Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

univseritarios-billboard

A Primark não está assim tão barata!

Publicado por O Informador, 02.05.18

primark.jpg

Nos primeiros anos em Portugal a Primark surgiu como a cadeia de lojas com preços bem baixos. Nos dias que correm olhando para certas peças não vejo assim tanta diferença como outrora, para mais pela qualidade que se distancia e onde o preço está cada vez mais próximo. 

Circulando pela zona dos fatos completos de homem e blazers a diferença de preços entre a Primark e outras lojas como a Zara, por exemplo, é praticamente nula. O que são cinco euros dentro da qualidade que é apresentada pela cadeia supostamente de preços baixos e as restantes ofertas do mercado? Pegar num blazer de 49,00€ na Zara com todos os cortes perfeitos e modelos trabalhados para acompanharem a última tendência e fazer o mesmo na Primark onde por 44,99€ se leva um blazer de estilo mais clássico, cores normais e com menos cuidados, mostra só por si que por vezes a pequena diferença, que já foi bem maior, não compensa. 

Olho para as lojas Primark e destaco alguns preços baixos mas no geral, falando essencialmente nos produtos apresentados na secção de homem, onde em qualquer loja sempre tudo é mais caro que um artigo semelhante na coleção de mulher, esses preços mínimos não existem. Sei que tudo tem os seus custos e as quantidades produzidas para homem e mulher são bem distantes, mas na Primark existem preços assim tão distantes também entre os dois sexos, levando a que o lado masculino tenha preços praticados mais próximos de outras lojas com um nome e posição superior dentro dos vários escalões sociais do mundo das marcas de roupa.

O salto da Primark

Publicado por O Informador, 13.04.16

primark.jpg

Chegou de mansinho e logo na primeira abertura causou impacto junto dos consumidores. Os anos passaram e a Primark tem invadido o país e já conta com nove lojas abertas e uma a ser preparada para ser inaugurada brevemente. Sabe-se agora que a Primark ultrapassou o número de vendas da Zara em Portugal, destronando assim a marca de roupa espanhola.

Segundo Breege O'Donoghue, do concelho de administração da Primark, em declarações ao jornal Público, «No ano passado vendemos 405 milhões de pares de meias e mais de 260 milhões de t-shirts». Breege vai mais longe e revela que «Não gastamos dinheiro em patrocínios, fazemos publicidade apenas quando temos abertura de lojas, temos um sistema eficiente de apoio às lojas, [relações de] longevidade com os nossos 700 fornecedores, pagamos a tempo, compramos em volume e com o maior tempo de antecedência possível para dar tempo aos fornecedores de planearem a produção. Compramos o tecido o mais perto possível da fábrica e temos uma margem mais pequena do que a nossa concorrência. Temos auditorias, em 2015 fizemos 2412 auditorias nas fábricas. Verificamos se os salários são pagos, se as horas de trabalho são contabilizadas, se estão a ser cumpridas todas as condições de segurança laboral e se os trabalhadores têm a idade legal.»

Ou seja, a Primark tem os preços mais baixos dentro do género de lojas espalhadas pelas grandes superfícies comerciais, vende milhões de peças por ano, causa mossa na concorrência e veste os portugueses com artigos iguais e semelhantes a tantos outros apelidados por terem boa qualidade.

Uma verdade dos sexos

Publicado por O Informador, 07.09.15

Existe a ideia social que uma mulher fica derretida quando vê um homem a passear o seu filho sozinho! Não podemos ir mais longe porque até nas compras constatei tal facto a acontecer!

Aproveitei o dia de folga e fui até uma loja de roupa comprar o que me restava da prenda da afilhada que completa os seus sete anos amanhã. Entrei, primeiro fui à secção de homem e embora tenham oferecido ajuda tudo foi normal. Quando depois me mudei para a área de criança e perguntei se numa das determinadas peças não existia o número que queria, eis que logo o tratamento foi alterado, existindo ali motivo de conversa com não uma mas duas das empregadas a mostrarem-se tão atenciosas com a selecção das peças que estava a escolher.

Notou-se claramente que a ideia que todos temos de que o sexo feminino fica contagiado quando vê alguém do sexo masculino a cuidar de crianças as suas hormonas alteram-se aconteceu naquele momento. Não estava a cuidar de criança alguma, no entanto estava a comprar roupas de criança para oferecer e aquelas duas moças ficaram por ali a rondar para perceberem o que ia levar e se precisava de mais ajuda!

Lacoste dos ricos

Publicado por O Informador, 16.12.14

A Lacoste chegou há Avenida da Liberdade e isso é uma mais valia da marca que chega agora a uma das artérias mais caras do nosso país. Com isto o que acabou por acontecer foi que a marca faz assumidamente a distinção entre o seu público remediado com o dos ricos.

