Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

saldos-billboard

Telepizza lança Vulcano Sweet

Publicado por O Informador, 30.10.17
 

A Telepizza não pára de inovar e inventar! Agora para não se ficar atrás das marcas congeladas que estão pelo mercado nacional com algumas novidades achocolatadas, eis que surge uma nova sobremesa feita com a massa fresca Telepizza. 

Vulcano Sweet é a mais recente novidade do grupo de restauração! Aliando a massa habitual com creme de cacau e avelãs onde pedaços de KitKat têm lugar no centro de um «vulcão», esta nova sobremesa promete fazer as delícias dos mais gulosos amantes de chocolate que podem aliar assim o sabor da Nestlé a uma pizza. 

Stress? Eis os alimentos que o combatem!

Publicado por O Informador, 19.09.17

salmão.jpg

As pessoas que sofrem de algum stress acima do normal podem descansar porque surgem notícias com dados comprovados com alguns alimentos que podem ajudar os stressados desta vida!

No dia-a-dia todos estamos sujeitos a situações de stress, quer seja em casa, no trabalho, no trânsito ou até nas compras, mas existem alimentos que podem ajudar a tranquilizar o mais stressado de todos nós. O site Health divulgou a lista com os cinco alimentos que mais apoiam a redução do stress que se pode manifestar de várias formas emocionais, pelo cansaço e dores corporais. 

As verduras que ao produzirem dopamina, um químico cerebral responsável pelo prazer e que acabam por acalmar os níveis de tensão. O chocolate negro tão bem conhecido por ser um ótimo anti-stress através dos antioxidantes do cacau que ajudam a provocar um efeito relaxante sobre os vasos sanguíneos, ajudando a uma melhor circulação. O salmão por ser um peixe rico em ómega3 com as suas propriedades anti-inflamatórias. O peito de peru por ser rico em triptófano, o aminoácido que ajuda a regular a fome e os sentimentos de bem-estar e felicidade. E o iogurte que apoia a regulação de um possível mal-estar que o stress pode colocar através de dores intestinais. 

Estarei no bom caminho?!

Publicado por O Informador, 16.09.17

comer.jpg

 07h30 - Pequeno-almoço

09h30 - Segundo Pequeno-almoço

11h30 - Terceiro Mini Pequeno-almoço

12h45 - Almoço

15h15 - Lanche

17h20 - Segundo Lanche

18h45 - Terceiro Mini Lanche

20h00 - Jantar

00h00 - Ceia

 

Claro que os horários podem variar uns minutos mas estão mais ou menos dentro do que é habitual!

Refeições de moleza

Publicado por O Informador, 07.08.17

As recordações de infância são sempre uma mistura de bons e maus momentos da altura que se refletem em boas ideias sobre o que nos foi acontecendo. Na verdade percebo aos trinta que tive uma infância feliz, com pais que me amam, com uma família que sempre me deu mimo e com uma curiosidade e rebeldia de criança que em casa era uma coisa e na rua perante a sociedade era outra. 

Hoje apetece-me comentar o facto de ser um autêntico caracol no que toca a refeições. Lembro-me tão bem dos tempos de escola primária em que ao longo de uma hora ia até casa para almoçar, o que sempre foi bom por viver na terrinha, e conseguia demorar todos aqueles sessenta minutos a comer. Não, não era porque o prato estava cheio demais, era sim porque até mais ou menos aos dez anos era um molenga de primeira para comer. Demorava eternidades a tomar uma refeição, tentavam que comesse sozinho mas para o fim da hora já me tinham de ajudar para que não voltasse para as aulas de estômago vazio. Conseguia sentar-me à mesa e ficar a olhar para o prato, escolhendo o que colocar no garfo e nada levar até à boca para me despachar. Claro que aquela hora raramente acabava bem porque a vontade de comer era pouca, depois começavam a ralhar, ajudavam e por vezes acabava mesmo por apanhar uma lambisca para tentarem que comesse alguma coisa de jeito. E quando era peixe então tudo se tornava bem pior, uma autêntica tortura. 

Hoje envergonho-me dessa má fase que dei aos meus pais que se viam aflitos para que conseguissem fazer-me comer alguma coisa mas lembro-me daquelas inúmeras situações em que sentado numa mesa branca redonda ficava de olhos postos no prato e de boca fechada.

Lavagens higiénicas

Publicado por O Informador, 24.07.17

Por estes dias estava sentado a cear num restaurante de fast-food e como estava sozinho dei por mim a analisar os comportamentos de quem me rodeava. E nessa análise consegui perceber que além das pessoas não se dirigirem ao «banheiro» quando entram para fazerem o mínimo da higiene antes de colocarem as mãos na comida, muitos nem usam guardanapo como auxiliar para pegar no hambúrguer ou o que quer que seja. 

As pessoas esquecem-se um pouco de lavar as mãos, mesmo que seja de forma rápida, antes de agarrarem na comida. Se a refeição for feita de garfo e faca não se deve mais as coisas ainda passam, agora em locais onde tudo é comido à mão convém que exista higiene não? É que ainda por cima depois não se auxiliam de guardanapos para agarrarem a comida, já para não falar que as batatas fritas são transportadas do pacote para a boca com o recurso aos dedos. Falei nos guardanapos, mas esses serão bons para se usar diretamente com o que estamos a comer? É que também já passaram por vários locais e mãos! 

O importante é refletir no facto de que a maioria das pessoas que vão a cadeias de fast-food não se dirigem primeiramente aos lavabos para expulsarem as bactérias que adquiriram na viagem, a ver roupa, a mexer em animais e por ai fora... 

Curtas e Diretas #46

Publicado por O Informador, 19.12.16

Após comer ao longo do dia doces e alguns ainda quentes por terem acabado de ser feitos, eis que a barriga ressente-se com dores! Para todas as invejosas e invejosos (seguindo a igualdade de género aconselhada) que também queriam comer bolos e doces e não o fazem pelas dietas, eis a vossa alegria... O que comi revoltou-me o estômago! 

Devorar a Lasanha do Lidl

Publicado por O Informador, 13.12.16

Quando a conversa gira em torno da famosa lasanha do Lidl, aquela que no rótulo contém a informação que dá para quatro pessoas e que consigo, quando estou inspirado, comer na totalidade, o que eu faço?! Fico calado!

Um dizia que um tabuleiro daqueles lhe dava para cinco refeições (como come pouco o moço), outro dividia o tabuleiro em três partes (sempre se alimenta um pouco melhor que o primeiro) e o terceiro afirmava devorar em duas refeições a lasanha. Eu, com receio de chocar mentes mais sensíveis por ser magro e comer tanto, optei por ficar calado e não comentar essa parte da conversa para não ter de dizer que um tabuleiro serve-me como refeição.

Já apostaram comigo que não o conseguia fazer! Já provei que o faço numa boa, basta estar com vontade para comer lasanha e aquela é perfeita! Sei que afirmar estas coisas sem provas para apresentar é complicado, mas podem acreditar... Quando a vontade surge, o tabuleiro é todo meu!