Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

29
Out18

Augusta | Matias Damásio

| O Informador

matias damásio - augusta.jpg

Matias Damásio lança o novo disco, Augusta, dedicado à sua avó. Num momento em que o cantor deu uma entrevista a Daniel Oliveira no programa Alta Definição onde revelou vários factos marcantes da sua vida, entre eles o abuso sexual de que foi alvo quando tinha 12 anos de idade por uma mulher mais velha e o que enfrentou até o seu talento ser reconhecido, o artista tem sido assim presença assídua nos últimos dias pelos vários canais de televisão e rádio para dar a conhecer este seu novo lançamento e falar do seu percurso de vida, do passado ao que está para acontecer. 

Augusta é o nome deste novo trabalho onde o tema Voltei com Ela e Teu Olhar assumem lugares de destaque. Letras super bem escritas, trabalhadas e interpretadas, mostrando que o valor que Matias Damásio tem assumido no panorama musical não é mesmo em vão. Dedicado à avó e às mulheres da sua vida e do mundo, este novo disco é assim uma homenagem aos afetos perante quem passa na sua vida e vai ganhando um lugar especial. Para marcar ainda mais a posição que as mulheres têm na sua vida, o cantor convidou Aurea, Pérola e Claudia Leitte para participarem no disco Augusta, celebrando assim a amizade e o talento em língua portuguesa. 

Para quem acreditava que não era possível Matias Damásio continuar a surpreender, fiquem aqui com os seus novos sucessos!

04
Out18

Fariña, a série enfadonha

| O Informador

fariña.jpg

Comecei a ver série Fariña, na Netfix, por ter visto bons comentários acerca da produção que iria de encontro ao sucesso de Narcos. O tráfico de droga na Galiza é a base desta série, relatando acontecimentos reais na década de 80, altura em que o setor da pesca começou a sofrer alterações que levaram pescadores e mercadores a procurarem novos negócios. Prometia, pela forma como foi publicitada, ser uma grande produção com uma história que pretendia conquistar e onde os cerca de sessenta minutos de cada episódio passariam de forma rápida. Posso dizer que nada disso aconteceu enquanto fui vendo Fariña. 

Substituindo a pesca pelo contrabando de tabaco logo no primeiro episódio para manterem famílias e negócios de fachada e posteriormente entrando no mundo da droga, o espetador é convidado a conhecer Sito Minãnco, interpretado por Javier Rey, o verdadeiro barão que parece tudo conseguir conquistar. A partir daí o grupo de traficantes e seus discípulos segue a sua linha, com a investigação sempre por detrás para os tentar deter. Entre perseguições, prisões, protestos e lutas internas, a história de Fariña é recontada com base no que aconteceu realmente. 

20
Set18

Egas e Becas assumem homossexualidade

| O Informador

egas e becas.jpg

Passamos décadas na incógnita e eu ia jurar que na fase em que via a Rua Sésamo que olhava para a relação do Egas e do Becas e achava que eram irmãos. Depois percebi que não era bem assim, existindo uma amizade entre as duas personagens, mas uma amizade que ganha outros contornos conforme as crianças vão crescendo e tomando contacto com outros conhecimentos sobre relações humanas. Agora, o criador da famosa série, Mark Saltzaman, falou sobre a especulação que sempre existiu entre a relação das personagens e admitiu que criou o Egas e o Becas com uma relação amorosa, formando um casal homossexual. 

Foi em entrevista à Queerty que o guionista e criador da série falou sobre a relação das duas personagens, comparando-a com a que manteve com o seu falecido companheiro, o editor Arnold Glassman, que também colaborou na série Rua Sésamo. «Mais do que uma pessoa, referia-se a mim e ao Arnold como o Egas e o Becas», revelou Mark que se identifica com o Egas e coloca em Becas o seu antigo companheiro. 

«Sempre senti que quando estava a escrever o Egas e o Becas eles eram homossexuais. Não tinha qualquer outra forma de os contextualizar. Não acredito que saberia escreve-los de outra forma que não como um casal amoroso», acabou por contar o criador das personagens de Rua Sésamo. 

15
Set18

Presidente da RTP sem noção

| O Informador

rtp.png

Gonçalo Reis é o atual Presidente do Conselho de Administração da RTP e em entrevista ao jornal Público afirmou que «a RTP está a prestar mais serviço público, ao Estado caberá ajustar a Contribuição para o Audiovisual de acordo com a inflação tal como a lei estipula». A minha questão vai no sentido que sempre debati sobre o facto de sermos todos nós, numa taxa com a fatura da luz, a pagarmos a RTP que gasta milhões e ainda contém publicidade, menos que os privados, mas que podia perfeitamente se igualar ao tempo publicitário da concorrência para sobreviver por si. O problema disto tudo está mesmo nos luxuosos ordenados e na quantidade de funcionários que os canais públicos de televisão têm há anos e muitas vezes sem qualquer sentido. Quem paga? O povo que muitas vezes nem passa os olhos pelo canal! Com isto o Presidente Gonçalo Reis ainda quer ter um cheque maior para poder fazer programas em direto por onde lhes apetece só para terem uma vista sobre o Tejo, mesmo que para isso paguem milhões por ano quando o mesmo formato podia ser feito em estúdio e sairia bem mais barato.

