Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Casal da Treta | Força de Produção

07
Mai19

casal da treta cartaz.jpg

 

A igualdade de género é uma treta, mas isso vai mudar! Ou será que não? Se até agora isto era um “clube de cavalheiros” bem-falantes, CASAL DA TRETA marca a estreia de Détinha (Ana Bola), a mítica mulher de Zezé (José Pedro Gomes). Décadas de vida em comum recordadas na medida do possível: os estafermos dos filhos, o bairro onde sempre despejaram o lixo, o casamento que só quem foi lá é que o esqueceu. Do poliamor ao fitness, da "prótese" da próstata ao “forno” uterino, este casal não tem tabus. Mas Zezé e Détinha têm alguns segredos um do outro.... Lamentavelmente (ou lamentavelmentemestes, diria Zezé), os portugueses vão ter de os saber. Que treta.

José Pedro Gomes celebrou ao lado de António Feio o espetáculo Conversas da Treta. Anos mais tarde e após a partida do companheiro dos palcos, José Pedro Gomes pegou no formato e criou com António Machado o espetáculo O Filho da Treta. Agora e porque o sucesso que surge em torno deste fenómeno assim o pede, eis que Ana Bola entrou no mundo da Treta e ao lado de José Pedro Gomes protagoniza Casal da Treta, a comédia que pode ser vista no Teatro Villaret desde o dia 25 de Abril. 

Numa divertida comédia que reúne dois grandes atores, Casal da Treta dá a conhecer Détinha ao público que tem seguido o sucesso da Treta. A já bem mítica mas desconhecida mulher de Zezé, José Pedro Gomes, ganha assim rosto e corpo, através de Ana Bola, para ao longo de cada sessão provar que as conversas machistas e de cavalheiros podem ser partilhadas num seio familiar onde variados temas são debatidos entre dois seres que se amam mas que também se atrapalham. Num divertido espetáculo, o despejo dos grandes centros urbanos a favor do turismo, os filhos, o casamento em falência, as dívidas, o bairrismo, o corpo perfeito, o sexo e o mal dizer são alguns dos temas que de forma bem conseguida são debatidos nesta comédia que segue em crescendo e de forma atualizada. 

Convites Duplos | Esta Vida é Uma Cantiga | 11 a 14.04.2019

09
Abr19

esta vida é uma cantiga.jpg

Esta Vida é uma Cantiga, o musical da ArtFeist Produções Artísticas regressou aos palcos e encontra-se em cena no Auditório do Casino Estoril. Aqui pelo blog existem convites duplos para sortear para uma das próximas sessões do espetáculo. 

Estreado no passado dia 16 de Março, este espetáculo reúne os maiores êxitos do teatro e cinema em Portugal, contando para a sua interpretação com Henrique Feist, Marta Alves, Susana Félix e Valter Mira. Com célebres canções de revista que retratam a alegria, a saudade, a dor, o amor e a partida, as cantigas de todos os tempos foram criadas e continuam em grande maioria nos ouvidos de várias gerações que gostam de teatro e cinema nacional. Esta Vida é Uma Cantiga é acima de tudo uma celebração dos 150 anos do Teatro de Revista e dos 80 anos do Cinema Musical em Portugal, numa apresentação ao jeito do que tem sido feito pela ArtFeist com os sucessos musicais dos últimos anos.

Para que todos possam ter a sorte de assistir a este espetáculo, eis que tenho convites duplos para oferecer para as sessões dos dias 11, Quinta-feira, 13, Sábado, pelas 21h30 e de Domingo, 14, pelas 17h00. Este passatempo irá estar disponível até às 18h00 do dia anterior à sessão, sendo que para Domingo o passatempo termina também no final de tarde de Sexta-feira. Nesse dia serão revelados os nomes dos vencedores nesta mesma publicação, sendo o sorteio feito através do sistema automático random.org. Os premiados serão contactados via email com as recomendações para o levantamento dos bilhetes acontecer nas melhores condições. Para a participação ser válida tens de seguir os passos que se seguem...

Ser seguidor d' O Informador no Facebook.

Partilhar o link deste texto, mencionando três amigos nessa mesma partilha na rede social.

Esta Vida É Uma Cantiga | Artfeist

07
Abr19

esta vida é uma cantiga cartaz.jpg

Espetáculo após espetáculo, a Artfeist tem pegado numa fórmula que tem corrido bem e reformulado com novo tema para voltar a surpreender o público. Desta vez e para reavivar a memória de todos, eis que voltou a cena o espetáculo Esta Vida É Uma Cantiga, numa versão atualizada e onde os temas que se tornaram célebres no teatro e cinema musicais são recordados ao mesmo tempo que se celebram os grandes nomes da representação nacional de outros tempos.

