer de engraçado e o Bernardo ser aquela planta que numa fase inicial passa despercebido por ter concorrentes mais controversos em jogo. O terceiro salvo da noite numa segunda ronda foi a Tanya com 15% da votação entre três, o que também não me surpreendeu pelo facto da própria concorrente me estar a surpreender pela positiva. Para o final a decisão do público foi manter Nuno Graciano com 49%, retirando assim Pedro Pico do jogo com 51% numa votação renhida e que foi definida ao longo da gala.

Num dos momentos que mais aprecio nas galas, a Curva da Vida, ficou entregue primeiramente a Marie e depois a Miguel Azevedo. Com a sua tendência de moda a concorrente mais nova do grupo continua a inspirar e a ser a minha preferida no jogo. Em conversa com Cristina a Marie mostrou a sua boa disposição e logo depois foi apresentada a sua história de vida. As boas memórias da infância e a paixão em pequena pela região, a ideia de rejeição por parte da mãe e o amor pelo pai, a depressão com anorexia em adolescente, nunca se apaixonou mas afirma amar o seu animal de estimação, uma ovelha. Aos 18 anos iniciou-se nas redes sociais, começou a ganhar visualizações, conquistou e viralizou com os seus vídeos no TikTok que a tornaram conhecida, sem perder a magia e os sonhos que nos tem mostrado também dentro da casa. Adoro a Marie, mesmo até antes de entrar no Big Brother, e nesta sua participação ainda a tenho percebido melhor pela sua simplicidade e humildade, por mostrar o que sente dentro da sua verdade, os sentimentos e as mágoas do passado, e a evolução que decerto como pessoa vai ter nesta sua estadia no reality show. A Marie é uma jovem que precisa de atenção, a Cristina quebrou a regra e conseguiu que a mãe da concorrente falasse com ela e mais uma vez aponto a forma como Cristina tem apresentado o Big Brother por seguir o caminho da emoção e dando destaque aos bons valores da vida. 

A segunda Curva da Vida da noite ficou a cargo do Miguel Azevedo. Alentejano de raiz, nascido em Évora, com uma irmã que sempre o protegeu por terem o pai a sofrer com esclerose múltipla, levando a família a transferir-se para junto da família em Mora, onde o pai acabou por falecer. Desde cedo percebeu que gostava de cantar e ainda em criança começou a dar nas vistas pelos palcos da vila, mas foi depois de começar a trabalhar no campo que comprou os seus primeiros instrumentos musicais e levou a música em diante. Casado com duas filhas, apaixonou-se por uma das bailarinas com quem fez o segundo casamento com outros dois filhos. Com o Covid19 a área musical parou e viu-se a cair, até que voltou a trabalhar pelos palcos e acabou logo de seguida por entrar no Big Brother. 

Somos Nós foi o primeira BBPlay da noite com o resumo das partilhas mais pesadas que os concorrentes foram fazendo ao longo da semana sobre as suas vidas. As perdas e derrotas, o que já passaram e fizeram os outros passarem e ao mesmo tempo a forma como foram ultrapassando os obstáculos. Assim mostra a produção que o formato dos vídeos que passam para os concorrentes verem não têm de seguir somente o lado polémico, sendo possível criar bom conteúdo pelas histórias de vida que mostram a emoção instalada em cada um. Gostei desta aposta foram do diz que diz para os colocar ao barulho, uma vez que quando corre bem em boa disposição de partilha há que incentivar para mostrar que estes formatos da vida real não têm de viver da discussão. Comparsa no Crime foi a segunda película da noite com Sara Aleixo e Pedro Pico como protagonistas por terem desrespeitados as regras de permanecerem durante quatro dias na roulote. Saíram, usaram a cozinha, foram ao wc da casa e saíram várias vezes do espaço onde deviam permanecer confinados, estando conscientes que não o poderiam ter feito. 