Para Gonçalo Reis o Governo devia recompensar a RTP pelo serviço público que tem sido feito nos últimos anos, mesmo com as audiências dos canais públicos a baixarem. A solução para o Presidente seria aumentar a taxa do audiovisual em 2019 nas faturas pagas todos os meses. «O financiamento da RTP é dos mais baixos da Europa. Até a Grécia, a Bósnia ou a Macedónia têm recursos superiores para o audiovisual. Nos últimos anos, com esforço, sacrifício e empenho interno, a RTP lançou novos canais na TDT, abriu os arquivos históricos, aumentou o apoio ao cinema e produção independente, e à divulgação de áreas culturais. Atuando numa situação de concorrência, de mercado, em que as exigências são crescentes, a RTP tem de ter os meios», afirma, e para isso têm de apostar, digo eu, em formatos mais caros que não são vistos e não recolhem assim o interesse publicitário.

Olho para as palavras proferidas e só penso que existe muita falta de noção dentro do canal público. Na programação diária apostem em séries para o horário nobre que ninguém vê e que podem muito bem começar logo após o Telejornal para terminarem no espaço de dez semanas, em alguns casos, perto da meia noite. O day time tem formatos base mas depois andam constantemente a inventar situações para andarem pelo país, o que envolve maiores despesas. Ainda no entretenimento são vários os rostos com salários fixos e que passam semanas a aparecerem com espaços semanais de minutos inseridos nos programas diários. Renovações de contratos com medo da concorrência e criação de programas para segurarem apresentadores só porque sim e não a pensar nos bons valores do canal. 

03
Set18

A Teoria do Big Bang chega ao fim

| O Informador

a teoria do big bang.jpg

A décima segunda temporada da série A Teoria do Big Bang assinalará o final desta comédia que se tornou num verdadeiro sucesso internacional. Após doze anos, a série protagonizada por Jim Parsons (Sheldon), Johnny Galecki (Leonard), Kaley Cuoco (Penny), Simon Helberg (Howard) e Kunal Nayyar (Raj) chegará ao fim e a Warner Bros. Television, a CBS a Chuck Lorre Productions já fizeram um comunicado final onde revelam «Estamos eternamente gratos aos nosso fãs pelo apoio à Teoria do Big Bang durante as últimas doze temporadas.».

Está assim certo o final desta comédia que estreará a décima segunda temporada a 24 de Setembro e que verá o último episódio ser transmitido em Maio de 2019 nos Estados Unidos, não existindo ainda data para a estreia em Portugal desta última e derradeira temporada de A Teoria do Big Bang. 

25
Ago18

Exclusivo | Baião com Cristina nas manhãs da SIC

| O Informador

joão baião.jpg

Nos últimos dias a bomba televisiva foi lançada com a transferência de Cristina Ferreira da TVI para a SIC. Agora e numa informação exclusiva que me foi dada e de fonte bem próxima do apresentador, posso revelar que a apresentadora não estará sozinha na condução do novo programa das manhãs da estação de Carnaxide. João Baião, que mantém o seu vínculo contratual com a SIC e que estando no ar ou não está a ganhar, irá juntar-se a Cristina na nova aposta do canal agora dirigido por Daniel Oliveira. 

Nos corredores do canal a informação sobre esta junção de Cristina com João já é sabida, não estando ainda certo quando o novo programa estreará, tudo apontando para o início de Janeiro. Para já o que é real é que os apresentadores estão escolhidos e João mantém-se assim como uma aposta no entretenimento do canal, juntando-se à antiga parceira televisiva de Manuel Luís Goucha para lhe fazerem frente. 

Lembro que João Baião regressou à SIC em 2014, após uma passagem pela RTP, tendo apresentado ao longo dos últimos quatro anos o programa Sabadabadão, ao lado de Júlia Pinheiro, Portugal em Festa com Merche Romero, Rita Ferro Rodrigues e Catarina Morazzo, sendo ao mesmo tempo aposta nas tardes semanais em Grande Tarde com Andreia Rodrigues e mais recentemente Juntos à Tarde ao lado de Rita Ferro Rodrigues. Estes formatos não conseguiram atingir a liderança nas audiências e acabaram por ser cancelados devido aos maus resultados obtidos enquanto estiveram em antena. Agora Baião voltará a ser aposta mas nas manhãs ao lado de Cristina Ferreira num tudo por tudo perante um horário há anos perdido para a TVI. 

Mais sobre mim

foto do autor

Banner mrec Saldos 2019

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Happy

    Eu vi e gostei muito!

  • Gorduchita

    Não defendendo de forma nenhuma a empresa de medic...

  • O Informador

    É possível porque nas carrinhas é mesmo para despa...

  • O Informador

    O meu não perde o contacto com o cabo, mas só liga...

  • Anónimo

    Quando vou à medicina do trabalho num edifício ond...

Mensagens

Pesquisar