Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Universitários-billboard

Ciclistas

5752C001-B573-42C9-A8D0-82DA57280540.jpeg

Os ciclistas respeitadores que me desculpem qualquer coisita, mas tenho a apelar a que alguns dos humanos que circulam pelas estradas deste país em bicicleta percebam que nas estradas podem e devem circular para se manterem em forma mas pensem nas outras viaturas que andam também por ai. O apelo é mesmo o de não desrespeitarem as regras e tentarem seguir em fila para facilitar a passagem dos restantes.

Será assim tão difícil seguir em linha e não paralelamente para que carros e camiões possam seguir os seus trajetos sem demoras e receios? Uns fazem-no por desporto, outros pelo convívio e acredito que seja neste campo que muitos erram, por quererem pedalar ao mesmo tempo que vão mantendo a conversa de café em dia para que as notícias do momento sejam bem comentadas e revistas.

Já agora, em locais mais movimentados evitem levar crianças, já que por muito que os automobilistas tenham cuidado e abrandem a velocidade, pode existir sempre um deslize e depois os acidentes acontecem. Quantas estradas sem movimento ou parques com menos perigos existem disponíveis por este país fora e ainda há dias em plena estrada nacional, ao fim-de-semana com menor tráfego, vi um pai com dois menores abaixo dos dez anos de idade a circularem, com uma das crianças na frente do progenitor e a outra atrás, cada qual com a sua bicicleta. Acredito que este exemplo seria bem dispensável se o adulto tivesse a capacidade de perceber que existem locais apropriados para passear de bicicleta com os seus filhos. 

Ganha Gente Feita de Terra no Instagram

4F23D824-4349-4E03-9BC8-ABD555BBD89D.jpeg

Querida pessoa que passas diariamente ou esporadicamente por este blog, esta mensagem é para ti!

Tenho a dizer que te convido a passares pela minha página de Instagram para te habilitares a ganhar um exemplar do novo livro de Carla M. Soares, a autora de Limão na Madrugada. Gente Feita de Terra é o novo romance da autora, lançado pela Cultura Editora, e na minha página de Instagram estou a sortear um exemplar da obra para que todos possam ter a oportunidade de conhecer esta nova narrativa da autora. 

 

Sonolência extrema

D30F25D1-F62A-4BA3-B950-C96DD0164D58.jpeg

Nas últimas semanas tenho sentido uma sonolência tão grande que até o simples facto de conduzir após o anoitecer me coloca um pouco com receio por sentir os olhos em certas alturas do trajeto a quererem fechar. 

Se estou em casa e deixo-me ficar sentado no sofá ou cama a ler ou ver um pouco de televisão percebo que o cansaço do corpo me está a puxar para adormecer. Se vou a algum lado começo a sentir o peso no corpo e a vontade de voltar a casa para me deitar acontece. Sinto-me cansado de há uns tempos para cá, percebendo que o corpo necessita de descanso e que a mente acaba por se ressentir também.  

Fátima - A História de Um Milagre

7608AE94-FC80-4C08-AED3-27E8ADC0FB7B.jpeg

As aparições aos pastorinhos ocorridas entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917 na Cova da Iria deram o mote para um novo filme, desta vez internacional, sobre a grande história do milagre de Fátima. Fátima de seu nome, é a película que conta a história da aparição de "uma Senhora mais brilhante do que o Sol" que surgiu perante Lúcia e os seus primos, Francisco e Jacinta, enquanto pastavam o seu rebanho de ovelhas. 

A história de um milagre que gerou bastante controvérsia e que chegou a colocar as crianças em perigo de vida por estarem supostamente a inventarem o que seria impensável. Nossa Senhora do Rosário, como se apresentou às crianças, deixou-lhes mensagens de paz e segredos que teriam de guardar consigo, no entanto a revelação da aparição não foi omitida e primeiramente os familiares e depois os habitantes da aldeia souberam e não reagiram assim tão bem ao que estava a ser proferido. Rapidamente a notícia da aparição espalhou-se e de todo o país surgiram milhares de pessoas crentes pela Cova da Iria para perceberem a verdade do que andava a gerar falatório e a criar mal estar entre a Igreja Católica e o Governo, ao mesmo tempo que queriam ver as crianças. A pressão, o receio, a verdade e os laços num filme histórico, bem construído e que mostra todo o drama em torno de um milagre não aceite por muitos e com valor para outros tantos. 