Big Brother já voltou

concorrentes big brother.jpg

Nem vinte e quatro horas passaram após a saída dos últimos concorrentes da anterior edição do Big Brother Famosos e já um novo lote de treze novos jogadores entrou na casa para mais uma temporada de dois meses do reality show mais célebre do Mundo. Com Cristina Ferreira a dar continuidade na apresentação e sem os comentadores em estúdio, Flávio Furtado e um possível rosto que entrará para o lugar de Ana Garcia Martins, a gala começou e logo os nomes dos novos concorrentes foram sendo revelados acompanhados com o convite para entrarem na casa da Malveira. 

Marco Costa, pasteleiro e ex-concorrente do Secret Story, tornando-se um dos participantes mais conhecidos dos reality shows em Portugal com a entrada em várias edições especiais e agora está de regresso, não com Teresa Guilherme nos comandos do formato mas sim com a Cristina ao leme, presumindo-se que o futuro do Marco, após a sua participação no programa, voltará a ser nos ecrãs da TVI dentro do seu mundo da pastelaria. Marie, Maria Manuela de seu nome, a conhecida e excêntrica influencer chegou, falou e logo começou a animar com o seu nervosismo. Vinda da aldeia e adorando roupas e acessórios coloridos, a Marie já me é conhecida das redes sociais e as suas publicações são um máximo, esperando que a tiktoker seja uma das animadoras da casa. Nuno Graciano, o tio careca, antigo apresentador de televisão, atualmente empresário e apoiante do Chega entrou muito dentro do politicamente correto e com sede de protagonismo perante a necessidade dos aplausos. Miguel Azevedo, o cantor do Somos Portugal, numa tentativa de substituição do Jorge Guerreiro, o que não me parece ser possível por achar este senhor com o ego em altas. Bruna Gomes, influencer brasileira com milhões de seguidores nas redes sociais e é uma das concorrentes de quem nunca tinha ouvido falar, só percebendo que é ex namorada de Felipe Neto, conhecido youtuber brasileiro. Daniel Kenedy, ex jogador e treinador de futebol, tendo sido viciado em jogos de casino. O Daniel é também um concorrente de quem desconhecia a existência. Mafalda Matos, atriz desaparecida há uns bons nomes e que é nos tempos que correm ligada ao bem estar pessoal através do campo da meditação. A Mafalda é daqueles rostos que vai tentar regressar ao estrelado com esta sua participação. Vanessa Silva, atriz e cantora, e desde já a minha preferida. Adoro a Vanessa como artista e espero que não me venha a desiludir dentro do jogo para que seja a rainha desta edição. Bernardo Sousa, o piloto de automóveis que não é totalmente desconhecido mas é quase como se fosse. Pedro Pico, ou seja, Teresa Al Dente, ator e comediante através da personagem criada pelo próprio. Excêntrico, prometendo dar nas vistas dentro da casa com e sem a sua criação. Tanya, cantora que fez parte do projeto Tayti, lançando mais recentemente o seu projeto a solo, procurando o sucesso com a ajuda da entrada no programa. Fernando Semedo, o chef responsável por um dos melhores bolos de bolacha do nosso país a embarcar na aventura do reality show. E por último surgiu Sara Aleixo, outra atriz desaparecida que optou por alvos voos e que ao que tudo indica está com vontade de regressar às novelas.

Os dois primeiros concorrentes a entrarem na casa, Marco e Marie, tiveram a função de fazerem a distribuição dos que se seguiram em dois grupos, os anjos do Marco e os palhaços da Marie. No lado dos palhaços ficaram o Marco, Miguel Azevedo, Daniel Kenedy, Vanessa Silva, Bernardo Sousa, Tanya e Sara Aleixo. Já do lado dos palhaços ficaram a Marie, Nuno Graciano, Bruna Gomes, Mafalda Matos, Pedro Pico e Fernando Semedo. Ao público coube a tarefa de eleger que tribo ficaria a dormir no único quarto disponível pelas próximas noites e qual ficaria a pernoitar no exterior da casa, tendo os anjos do Marco ficado na rua e os palhaços de Marie a descansar no quarto da casa.