Os autores, interpretes e espetáculos que marcaram a história dos palcos nacionais e que ainda hoje levam a que vários temas sejam recordados estão agora bem interpretados por Henrique Feist, Susana Félix, Valter Mira e Marta Alves em Esta Vida É Uma Cantiga, o musical que tem Nuno Feist como mestre e responsável pelo som e que pode ser visto no Auditório do Casino Estoril. 

Com o recurso às mais célebres canções de revista e do cinema cantado feito por outros tempos no nosso país, a saudade é recordada ao mesmo tempo que os temas mais mexidos e com recados sociais são chamados a palco para que artistas e público os cantem em conjunto num espetáculo que acima de tudo celebra a origem do que é feito hoje. Os grandes nomes são recordados, as grandes peças mencionadas e a celebração acontece entre os que ainda vivem e os que já partiram e deixaram obra feita. Esta Vida É Uma Cantiga acaba por ser a celebração dos 150 anos do Teatro de Revista e dos 80 anos do Cinema Musical em Portugal.

Ao jeito do que tem sido pela Artfeist pelos últimos anos em espetáculos musicais, esta produção além de ter um rumo de cenas certo e quatro boas vozes em palco, consegue fazer o que nem sempre é possível, colocar o público a cantar, talvez por ter uma base totalmente em português e com quase todos os temas a serem ainda hoje recordados como os grandes e que foram prevalecendo na gíria cantada por todos nós, geração após geração. 

Convites Duplos | Esta Vida é Uma Cantiga | 04 a 07.04.2019

03
Abr19

esta vida é uma cantiga.jpg

Esta Vida é uma Cantiga, o reformulado musical da ArtFeist Produções Artísticas está de regresso e já estreou no Auditório do Casino Estoril. Aqui pelo blog existem convites duplos para sortear para uma das próximas sessões do espetáculo. 

Estreado no passado dia 16 de Março, este novo espetáculo reúne os maiores êxitos do teatro e cinema em Portugal, contando para a sua interpretação com Henrique Feist, Marta Alves, Susana Félix e Valter Mira. Com célebres canções de revista que retratam a alegria, a saudade, a dor, o amor e a partida, as cantigas de todos os tempos foram criadas e continuam em grande maioria nos ouvidos de várias gerações que gostam de teatro e cinema nacional. Esta Vida é Uma Cantiga é acima de tudo uma celebração dos 150 anos do Teatro de Revista e dos 80 anos do Cinema Musical em Portugal, numa apresentação ao jeito do que tem sido feito pela ArtFeist com os sucessos musicais dos últimos anos.

Para que todos possam ter a sorte de assistir a este espetáculo, eis que tenho convites duplos para oferecer para as sessões dos dias 04, Quinta-feira, 05, Sexta-feira, e Sábado, 06, pelas 21h30 e de Domingo, 07, pelas 17h00. Este passatempo irá estar disponível até às 18h00 do dia anterior à sessão, sendo que para Domingo o passatempo termina também no final de tarde de Sexta-feira. Nesse dia serão revelados os nomes dos vencedores nesta mesma publicação, sendo o sorteio feito através do sistema automático random.org. Os premiados serão contactados via email com as recomendações para o levantamento dos bilhetes acontecer nas melhores condições. Para a participação ser válida tens de seguir os passos que se seguem...

Convites Duplos | Lovers - Vencedores | 03.04.2019

28
Mar19

lovers - vencedores.jpg

Lovers, a peça que Brian Friel escreveu em 1967 é composta por dois textos: Winners e Losers (Vencedores e Vencidos). A peça Vencedores (Winners), situa-se na Irlanda, 1966, num período de profundas alterações sociais e politicas. A Igreja Católica controla poderosamente todos os aspetos da vida irlandesa, em particular nas comunidades rurais. O divórcio, o aborto, a contraceção bem como o sexo antes do casamento são mal vistos. Meg estuda num colégio de freiras, Joe estuda num colégio dirigido por padres. Meg está grávida, tem 17 anos. Joe tem 17 anos e meio. Querem casar-se. Têm sonhos e esperanças, estão apaixonados. São os vencedores, cheios de promessas e esperança.