Com rodagens ao longo de cinco meses em mais de trinta locais em Portugal, Fátima reconstituiu muitos dos acontecimentos marcantes das aparições de Fátima em 1917 e embora seja uma produção norte-americana, vários são os atores portugueses a darem vida a personagens de destaque nesta história recriada e que impressiona no grande ecrã até uma pessoa mais cética como eu, embora com um acontecimento que revivi enquanto vi o filme, pela forma como tudo é apresentado e como todo o elenco mostra o seu profissionalismo do início ao fim, mostrando como o casting foi bem realizado numa mistura internacional que contou com Joaquim de Almeida, Lúcia Moniz, Sônia Braga, Goran Visnjic, Marco D'Almeida, Joana Ribeiro, João D'Ávila, Alba Baptista, Stephanie Gil, Alejandra Howard, Jorge Lamelas e Harvey Keitel, numa produção que contou com realização do italiano Marco Pontecorvo e argumento de Valerio D'Annunzio e Barbara Nicolosi.

O IVA foi e voltou!

IVAUCHER

Informo aqui que já me encontro a receber o valor do IVAucher que fui acumulado até ao último dia de Agosto em pagamentos com contribuinte em restauração, cultura e livrarias. Por estes dias de Outubro já fiz despesa na restauração e já comecei a receber metade dos valores gastos agora através do saldo que tenho disponível neste sistema que o nosso Governo elaborou para supostamente ajudar os serviços que mais foram afetados pela pandemia. 

Obrigado António Costa e seus companheiros de viagem política pela criação do IVAucher e por mostrarem que o sistema Simplex afinal resulta e que ao longo dos últimos anos tem sido melhorado para que com simples cliques se consiga perceber que tudo está a ser feito de forma acessível e com ligações e simplicações de cliques que outrora não era possível. IVAucher a funcionar e os valores pagos a serem restabelecidos aos poucos onde devem estar, na minha conta bancária. 

Convites duplos | Começar

28 de Outubro | Teatro Aberto

64BA4CBF-69EE-4CAC-B0D1-E5838372EDDC.jpeg

A nova temporada do Teatro Aberto está preparada e a estreia acontece com Começar, a nova produção da autoria de David Eldridge encenada por João Lourenço. Estreada a 20 de Outubro, com Cleia Almeida e Pedro Laginha em palco, Começar retrata uma história de amor entre dois solteiros solitários que sofreram alguns desgostos mas que ainda acreditam que é possível amar e ser amado.

Nos últimos anos O Informador e o Teatro Aberto têm andado em parceira no lançamento dos novos espetáculos, como com Começar não será excepção, tenho cinco convites duplos para oferecer, destinados à sessão de dia 28 de Outubro, Quinta-feira, pelas 19h00. Para que a participação seja válida tens de seguir os passos que se seguem. Ser seguidor d' O Informador no Facebook e/ou Instagram, tal como do Teatro Aberto - Facebook e Instagram. Partilhar o link deste texto via Facebook ou nos Stories do Instagram, mencionando O Informador, tal como três amigos nessa mesma partilha numa das redes sociais. Preencher o formulário - AQUI - onde só é permitida uma participação por endereço de e-mail. Esta oportunidade irá estar disponível até às 12h00 do dia 26 de Outubro, Terça-feira, e nesse dia serão revelados os nomes dos vencedores nesta mesma publicação, sendo o sorteio feito através do sistema automático. Os premiados serão contactados via email com as recomendações para o levantamento dos bilhetes acontecer nas melhores condições.

Imagina a noção

0A862D46-4953-49F0-880B-5D819B51D051.jpeg

Imagina, se fores bom a criar cenários mentais, a seguinte situação...

Tens o carro estacionado de frente para uma casa, como as marcas no chão assim o indicam. De manhã, quando estás descansado em casa um vizinho toca à campainha porque uma empresa contratada pela autarquia começou a abrir um buraco na estrada mesmo atrás do teu carro. Caso não tenhas percebido, tal como os obreiros não entenderam, o meu carro acabava por ficar trancado mesmo estando bem estacionado. De um lado tinha uma casa, do outro iniciavam uma escavação sem se preocuparem em avisar e procurar o proprietário ou terem marcado o espaço no dia anterior, como se tivéssemos de adivinhar que iriam fazer perfurações durante umas horas. 

Regresso tranquilo

008BEE23-1BC3-432A-BFA4-54C41A37B744.jpeg

Regressei à rotina mas sinto que estou em modo botija de gás a ficar vazia e a precisar de viver em tranquilidade. Sem entusiasmo acima da média, pouco falador e sem me importar se o tempo faz chuva ou sol, sinto que estou no meu canto, a cumprir funções, a seguir caminho mas com calmo, pedindo que o percurso siga sem oscilações e sem que criem problemas onde eles nem existem.