Figurantes a caminho da final

 

big brother famosos 2022.jpg

Bruno e Liliana abriram a gala mais pesada do Big Brother Famosos e depois do peso inicial da noite com o debate perante o que considero a forma abusiva e controladora de Bruno estar com Liliana no jogo, eis que os apelidados por figurantes da casa ganharam o seu destaque.

Catarina Siqueira mostrou a sua Curva da Vida, de pais separados mas amada por quem chegou depois, vendo a sua irmã mais nova como a sua protegida. A perda de um primo, o bullying e a depressão que surgiu com a mesma até ao curso de representação que a levaram a entrar na série Morangos com Açúcar com a sua estreia na ficção e em formatos de talentos, dando a volta ao que de menos bom lhe diziam sobre ter peso a mais na altura. Hoje tem na sua filha, a Luz, o sonho, e no seu companheiro ao longo de dezasseis anos a felicidade, tendo aceite o convite para o Big Brother como um desafio para se superar, revelando estar a adorar a experiência, o que ao julgar por outros concorrentes, mostra gosto em seguir com a sua participação no programa.

O BBPlay contou com a película Kasha Vader, onde Franciso parece ser o alvo a abater por parte de Bruno de Carvalho, parecendo uma autêntica perseguição que está a ser feita, tudo porque Bruno tem ciúmes, sem o admitir, da amizade que Kasha e Liliana tentam manter, em vão pela forma obsessiva como a concorrente é controlada e oprimida pelo seu namorado. Conversas e ameaças trocadas, silêncios e provocações arriscadas, de Bruno para com Francisco que se tem insurgido no jogo por perceber que o casal não joga de forma igual pela insistência de Bruno em não querer ver Liliana próxima dos restantes concorrentes. De Bruno Pipito para um lado e Kasha Vader para o outro, o certo é que Bruno mesmo após ser encostado à parede com as imagens continua a achar que a razão está do seu lado com toda a pressão que tem feito na casa para manter a distância entre os restantes e a sua amada. Se por um lado quando foram questionados de forma direta sobre o tema Bruno e Liliana mostraram que não viam mal algum na atitude de ambos, mais tarde após este vídeo que mostrou Kasha a se manifestar várias vezes contra a obsessão de Bruno para com Liliana que aceita tudo o que lhe é imposto de livre vontade, é discurso ficou algo baralhado entre a defesa e a acusação dos mesmos perante o mesmíssimo tema. Afinal não viram os ditos comportamentos abusivos ou perceberam tudo e não se quiseram intrometer em direto?

Ralação de Bruno e Liliana

Bruno Liliana

Cristina Ferreira surgiu séria, de verde, mas sem brilhantes, para iniciar a noite de mais uma gala do Big Brother Famosos com um discurso sobre o que se passou ao longo dos últimos dias na casa, os comportamentos menos positivos de Bruno de Carvalho para com Liliana.

Chamando o ex Presidente do Sporting de imediato ao confessionário, Cristina Ferreira revelou que a advogada do mesmo já o tinha informado de que estava a decorrer uma queixa perante a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género para com os seus atos mais agressivos e pressão psicológica para com a sua suposta namorada Liliana. Bruno entrou a chorar, frisou ser sempre alvo da crítica em tudo o que faz, lembrando o caso da presidência do Sporting, como sendo um bom bode expiatório. De imediato foi colocado vídeo com os momentos mais pesados entre o casal e Bruno voltou a justificar-se perante o que viu e afirmando que tudo tem sido combinado entre os dois para sobreviveram no jogo, o que não convenceu e mostrou uma Cristina a iniciar o momento nervosa mas calma e a perder a paciência ao longo da conversa.