Quem o afirmou foi o representante da marca no nosso país, Afonso Marques dos Santos, ao ter proferido o que passo a citar. «Esta é a primeira loja em Portugal com o novo conceito Premium que representa o posicionamento mais elevado da marca, reforçando a componente lifestyle da nossa coleção para o segmento de luxo».

O que se passa então aqui? Existe uma Lacoste que já não é acessível a todos e depois existe a de topo, aquela onde só alguns conseguem chegar no número 38H da mais cara avenida da nossa capital.

Distinções que nem sempre ficam bem a quem as pratica!

Encomenda MiniInTheBox chegou!

Publicado por O Informador, 06.08.14

Capas IPhone4SHá três semanas encomendei três capas para o iPhone4S através da página MiniInTheBox, tendo ficado na expetativa depois de fazer o pagamento das mesmas se estas chegariam até mim ou não! Ao final de quase vinte dias úteis, eis que as compras apareceram e a loja online ficou aprovada para novas compras que já me andam a piscar o olho!

A cerveja, a máquina fotográfica e a bolacha são agora as capas do meu telemóvel, estando aqui por casa para quando quiser trocar o seu visual. Gostei das aquisições, tendo chegado o trio de artigos em bom estado, dentro de uma pequena caixa e prontos a serem usados.

Percebe-se, para quem visita o site de compras, que a maioria das capas e acessórios de telemóveis vendidos pelas lojas ambulantes que andam pelo meio dos centros comerciais do país são adquiridos através deste sistema, sendo vendidos depois a mais do dobro ou triplo do preço. Não há que ter medo deste portal que me deixou na expetativa durante vários dias mas que me surpreendeu com a chegada da encomenda, por isso qual a razão de pagar mais caro um artigo quando se pode ter o mesmo por um preço bem baixo?!

Fiquei fã do portal MiniInTheBox e pelos próximos dias irei fazer nova encomenda porque não são só acessórios de telemóvel que por lá estão à venda...

A nova Pull & Bear

Publicado por O Informador, 21.07.14

Pull & Bear As lojas Pull & Bear estão a mudar e pode-se mesmo dizer que é das melhores mudanças que já vi acontecerem pelas marcas do género nos últimos anos! Já havia reparado que a loja do Centro Comercial Vasco da Gama estava fechada há uns dias atrás e que iria ficar maior, mas ontem no Colombo percebi que a mudança que irá acontecer pelo espaço do outro lado da cidade de Lisboa já tinha acontecido por ali e fiquei positivamente surpreendido!

Além de estar num espaço bastante maior, com muito mais artigos e com um jogo de cores formidável, a loja está extremamente bem decorada, tendo sido criado um ambiente bem jovem, existindo uma grande aproximação para com o público alvo da Pull & Bear.

Assim que entrei pela nova loja logo fiquei com vontade de contar a novidade, porque a mudança é mesmo total e aliando a isso o facto da época de saldos já ter começado, ir até às novas lojas Pull & Bear só se pode revelar um momento positivo. Neste novo espaço do Colombo ainda fiz algumas compras com cheiro a Verão e fiquei com vontade de tirar mil e uma fotografias, mas os seguranças podiam não achar lá muita graça e deixei-me ficar por este trio assim meio à socapa.

Pull & BearPull & Bear

MiniInTheBox

Publicado por O Informador, 11.07.14

Há umas semanas apareceu-me pelo perfil de Facebook um daqueles anúncios pagos onde várias marcas conhecidas colocam a sua publicidade só que dessa vez foi o portal MiniInTheBox que aparecia em destaque, o que acabou por chamar a minha atenção. Na altura visitei o portal, vi algumas das suas ofertas mas optei por não fazer nenhuma encomenda por não saber se o sítio era de confiança com os pagamentos e essas coisas do género. Agora optei por fazer uma encomenda e só no dia em que tiver os artigos em casa é que saberei se esta loja virtual é mesmo cumpridora das regras.

Fiz uma tripla encomenda de capas para o iPhone4S por o preço de uma ou nem isso! Nos últimos dias andei a ver em algumas lojas capas para o telemóvel e não encontrei nada que me agradasse e a um preço que gostasse, como tal optei por enfrentar o desconhecido e fiz esta encomenda pelo MiniInTheBox pelo preço de 5,93€, o que com o seguro de viagem no valor de 0,91, fez com que a minha compra ficasse pelo valor de 6,84€.

Havia vários estilos e cores de capas, tal como vários preços, mas optei por ficar por algo mais barato podendo assim testar o funcionamento do portal que só aceita pagamentos em PayPal ou por Cartão de Crédito.

A partir do momento em que recebi o email com a informação de que a encomenda já foi enviada terei que esperar de 10 a 20 dias até a receber por casa. Vamos lá ver como a minha primeira vez com a MiniInTheBox vai correr!

Depois mostro as compras, prometo!