Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

26
Jul15

Festa de Verão SIC

O que se passou este ano com a Festa de Verão da SIC? Sempre anunciada com tanto glamour e brilho e em 2015 o evento foi do mais pobre que existe por aí e que o canal já apresentou dentro deste tipo de eventos!

Mesmo tendo alterado o local do evento as coisas podiam ter corrido melhor, diga-se de passagem! Em pleno directo várias foram as vezes em que a pista principal foi mostrada e as moscas nem por lá deviam andar atrás de copos inexistentes de bebidas doces! Onde andavam os convidados que já deviam estar a marcar presença para encherem o espaço? Não estavam simplesmente!

Depois e pela passadeira vermelha estava uma Sofia Cerveira com um Diogo Morgado encaixado à última da hora no lugar do Ricardo Pereira. E o que aconteceu com os entrevistados pela dupla e pelas repórteres que andavam pelo recinto? Tiveram de falar das suas vestimentas e acessórios porque as marcas e como a SIC tanto gostam têm mais destaque do que o verdadeiro interesse da festa, o divertimento de quem está presente e o entretenimento do que se quer mostrar ao espectador que está pelo sofá a assistir à emissão do canal.

05
Jun15

Lá vai Lisboa!

Adoro ir para os santos em Lisboa de 12 para 13 de Junho! Houve uns anos em que consegui ir e depois por força do trabalho no dia seguinte, já que por Alenquer não é feriado municipal, acabei por ficar preso sem poder festejar na grande noite alfacinha pelos últimos tempos! O que é uma boa notícia desta vez é que no Sábado, 13, estarei de folga para logo depois entrar de férias! O que isso poderá significar?

Pois é isso mesmo! Se o dia de folga não tiver de ser trocado por ter a colega de férias nessa mesma semana, eis que poderei estar com entrada livre para as ruas e ruelas lisboetas na noite onde os santos saem há rua para as marchas passarem pela avenida mais conhecida do país e as sardinhas armam-se em vedetas pelos vários bairros da capital! 

Vamos fazer figas para que nada se altere até dia 12 e que possa ir para a borga? Vamos! Vamos! Vamos! Agora tenho é que pensar em convencer as companhias para também irem, já que nem todos gostam de tais ajuntamentos e festejos populares!

13
Fev15

Mais um Carnaval! Grrrrrrrrrrr

E já entramos naqueles dias de que tantos gostam e que podia saltar sem dar qualquer conta! O Carnaval é daqueles eventos anuais a que não ligo nenhuma e ao qual não consigo achar qualquer graça!

Que positividade tem andar disfarçado de alguma coisa e a sujarem-se de um lado para o outro? A única coisa que vejo de positiva e que não abranje todos os mascarados ou encaraçados, como lhes queiram chamar, é o facto de muitos se conseguirem divertir em maior escala do que o normal e fingirem ser o que muitas vezes desejavam verdadeiramente ser ao longo dos seus dias de vida real.

22
Ago14

Touradas

As touradas e as suas festas, que compreendo cada vez menos, ainda continuam a ser transmitidas e a fazerem notícias como se fossem um bom espetáculo! Enfim!

Valerá mesmo a pena andarem a sacrificar animais publicamente, numa espécie de brincadeira para o povo ver e depois essas mesmas pessoas serem defensoras dos direitos dos animais? Aplaudem as regras que são colocadas em prática para salvaguardarem cães e gatos dos maus tratos que tantos donos praticam, no entanto depois sentam-se pelas praças nacionais a baterem palmas com gritos imundos a moralizarem os terroristas do mundo animal que se vangloriam por espetarem afiadas facas a criaturas que correm durante uns bons minutos em auto defesa inglória para com o ser humano.

Em criança adorava o ritual das touradas e tudo o que envolvia a festa tauromáquica, com o crescimento e as mudanças de pensamento fui percebendo que as ideias que sempre me foram dando acerca daquele sacrifício animal estavam todas erradas. Assistir ao início do leito de morte de um touro num ato de cobardia do homem perante os seus semelhantes mostra um estado lastimável da cultural do país.

Matar animais em praça pública e com aplausos pelo meio não é um estado cultural de que o povo se tenha que orgulhar por ser uma tradição a manter. Eliminar a vida de um touro é matar um animal, é ferir um ser e festejar tal cena macabra perante centenas ou milhares de pessoas!

Uma tourada, no sentido figurado da palavra, é uma verdadeira correria onde se persegue alguém que furta algo. Será que os pobres animais que levam os maltratos pela arena fizeram algum mal às pessoas com quem se acabam de encontrar na triste festa?!

Existem vários papéis trocadas nesta espécie de arte aplaudida por muitos e criticada por poucos!