Logo depois surgiu Liliana também a solo no confessionário para ser confrontada com os factos, com a apresentadora a questionar se alguma vez a concorrente se sentiu controlada e desvalorizada na relação que iniciou na casa. Liliana não viu nada de menos bom a acontecer, desculpou sempre Bruno e mesmo perante as imagens que têm suscitado polémica a concorrente desvalorizou o que viu por tudo ser visto como comportamentos normais para si quando entre público e os restantes concorrentes a relação tem sido caracterizada como abusiva.

Nesta situação vi um Bruno sempre a desculpar-se como já é hábito desde que se tornou conhecido do público, uma Liliana a seguir o mesmo caminho e uma Cristina nervosa, num momento um pouco angustiante a ter de interrogar e perguntar o que a maioria queria saber, mostrando a apresentadora vários momentos de constrangimento. Os restantes concorrentes defenderam não existir relação abusiva entre ambos mas sim uma forte relação onde um parece ter o controlo perante o outro, sem que tenham visto algo demais, embora tenham referido não ter visto as imagens que criaram maior polémica exterior por não estarem sempre por perto do casal. Já entre Ana Garcia Martins e Flávio Furtado a opinião foi díspar com o comentador a aceitar os acontecimentos como sendo atos normais num relacionamento mais forte em termos físicos. Já a Pipoca mostrou desagrado pela forma como produção e canal têm tratado o tema para mais com uma queixa crime agora anunciada, colocando o dedo na ferida contra os argumentos revelados por Cristina de que tudo foi tratado com a equipa médica responsável pelos concorrentes e através da conversa com os mesmos desde que entraram na casa praticamente de forma diária. A dado momento Ana Garcia Martins e Cristina Ferreira trocaram argumentos, gerando a tão esperada polémica entre comentadora e apresentadora sobre o tema e a favor das audiências tão desejadas.

Amor e indiferença no Big Brother

big brother famosos.jpg

Na noite em que a gala do Big Brother Famosos foi assumida como sendo ao contrário, Cristina Ferreira apresentou-se cheia de brilhos como sempre tende em usar como pormenores mas desta vez num todo de cima abaixo com a ajuda de um belo decote e cabelo longo. Destaco já aqui que finalmente notei que Ana Garcia Martins e Flávio Furtado conseguiram ganhar algum destaque ao longo da noite, muito porque a Pipoca se impôs a dado momento e exigiu falar, comentando os comportamentos abusivos de Bruno para com Liliana, ganhando o aplauso do público e esclarecendo a razão de nem sempre estar a sorrir por estar numa fase de pensamentos por não estar de acordo com o que vê a acontecer dentro do jogo e que parece que a produção não se impõe para alterar comportamentos que se fossem entre anónimos já teriam sido recriminados.

Primeiro salvo da noite, como era esperado, Jorge Guerreiro que contou somente com 1% para ser expulso. O cantor que marca habitual presença no Somos Portugal continua a ser o meu candidato à vitória desta edição do programa, pela sua prestação linear e sem criar grande enredo à sua volta, mostrando que para se ser favorito não é necessário estar no centro das atenções pelos piores motivos. Com 32% Liliana foi a segunda concorrente a ser salva, no entanto e como já podemos perceber em outras edições deste estilo de programas, a produção tentou baralhar os concorrentes na casa, dando a entender que seria a Liliana a escolha do público para abandonar o jogo, tudo para se perceber a reação de Bruno de Carvalho sem a sua amada e dos restantes companheiros. Entretanto na sala do dilema, Liliana teve de nomear de forma direta um dos colegas, tendo escolhido o Jorge, por ser sempre o primeiro salvo das noites de Domingo, facilitando assim a sua própria decisão e numa estratégia ao jeito mais do mesmo. Mais para o final a Jaciara saiu com 52% da votação, permanecendo o Kasha no jogo com 48%. Já em estúdio e num dos momentos mais aplaudidos da noite A Pipoca Mais Doce resolveu triunfar mostrando que não queria ficar de fora dos selinhos de Jaciara, tendo beijado a agora ex-concorrente. 

