Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Universitários-billboard

Conselho de gente crescida

Conselho

Um conselho de gente crescida que te quero deixar por aqui hoje é rápido e esclarecedor. Cá vai no parágrafo seguinte...

Nas zangas de uns e outros mantém-te sempre na neutralidade sem nutrires grandes opiniões, visto que mais tarde se a zanga deixa de existir e a quezília passa a ser passado e substituída por uma paz feliz quem corre o risco de ficará mal com a situação serás tu que opinaste de um dos lados ou mesmo dos dois de forma diferente e com uma certa tendência.

Cristina ComVida na estreia

Cristina ferreira

 

Cristina Ferreira regressou aos finais de tarde da TVI e quando pensei que o Cristina ComVida não seria formato ideal para o horário das 19h00, eis que a diretora do canal de Queluz surpreende e consegue fazer uma hora de um talk show com os ingredientes certos para fechar a tarde e dar entrada ao Jornal das 8.

Transformando a antiga casa mais vigiada do país no seu novo estúdio de televisão, a casa da Venda do Pinheiro recebe agora o programa de Cristina, voltando assim ao ecrã o local onde vários edições do Big Brother e do Secret Story, entre outros, aconteceram ao longo dos últimos vinte anos. Com a casa vazia, a diretora e apresentadora resolveu criar reformulando e fazer assim o seu novo programa na casa, estando a menos de cinco minutos da sua própria casa, na Malveira.

Cristina estreou este formato bem parecido e numa versão que parece melhorada ao que apresentou na SIC, o Programa da Cristina, e no primeiro dia mostrou logo a garagem, as salas, o quarto, a casa de banho e a cozinha da moradia cenário. Convidou a Célia e o Telmo do primeiro Big Brother, onde se conheceram, para voltarem onde já foram felizes, foi também visitada pelo Toy e o cozinheiro Rúben Pacheco Correia lá deixou a SIC para se mudar de armas e bagagens para esta nova casa da Cristina que o descobriu. Dois jovens, irmãos e padres tocaram também à campainha e contaram a razão de seguirem o caminho religioso. Miguel Moura, o jovem fadista que conquistou jurados e público no All Together Now também foi visitar a sua madrinha televisiva e acabou por ser surpreendido pela presença de Pedro Abrunhosa, numa das suas raras aparições em programas deste estilo, para cantarem juntos. Nesta estreia Cristina até teve a surpresa da produção com um avião a passar nos céus da Venda do Pinheiro com a mensagem "Cristina, o sonho começa agora", isto ao mesmo tempo, segundo revelou, que ouviu no auricular as palavras "bora miúda, estamos juntos, de mãos dadas, a equipa sonha contigo", levando a apresentadora a emocionar-se em direto e logo nos primeiros minutos de programa.

Um estreia corrida, uma Cristina com o volume quase no máximo mas espontânea como sempre, um Eduardo Madeira a interpretar várias personagens em direto ou com sketches gravados e um bom ambiente ao longo de uma hora, nem mais nem menos, de programa sem pausas e momentos mortos, sem tempo para grandes conversas, mas para as longas entrevistas existe o Goucha a meio da tarde. Às 19h00 é necessário ritmo e na estreia de Cristina existiu esse tão necessário ritmo. 

Wook devolve a 100%

oportunidades-billboard

A bomba está lançada entre a comunidade literária no dia de hoje, Segunda-feira, 29 de Março de 2021, e o melhor é mesmo abrires de imediato o link que te leva diretamente para a loja da Wook e ficares assim a saber que o valor que gastares hoje na compra da tua lista de livros será devolvido daqui a uns dias para o poderes utilizar de novo. 

Hoje a Wook devolve a totalidade do valor dos livros que comprares, dentro das normas estabelecidas pela loja online e ainda te oferecem os portes de envio. O que mais poderemos pedir para além de 8 milhões de livros incluídos nesta mega promoção?

Nem sei...

Vazio

 

A verdade destes tempos é que existem horas do dia tão vagas que a expressão "nem sei" parece fazer todo o sentido para descrever os diversos momentos em que me podem questionar sobre o que estive a fazer e a resposta é tão vaga que simplesmente consigo afirma "não sei", sendo de facto isto que me ocorre.

O que sei é que as horas do dia em sistema de lay-off passam e quando dou por isso o dia anoitece e ao refletir sobre o que fiz ao longo do período em que estive acordado reflete, em termos de proporção, no mesmo tempo de ocupação como se estivesse a trabalhar e chegasse a casa e conseguisse fazer tudo e mais alguma coisa. 

 

Canino amuado

bulldog-frances1.png

Quem tem animais de estimação de quatro patas deve entender esta minha partilha. O meu gordo bulldog francês com a idade tem vindo a aprofundar os seus estados de birra. Agora por qualquer coisa fica chateado connosco e faz questão de o mostrar com as mudanças das expressões faciais e comportamentos. 