O Teatro dos Aloés estreou a 26 de Março nos Recreios da Amadora o espetáculo Lovers - Vencedores, um texto de Brian Friel com encenação de Jorge Silva e interpretação de José Peixoto, Elsa Valentim, Carlos Malvarez e Raquel Oliveira. Ficando em cena até ao dia 07 de Abril, esta nova aposta da companhia de teatro terá sessões de Quarta-feira a Sábado pelas 21h30 e aos Domingos pelas 16h00. Aqui pelo blog existirá novo passatempo com a atribuição de convites duplos!

Em Lovers - Vencedores a narrativa gira em torno de sonhos e esperanças de jovens que vivem na Irlanda da década de 60 onde a igreja católica rege toda uma sociedade cheia de procedimentos a serem seguidos a bem da boa vida eterna. Mas quando dois jovens se apaixonam cedo demais o que acontecerá? Ai está a resposta em Lovers - Vencedores. 

Convites Duplos | Esta Vida é Uma Cantiga | 28 a 31.03.2019

27
Mar19

esta vida é uma cantiga.jpg

Esta Vida é uma Cantiga, o reformulado musical da ArtFeist Produções Artísticas está de regresso e já estreou no Auditório do Casino Estoril. Aqui pelo blog existem convites duplos para sortear para uma das próximas sessões do espetáculo. 

Estreado no passado dia 16 de Março, este novo espetáculo reúne os maiores êxitos do teatro e cinema em Portugal, contando para a sua interpretação com Henrique Feist, Marta Alves, Susana Félix e Valter Mira. Com célebres canções de revista que retratam a alegria, a saudade, a dor, o amor e a partida, as cantigas de todos os tempos foram criadas e continuam em grande maioria nos ouvidos de várias gerações que gostam de teatro e cinema nacional. Esta Vida é Uma Cantiga é acima de tudo uma celebração dos 150 anos do Teatro de Revista e dos 80 anos do Cinema Musical em Portugal, numa apresentação ao jeito do que tem sido feito pela ArtFeist com os sucessos musicais dos últimos anos.

Para que todos possam ter a sorte de assistir a este espetáculo, eis que tenho cinco convites duplos para oferecer para cada sessão dos dias 28, Quinta-feira, e 29, Sexta-feira, Sábado, 30, pelas 21h30, e de Domingo, pelas 17h00. Este passatempo irá estar disponível até às 19h00 do dia anterior à sessão, sendo que para Domingo o passatempo termina também no final de tarde de Sexta-feira. Nesse dia serão revelados os nomes dos vencedores nesta mesma publicação, sendo o sorteio feito através do sistema automático random.org. Os premiados serão contactados via email com as recomendações para o levantamento dos bilhetes acontecer nas melhores condições. Para a participação ser válida tens de seguir os passos que se seguem...

Monólogos da Vagina | Yellow Star Company

25
Mar19

BEVA8445.JPG

Joana Pais de Brito, Júlia Pinheiro e Paula Neves são as anfitriãs dos renovados Monólogos da Vagina que já se encontram em cena no Teatro Armando Cortez de Quinta-feira a Sábado, pelas 21h30, e aos Domingos, pelas 18h00. E sabem o que vos tenho a dizer sobre este espetáculo? Maravilhas!

Composto por vários textos individuais ou narrados entre as três, os Monólogos da Vagina que a Yellow Star Company agora serve ao público tem tudo o que é necessário para um bom espetáculo teatral correr bem e levar os aplausos de quem o vê. Com aproximadamente hora e meia de sessão, o que é ótimo e adequado para não alongar e cansar, o texto de Eve Ensler está mais que perfeito e bem trabalhado nesta produção. Com a abordagem de temas como o sexo, menstruação, prostituição, amor, orgasmo, violação, mutilação, imagem corporal e tudo o que puderem imaginar em torno do tema Vagina e também com os inúmeros significados e nomes comuns que são dados a esta parte física do corpo feminino, os Monólogos da Vagina estão simplesmente tão bem produzidos que do início ao fim é impossível não conseguir arrancar uns bons momentos de gargalhada geral. 

Agora imaginem o que é ver a Júlia, a Paula e a Joana juntas em palco com uma disposição incrível para relatar histórias sobre vaginas que andam algures por este mundo. Com histórias divertidas, reais e dispostas de modo a questionar o público mas ao mesmo tempo animar, este monólogos íntimos mas interpretados para todos são uma autêntica lufada de ar fresco num tema que é muitas vezes tabu em conversas entre mulheres e muito menos junto de homens.