BBPlay com três películas em destaque. As Indomáveis com Jaciara e Marta Gil como protagonistas por se criticarem e debaterem mutuamente. Marta vê uma jogadora mafiosa em Jaciara por gerar atos que se contradizem entre si de um dia para o outro, querendo agradar a todos, mas acabando por se auto atropelar com o que vai dizendo depois. A atriz revelou não confiar no jogo da brasileira pela falta de justificações pelos atos que vai praticando com o grupo, voltando Jaciara a não conseguir justificar-se pela discussão que as duas foram mantendo ao longo da semana, deixando o que tem para dizer para quando sair da casa do reality show. Duas concorrentes que não se suportam, que se podem divertir mutuamente mas que a nível de harmonia geral não se conseguem identificar. Do meu ponto vista a razão nesta disputa está do lado da Marta. Sozinhos na Arena num quatro contra quatro de boa disposição, com a visualização das imagens onde Bruno, Jardel, Jorge e Marta estiveram em modo prisioneiros por dois dias na Arena, enquanto os restantes permaneceram na casa com os bens que podiam usufruir livremente. Momentos divertidos que sempre serviram para desanuviar o ambiente ao longo da semana. O Amor Não Acontece onde todos se gostam mas poucos se gramam com as guerritas entre Bruno contra Kasha e Jaciara por chamarem Liliana à razão para com a relação que esta mantém na casa que perante o olhar dos restantes lhe retira espaço para se situar no jogo e estar com os concorrentes. Também Marta interferiu na conversa e falou em medo e receio de certas pessoas para com os comportamentos de Bruno para lhe tentarem agradar.

Ministérios ao Big Brother

big brother famosos 2022.jpg

Na gala do Big Brother a decorrer na noite de Terça-feira, Cristina Ferreira surgiu de fato preto com o seu toque de brilhantes, como não podia faltar, e de franja, numa noite especial dedicada aos ministérios, numa onda para com os últimos dias que Portugal passou com as eleições legislativas. Ministério com nomeações para um lado, Ministério com trica para o outro, eis as conversas a surgirem e as provocações a saltarem, nem sempre como a produção terá planeado para dar o dito canal. 

Jorge Guerreiro (4%), Marta Gil (15%), Bruno de Carvalho (31%) e Mário Jardel (48%) foram os salvos por esta ordem ao longo da noite com Jay Oliver (52%) a ser o expulso. Jorge ao ser salvo teve de decidir nomear entre Catarina, Kasha e Liliana, os concorrentes com menos nomeações nesta edição, ficando desde logo Kasha como um dos nomeados para os próximos dias. Já Marta Gil após ser salva confessou gostar de ver Jay Oliver a sair da casa. Bruno de Carvalho elegeu Kasha como o concorrente mais hipócrita da casa e levou resposta com o cantor a mostrar mais uma vez que de calado consegue virar um bom leão a atacar o inimigo, o que voltou a ser uma boa revelação.

Liliana a solo no confessionário viu imagens próprias e de Bruno de Carvalho sobre a relação que têm mantido, umas vezes de forma mais amorosa mas com alguns momentos meio agressivos dele para com ela perante conversas menos positivas e alguma tensão em diálogos um pouco ameaçadores onde Bruno mostra não dar espaço a Liliana dentro do jogo, querendo que a concorrente esteja pregada a si o tempo todo sem poder seguir o seu caminho pessoal no programa. A concorrente viu as imagens menos boas e mesmo assim conseguiu desvalorizar a situação, dando a ideia de estar hipnotizada pelo amor de um homem que começou bem no jogo e que está a mostrar ser uma pessoa que numa relação a dois tem revelado comportamentos abusivos e castradores.

