Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ebooks-billboard

Melhoramento pandémico não existe!

atitude.png

"Todos vamos melhorar perante os outros após a passagem da pandemia".

Isto era o que meia sociedade proferia há uns tempos atrás. O tempo foi passando e a conclusão que se consegue tirar acaba por nem existir. Na verdade tenho uma estranha impressão sobre tudo e todos, não percebendo bem onde existiu melhoramento de uns para com os outros neste tempo onde muito devíamos ter aprendido sobre os mais diversos estilos de relações.

Com um Escorpião não se brinca

signo-escorpao.jpg

Nunca ouviste dizer que os atos ficam com quem os pratica ou que a vingança se serve bem fria?

Sou Escorpião e dando valor ao negativismo com que pintam o signo por vezes é necessário virar a manta e colocar o azedume de forma. E já que a fama de se ter mau feitio quando é necessário existe para com o signo, então que da fama se possa tirar o proveito.

Por vezes os outros signos, que parecem mais pacatos e que tentam dar a volta pelas costas do que acreditam ser o inimigo, fazem-se de chicos espertos só que não percebem que um Escorpião atento consegue perceber a malvadez em ligeiros comportamentos. Como não me fico pelo jogo de perceber e deixar passar, então que agora se aguentem com as consequências porque quando estou em fase amigável tudo muito bem, mas quando um Escorpião vira a boneca as coisas não correm assim tão bem.

Bom Domingo!

domingo.jpg

Acordar e deixar ficar a desfrutar da almofada por uns momentos até que o corpo se sinta capacitado para tomar alento e iniciar bem devagar o dia de Domingo. Fazer a primeira higiene do dia, preparar um requintado pequeno almoço para ser tomado ao sol matinal que se faz sentir na varanda, aproveitar o momento posterior para ler um pouco começando o dia de pausa com calma, sem horários e pressas. 

Todo este início de Domingo poderia acontecer, não fosse hoje dia de trabalho, já estar acordado há algum tempo porque tenho um despertador interno que não me deixa dormir até mais tarde, já tomei um rápido pequeno almoço e agora estou aqui, a escrever para logo publicar esta tua leitura, pensando que daqui a pouco é tempo de ir ao banho, aprumar a vestimenta e cuidar do corpo para me colocar a andar logo após o almoço antecipado para entrar em funções no preciso horário em que a maioria das famílias portuguesas se senta em torno da mesa a desfrutar da refeição dominical com pompa e circunstância, dentro ou fora de portas. 

Convites duplos | Monólogos da Vagina

07 e 08 de Setembro pelas 21h00

monólogos da vagina cartaz.jpg

O Teatro Politeama prepara-se para receber a partir de dia 07 de Setembro o espetáculo Monólogos da Vagina. Produzido pela Yellow Star Company e com encenação de Paulo Sousa Costa, a peça que tem esgotado sessão atrás de sessão, através das suas várias temporadas ao longo dos últimos anos, está de regresso marcado a Lisboa e desta vez no Teatro Politeama. Com sessões de Domingo a Quarta-feira, pelas 21h00 e com um elenco renovado e composto por Marta Andrino, Sofia de Portugal e Teresa Guilherme, o sucesso mantém-se assim em palco após ser visto por mais de sessenta mil pessoas de Norte a Sul do país. 

Abordando os mais variados temas do universo feminino e conjugais, a abordagem feita nestes conhecidos Monólogos rejeita complexos. Sexo, menstruação, prostituição, amor, orgasmo, violação, mutilação, imagem corporal e tudo o que puderes imaginar em torno do tema Vagina e também com os inúmeros significados e nomes comuns que são dados a esta parte física do corpo feminino vão estar em palco para convidar o público a pensar, comentar e passar um bom momento com este espetáculo que totalmente aconselho para mulheres solteiras, casadas, divorciadas e viúvas mas também para os seus companheiros, pais, irmãos, amigos e passados. Todos devem ver os Monólogos da Vagina que agora invadem a famosa sala lisboeta do Teatro Politeama. 

Um Fogo Lento | Paula Hawkins

Topseller

um fogo lento.jpg

Título: Um Fogo Lento

Título Original: A Slow Fire Burning

Autor: Paula Hawkins

Editora: Topseller

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Junho de 2021

Páginas: 344

ISBN: 978-989-5644-91-9

Classificação: 3 em 5

 

Sinopse: Um homem é encontrado brutalmente assassinado em Londres, dentro de um barco, o que levanta uma série de questões sobre três mulheres que o conheciam.

Laura é a jovem problemática que foi vista pela última vez com a vítima. Carla é a tia inconsolável, ainda de luto por outro familiar falecido pouco tempo antes. E Miriam é a vizinha bisbilhoteira que encontrou o corpo coberto de sangue, mas que claramente esconde segredos da polícia.

Três mulheres com ligações distintas a este homem. Três mulheres consumidas pelo ressentimento que estão ansiosas por se vingarem do mal que lhes foi infligido. E, quando toca a vingança, mesmo as melhores pessoas são capazes dos atos mais terríveis.

Até onde irão estas mulheres para encontrar a paz de espírito? E durante quanto tempo podem os segredos arder em fogo lento antes de irromperem em chamas descontroladas?

 

Opinião: Paula Hawkins regressa com um terceiro thriller e consegue manter a mesma linha dos seus sucessos anteriores. Após o sucesso de A Rapariga no Comboio e de Escrito na Água, desta vez é com Um Fogo Lento que se volta a juntar aos seus já fiéis leitores para se desvendar um novo crime onde entre assassinos e inocentes até ao momento final todos podem ser considerados suspeitos.