Torne-se Um Decifrador de Pessoas | Alexandre Monteiro

Planeta de Livros

C1C05CB1-6936-4923-9ADD-B13AC20A4725.jpeg

Título: O Torne-se Um Decifrador de Pessoas

Autor: Alexandre Monteiro

Editora: Planeta de Livros

Edição: 2ª Edição

Lançamento: Junho de 2021

Páginas: 328

ISBN: 978-989-777-484-3

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: O movimento das mãos, a posição das pernas, as rugas no rosto, os rabiscos num papel feitos durante uma reunião, os objetos da mala, os sapatos que escolhe, o coçar a cabeça, a sua assinatura, a decoração da casa ou a arrumação da secretária de trabalho.

Tudo isto são sinais que não pode ignorar. Conseguirá descobrir muito mais através deles do que através das palavras.

Por exemplo, se uma pessoa tem mau feitio, se gosta de socializar, se foi educado por pais autoritários, se é uma pessoa agressiva, se está a dizer a verdade ou a ocultar informação, se está a tentar manipular, se é confiável, um bom líder, se é ansioso, um amigo verdadeiro ou um cônjuge fiel.

Alexandre Monteiro desvenda, pela primeira vez, as técnicas ensinadas pelas maiores escolas de espionagem mundiais, como FBI, MI6, CIA e MOSSAD.

E explica-lhe os métodos de que precisa para obter das pessoas a informação que necessita, como ler, interpretar e influenciar comportamentos, proteger-se de pessoas manipuladoras e tóxicas, saber dizer não, ser mais sedutor e detetar a mentira.

O autor, especialista em linguagem corporal, ensina-lhe neste livro prático, com fotografias, dicas e exercícios, como descodificar tudo o que vê e descobrir quem realmente tem à sua frente, observando os sinais e gestos que o nosso corpo revela.

 

Opinião: Através de Torne-se Um Decifrador de Pessoas, de Alexandre Monteiro, é possível perceber que no ambiente em que vivemos acabamos por indiciar muito mais de cada um através de gestos, escolhas e comportamentos, que num todo ajudam a revelar pormenores que nem sempre as palavras desvendam. Muitas vezes é sem se falar que acabamos por dizer muito mais do que o desejado, transmitindo informações corporais que revelam o que cada um pretende ou está a interpretar do que está a ser feito perante os seus olhos. Os pensamentos nem sempre ficam isolados, acabando por com simples expressões perante as quais nem nos damos conta, serem referenciados. 

A posição dos pés e das mãos, as rugas de expressão, o revirar dos olhos, o cruzar de pernas, a utilização de acessórios. Muito do que por vezes nem ligamos está bem explicado por Alexandre Monteiro neste seu manual cheio de ferramentas que ajudam a descodificar comportamentos e sinais reguladores da verdade que nem sempre é revelada. 

Sendo este um livro que deve ser lido com tempo e sem que se queira assimilar tudo de uma só vez, Torne-se Um Decifrador de Pessoas acaba por dar ao leitor uma experiência de conhecimento e procura para identificar as explicações que são dadas nos que nos rodeiam de imediato. Perceber e lembrar de forma assim interpretativa a posição corporal de alguém em determinado momento, começar a perceber quem com os seus gestos não se encontra confiante em certa situação. Muito aprendi com este manual publicado pelo Alexandre, sendo daqueles livros que recheei de post-its e que voltarei certamente de forma regular para lembrar determinados apontamentos que achei necessários por reconhecer certos comportamentos. 

Afiliado da Wook

Wook

Hoje apetece fazer uma publicação bem descarada sobre ser afiliado da Wook e contar contigo para ir juntando valor à minha conta para adquirir futuramente novos livros, quer estejam entre as novidades, promoções ou dias especiais de saldos.

Já deves ter percebido que quando falo de livros aqui pelo blog e sempre que menciono a livraria online Wook deixo um link nos títulos e imagens das obras, link esse que te redireciona diretamente para a loja para que possas adquirir o livro que acabei de ler ou pesquises pelos que te podem estar a interessar no momento. Sim, se fores para o portal da livraria online através dos meus links espalhados pelo blog e fizeres as tuas compras a partir daí não pagas mais por isso e eu acabo por ganhar uma pequena percentagem sobre o valor gasto, não interferindo em nada com o valor da venda, uma vez que sempre pagarias o mesmo, simplesmente parte do valor da compra fica para mim como afiliado e não vai todo diretamente para a Wook.

Além de colocar os links nos textos que publico com a opinião dos livros, por vezes coloco também os banners promocionais na barra lateral do blog e em dias especiais faço o mesmo pelas redes sociais, sempre com o meu link pessoal a acompanhar para que todos os seguidores do blog que comprem livros através das minhas páginas contribuam para poder encomendar o que me apetece ler no futuro.

Pág. 1/3