A noite prosseguiu com uma tentativa de fogo no parquinho entre Jaciara e Jay sobre os comentários machistas que o concorrente proferiu ao longo da semana, só que em vão, já que nem Jaciara se conseguiu justificar e mostrar que as palavras de Jay sobre si, "A Jaciara é uma mulher muito dada" não fazem sentido e ao mesmo tempo Jay só provou que terem afirmado que "é um homem conservador e machista" faz todo o sentido, uma vez que mostrou novamente em direto que a ideia que tem de uma mulher que quer ter ao seu lado não faz qualquer sentido nos tempos que correm. Percebi que a ideia da produção seria armar o barraco na casa se a Jaciara tivesse reagido de outra forma, mas a brasileira optou por proferir poucas palavras, lágrimas vagas como nos tem habituado e pouca efusão, o que certamente não era o esperado pelo guionista da cena.

BBPlay com Nós e os Outros, com Bruno e Liliana como protagonistas e os restantes concorrentes como figurantes. Marta critica Jay perante todos os outros, Kasha afirma que Bruno faz-se de vitima, Marta dá o falso romance da casa como terminado após a saída de ambos, Jaciara acusa os concorrentes da quererem provocar por afirmarem que é uma mulher fácil. Uns contra todos e todos contra cada um, mas não é isto o jogo que dá audiências a um programa deste estilo? Certo é que todos se comentam e o cada vez mais certo é perceber que a maioria tem Bruno e Liliana como um bom alvo para serem falados. Como o Kasha afirma, não falam nas costas, os outros é que não estão no mesmo espaço quando estão a ser comentados. 

Famosos com Amor e Guerrilha

big brother famosos 2022.jpg

Cristina Ferreira de roxo, que me pareceu azul, numa noite de dilemas e de conversas sérias num estilo muito calmo e tranquilo que tão bem tenho gostado de ver a senhora diretora da TVI a assumir, mostrando que para fazer um bom programa de televisão não é necessário fazer-se brilhar acima dos concorrentes, dando espaço e mostrando que até os silêncios valem audiências. 

A gala começou com o esperado. Bruno e Liliana, Liliana e Bruno. As voltas trocadas que a entrada no reality show provocou a ambos, a aproximação entre duas pessoas que entraram com paixões no exterior e que acabaram por perceber que dentro de uma casa transformada em programa de televisão tudo se pode transformar. Liliana pediu desculpa à sua namorada até então. Bruno seguiu a mesma linha. Cristina conduziu a conversa a três de forma bem calma no confessionário, dando espaço ao casal para poderem revelar o que sentem sem pressão numa explicação que até me pareceu cair bem junto do público. Dentro do jogo e em isolamento o controlo que pensaram ter conseguiu descarrilar e as mudanças surgiram de forma que pareceu inesperada para ambas as partes. Como se não chegasse o momento Curva da Vida esteve também do lado de Bruno de Carvalho com os altos e baixos perante o amor, a vida profissional como empresário a partir dos 20 anos, o nascimento das filhas, a presidência do Sporting e a ida para a prisão com a falha que cometeu para com a filha mais velha que assistiu à sua detenção e viu toda a casa ser remexida. A auto definição como filho e pai acaba por ser o ponto que destaca na sua vida onde no fim da exibição da sua curva da vida fala na busca do amor que fique e não seja passageiro. 

No BBPlay a sessão começou com Jaciara Fatal com as imagens a revelarem os tiros que a concorrente deu para com vários concorrentes. Tiros de tentativa de arranjar casal primeiramente com o Nuno, depois com o Jay e virando-se numa terceira tentativa para o Kasha. Por outro lado também deu tiros para criar confusão de forma a se destacar no jogo, levando-me a acreditar que pensa que o Big Brother português segue os passos da edição brasileira do programa que vive com polémica com alguma violência verbal e sexo em grande destaque. O filme Eu é que Sou o Presidente surgiu e logo percebemos que Nuno Homem de Sá foi o líder da revolução contra as primeiras horas de Bruno de Carvalho como Presidente na casa. Bruno definiu tarefas contra os restantes, picou-se com o Nuno e os dois deram o chamado canal ao longo da semana, parecendo os dois galos a quererem o mesmo poleiro da capoeira. Se um canta o outro pica, se um deixa o espaço vazio o outro logo o vai atacar. Era Uma Vez no Big Brother foi a última película da noite com Nuno Homem de Sá como protagonista a contar a história do que vai acontecendo na casa, quem está para sair, quem irá cair, os que ficarão desiludidos, segundo a história contada pelo ator sobre os supostos peões do jogo. Também os comentários de uns sobre outros foram vistos neste vídeo com Kasha a debater a forma como Bruno está na relação com Liliana sem que a cantora consiga ter espaço para se dar a conhecer aos outros concorrentes. 