Neste novo thriller psicológico tudo começa quando o jovem Daniel é encontrado morto no seu barco casa onde viveu ao longo dos últimos tempos. Miriam é a mulher que faz a descoberta e que vive igualmente num barco, dando assim o alerta para que a investigação se inicie. No surgimento de várias personagens, entre as quais duas narradoras em que rapidamente se percebe que não se pode confiar, o leitor é convidado a percorrer percursos onde aparentemente alguns se cruzaram nas horas que antecederam o crime. Quem terá cometido o ato final para com este jovem agora morto?

Conhecendo Theo e Carla, os tios de Daniel, que viram o seu casamento desmoronar no momento da morte do pequeno filho aos três anos de idade e também Angela, a mãe de Daniel e irmã de Carla, que vive sozinha após o filho ter abandonado a convivência maternal por existir um relacionamento com vários transtornos pelo meio, de imediato ficamos a perceber que por detrás deste jovem morto existe um passado bem pesado e uma família destruída por um acidente que alterou o rumo de todos. 

Calor a mais

altas temperaturas.jpg

O português, já lá dizem as más línguas antigas, nunca está contente e nesta minha partilha aproveito para me queixar do tempo quente que se tem feito sentir pelos últimos dias.

Uma pessoa gosta do Verão mas o que é demais acaba por fazer estragos e neste momento partilho por aqui que já considero calor a mais. Acordar de manhã e perceber que as temperaturas já começam a subir e a preguiça que surge após o almoço com este calor então definem o resto do dia em que a vontade de ação fica lá fora, do outro lado, que nem sei bem por onde anda.

Concentração e Monólogos

Concentração

Hoje vou ter de deixar um desabafo familiar perante o tema Concentração e Monólogos!

Liguei há quase duas horas o tablet e sentei-me na mesa da cozinha com a televisão ligada e a lanchar para começar a escrever uma nova publicação aqui no blog logo de seguida. O mais engraçado é que as horas passaram, a minha mãe colocou-se a passar a roupa a ferro aqui ao lado e começou a falar em género monólogo porque eu estava nem aí para o tema e a concentração que precisava acabou por nem aparecer. Ela continua a falar, já mudou de tema e eu vou respondendo "sim", "pois", "sim" e ela continua a desbravar conversa sozinha como se lhe tivesse a responder. Só apetece levantar e seguir para o quarto, fechar a porta e por lá ficar sem a ter de ouvir a tagarelar, repetir e recontar a história e os pormenores de cada situação. 

 

 

Na Wook compra! Na Wook recebe!

ganhe10-970x250-billboardVamos lá assumir o que todos os leitores gostam quando precisam de comprar novas obras. Falamos de descontos e daqueles que até conseguem ter uma boa percentagem e que nem sempre é fácil de encontrar. Hoje e amanhã, 24 e 25 de Agosto, a Wook tem ao dispor de todos nós uma excelente campanha promocional onde em encomendas superiores a 15€ é possível ganhar até 5€ em cartão, já em valores acima dos 30€ o valor a acumular pode ser de 10€.

Claro que nesta promoção, que decorrerá somente dentro dos dois dias mencionados, as novidades com menos de dezoito meses de publicação estão excluídas, como sempre acontece, no entanto são milhares de obras de autores nacionais e internacionais dos mais variados estilos a estarem disponíveis dentro desta campanha que se destina a dar de volta algum do valor gasto para futuras compras. 

 

Candidatos de bancada

política partido candidato.jpg

Ao sair de casa deparei-me com um pequeno cartaz político preso a um poste de eletricidade e quando vi o rosto que por lá consta nem quis acreditar por ficar sem reação ao perceber que agora, em pleno século XXI, qualquer pessoa pode ser candidata à Junta de Freguesia de onde o sítio faz parte. 

Certo que todos merecem uma oportunidade na vida, mas não existirá necessidade de existir uma base para alguém que se quer sentar no poder de uma das principais Juntas do Concelho? A dita cuja em princípio não conseguirá conquistar o eleitorado mas somente por constar como cabeça de cartaz de um dos partidos causa-me uma certa urticária por saber que o cargo pouco ou mesmo nada conjuga com a dita. 

Tão claro perceber assim como o nosso país continua a ser direcionado por pessoas que não entendem o que andam a fazer em cargos menores quando o problema depois é a sua ascensão que surge por se entrar para um grupo Cultural, passando depois a ser um rosto das Listas da autarquia, dando o salto para Cabeça de Cartaz de uma Junta e com o tempo lá ganham um espaço político de maior relevo sem conseguirem dar alento ao mesmo por estarem desde o momento da partida tão a leste do que querem fazer, simplesmente seguindo as linhas que alguém lhes ditou para se arranjar um belo tacho endinheirado que pode ter chegado das mais diversas formas, sejam elas na vertical ou horizontal.

Atitudes geram consequências

consequência.jpg

Ao longo da vida fui percebendo que tenho um feitio de merda e quem me conhece sabe que nem sempre sou uma pessoa fácil de lidar. Quando tudo está bem é perfeito, agora quando começo a ficar com os azeites fervidos a pessoa que deixo que os outros conheçam começa a alterar a forma de ligação e por vezes o bem acaba por se transformar na impaciência e na resposta desagradável acaba por sair mais facilmente. 

No momento em que começo a perceber que os atos e comportamentos de outros não vão de acordo ao que acho correto e aceitável para com todo um ciclo os meus pensamentos são alterados e de forma quase inconscientes dou por mim a alterar o modo de reação para com essas mesmas atitudes. Vejo e ataco, perco a paciência mais facilmente e da pessoa simpática e disponível início o processo de deixar para trás, ignorando e acabando, sem por vezes querer, mas tendo consciência que o faço, por chocar de frente com atitudes que não aceito para comigo e com os outros a que quero bem. 

Pág. 1/4