Os salvos da noite começaram por ser revelados em dupla com Jorge Guerreiro a somar somente 1% para ser expulso e Marta Gil com 2%. Mais tarde Mário Jardel é salvo com 3% na corrida entre os três nomeados restantes, deixando para mais tarde Jaciara a ser salva com 39% e Nuno Homem de Sá a ser expulso com 61%, ao contrário do que tinha previsto após a queda de popularidade da concorrente nas duas últimas semanas onde se baralhou toda no jogo com a vontade desesperada de querer aparecer, estando também esta votação totalmente a mostrar valores opostos ao que todas as sondagens indicaram ao longo da semana, o que me faz voltar a pensar no quanto fidedignos são os valores apresentados.

Presidência entregue novamente a Catarina Siqueira, que volta assim a assumir a liderança da casa, poder que tem intercalado com Bruno de Carvalho e que desta vez foi conquistado com uma prova de rebentar balões e recolher moedas para cofres individuais entre os concorrentes Jorge, Marta, Kasha e Catarina. Nomeações começaram com Jay a ser nomeado quando Jaciara ao ser salva teve de escolher dar imunidade a Kasha e nomeando assim o seu outro amor da semana. A Jay juntaram-se através de nomeações em dupla do nomeia e retira nomeado o Bruno, o Jorge e a Marta, no entanto a Presidente Catarina ainda teve de nomear de forma direta um outro concorrente e como tem evitado nomear mulheres, acabou por escolher Jardel para se juntar aos já nomeados. Ficam assim a lutar pela permanência na casa Jay, Bruno, Jorge, Marta e Jardel, acreditando que a próxima saída possa ser disputada entre Jay e Jardel, mas como sempre, certezas são sempre as últimas a chegar também neste tipo de formatos da vida real. 

Big Brother, a saída de Leandro

O preto, o branco e na terceira gala do Big Brother Famosos a senhora diretora e apresentadora da TVI surgiu de verde lima para não deixar ninguém indiferente ao início da noite que assinalou a desistência de Laura Galvão do jogo e a saída por vontade do público do Leandro. Cristina brindou o público de verde lima, relembrando o fato de treino que Bruno de Carvalho usou e celebrizou na primeira semana de programa. 

Laura Galvão logo de início comunicou a sua desistência, abrindo-se assim o suposto alçapão que Ana Garcia Martins celebrizou para com os concorrentes que deixam o jogo por vontade própria ou para os que pouco ou nada fazem na casa do reality show. Duas semanas após entrar na aventura, uma semana após perceber que Marta Gil não lhe deu a hipótese de ouvir a voz da filha após uma semana de programa, a atriz desiste, levando-me a concordar com a comentadora perante os desistentes que tiveram a oportunidade de entrar no jogo enquanto outros tantos que não a têm e depois em poucos dias decidem deixar o lugar vago. O alçapão para a Laura deveria ser aberto logo com a sua entrada para não se arrastar por tantos dias de peluche na mão e conversas transversais.

No BBPlay da noite surgiu o filme As Três Ameaças, novamente com Leandro como o grande vilão, como na semana anterior. Atirou contra Bruno de Carvalho e Liliana, ameaçou, criou polémica e mostrou novamente que é um concorrente que gera controvérsia mas uma pessoa difícil de aturar e com quem não gostaria de privar. No segundo filme E Tudo o Nuno Espantou foi Nuno Homem de Sá a afastar todos os concorrentes de si, picando os miolos de quase todos para o olharem como um dos vilões da edição e ter assim tema de conversa que lhe desse destaque ao longo da semana. Quem reagiu a esta estratégia de Nuno foi Jaciara que o enfrenta e que mostra que foi para o Big Brother também com a noção do que é necessário fazer para se mostrar, provocar audiência e polémica para dar nas vistas e ser comentada, seja pelo lado mau ou bom. Sim, acho a Jaciara uma concorrente perigosa que cria enredo e muitas vezes chega a roçar pontos que podem vir a correr mal com as acusações que faz e o show que deu em direto na casa a chorar por perceber que o Nuno continuava na casa mostrou que está no jogo para se fazer de coitada por estar a ser prejudicada, o que é bastante perigoso perante o que diz contra o concorrente. Até a Barraca Abana revelou o diz que disse dentro da casa entre todos e mais alguns e lá surge novamente a Jaciara a atacar o Nuno Homem de Sá após a visualização do vídeo, gerando um novo bate boca entre os dois. Liliana também questionou Jardel pela razão de a achar falsa, sem conseguir obter resposta e justificação para tal afirmação do brasileiro. A relação de Bruno de Carvalho e Liliana também foi colocada nas imagens, mostrando que poucos acreditam no que une os dois concorrentes com a Liliana a revelar e a enfrentar Leandro sobre gostar de mulheres e que nenhum dos outros tem que questionar a sua aproximação para com o ex diretor do Sporting. A cantora revelou que está no programa sem medos e receios de dizer o que pensa e sem esconder a sua forma de estar na vida e dentro da casa do Big Brother. Gostei da sua defesa e tenho a aplaudir a personalidade que tem mostrado desde que entrou no reality show. 

Jorge Guerreiro mostrou a sua curva da vida, valorizando a presença da mãe na sua vida, os sonhos para se tornar cantor, o grande amor que iniciou aos 25 anos, a morte do pai com cancro em 2017, os problemas com a voz em 2019, a perda de um irmão em 2021, o grande amor terminou também no ano que terminou e a entrada na casa do Big Brother surgiu como um ponto de mudança perante a qual admite ainda não estar preparado para deixar o passado e as perdas para trás. Tal como a curva da vida do Francisco na primeira semana, também o Jorge acabou por revelar um lado menos conhecido da fama, acabando por ganhar uns pontos com este momento. 

Ao longo da noite as votações foram sendo suspensas e numa primeira fase Jay Oliver foi salvo com somente 3% dos votos enquanto quatro concorrentes a lutarem pela continuação do jogo. Se fiquei surpreendido por Jay ser o primeiro salvo da noite? Claramente, mas a percentagem entre os três menos votados era mínima e qualquer um entre três poderia ser. O segundo salvamento foi de 8% entre três e acabou por ser entregue a Nuno Homem de Sá, o que me surpreendeu por achar que o ator seria o último a ser salvo da noite. No final da possibilidade de votar, Bruno de Carvalho foi salvo com 13% e sem surpresas o público entregou a expulsão ao detestável Leandro com 87%, tendo o cantor obtido um dos maiores valores de sempre da história dos reality shows em Portugal para abandonar o jogo por vontade dos espetadores. Saiu, como estava mais que visto que iria acontecer, ainda surgiu com um discurso de que queria sair e mesmo no final ainda tentou mostrar que esteve a jogar e em personagem para tentar que alguém acreditasse no que disse mas totalmente em vão por não conseguir convencer grupo e público, numa falta de coerência geral do próprio. 

Jardel, em substituição do expulso Leandro, Nuno e Bruno disputaram a prova do líder onde tinham de continuar a cantar alguns temas conhecidos que paravam de tocar, num momento constrangedor para os três concorrentes e que só mostrou a incapacidade da produção da Endemol em criar provas engraçadas e divertidas para o público na eleição do Líder agora chamado de Presidente da casa. Bruno de Carvalho foi o eleito e volta assim a ter imunidade e algum poder no jogo durante a próxima semana.