Vai à rua e quando voltamos para casa com ele faz força para não entrar na rua e entrar depois em casa. No passeio diário quer sempre escolher o caminho a seguir e quando o contrariamos fica estático e ficamos na obrigação de insistir para que nos siga mas com um passo bem lento por ir contra a sua vontade. Está habituado a sentar-se num banco antes de voltar para casa e se não o deixamos ir ao dito as suas orelhas e olhos ficam descaídos a mostrar tristeza. Em casa se não o deixamos ir para as nossas camas ou sofá vira-nos as costas e fica a olhar para o vazio. Quando lhe tiramos a sua própria cama chora, ficando nervoso a ponto de vomitar, e refugia-se debaixo da mesa para nos mostrar o seu desagrado.

Faltou o café

Café

 

A noite passada acordei inesperadamente pouco depois das 05h00 com o barulho do camião de recolha do lixo. Como me tinha deitado mais cedo que o habitual aquele barulho entuou no quarto e deixou-me desperto. Acabei por me levantar e comer para voltar à cama e ficar a ler ao longo de aproximadamente uma hora, tendo depois forçado para conseguir adormecer de novo. 

Quando voltei a acordar despachei-me rapidamente porque tinha coisas a fazer fora de casa e sem me aperceber esqueci-me de tomar o café da manhã, essencial para começar bem o dia, como já havia comentado em tempos. Mais tarde, já quase preparado para o almoço percebi a razão pela qual uma ligeira dor de cabeça se começava a fazer sentir. Faltou aquele café após o acordar e por experiência sei que mais cedo ou mais tarde a cabeça faz-se sentir e assim aconteceu. Estudos dizem que o café pode causar enxaquecas, a mim é mais a falta de cafeína que me deixa com o ligeiro sintoma já mencionado.

Cromo da máscara

pinterest café.jpg

 

Lá fui eu rebuscar uma imagem ao Pinterest para que pudesse conjugar com a pequena partilha que tenho para fazer hoje e em modo descarado não podia ter escolhido imagem mais direta que esta.

Agora que fiz o reparo da foto escolhida e roubada na rede, eis que te tenho que dizer que ontem, após a saída para o passeio higiénico da tarde, cheguei a casa com vontade de café. Se tenho vontade vou tirar o café, só que existiu um problema que andava para acontecer e foi sendo adiado. Esqueci-me que entrei em casa e não tirei a máscara de proteção Covid19 e eis que pim-pam-pum... O copo do café, sim que aqui em casa é por copo de louça e não caneca, embateu precisamente na máscara e foi uma chafurdice pegada, quer na máscara, na camisola, nas calças, meias e chão. 

Lixo dos cafés ao postigo

café.jpg

 

"Ah e tal os cafés já podem servir ao postigo!", e que bom que isso é para os seus proprietários e também para quem não resiste a tomar café fora de casa, nem que seja para arejar um pouco após meses de confinamento forçado. O que não é nada bom é mesmo perceber que por servirem cafés e acompanhamentos ao postigo certos proprietários esquecem-se que têm de prevenir os locais para os clientes colocarem o lixo quando consomem as suas compras perto do postigo.

Existem locais onde copos de papel e plástico, palhetas, pacotes vazios de açúcar e guardanapos são deixados por bancos, muros e mesmo nos recantos da rua, criando todas as oportunidades para voarem e se espalharem, já que ninguém os vai apanhar e as condições meteorológicas têm sempre algo a dizer. 

Afinal o All Together Now...

Cristina Ferreira All Together Now

Afinal alterei a minha opinião sobre o All Together Now, de Cristina Ferreira, após três galas exibidas. Quando estreou partilhei por aqui a minha opinião sobre a adaptação do formato de sucesso internacional em Portugal e não vi esta aposta com bons olhos por não ter encontrado um produto com capacidade para conquistar o público e ver um programa de hora e meia muito semelhante ao que já foi feito por cá dentro do estilo, primando somente pela diferença dos cem jurados. Hoje, e com três galas exibidas, posso dizer que tenho outra opinião sobre o All Together Now.

É mesmo isso, a primeira gala achei fraca e pouco emotiva mas na semana seguinte do início ao fim a produção subiu de nível, aumentando os cuidados de imagem e mesmo a duração do episódio, acabando por puxar bem mais pela emoção em estúdio, levando o público a conhecer um pouco melhor cada concorrente e os mesmos acabando por serem surpreendidos em palco, dando outra imagem junto dos jurados e de quem estava em casa a assistir. Esta segunda noite de Cristina Ferreira conseguiu puxar pela lágrima, ficando os espetadores a torcer pelos seus concorrentes, não existindo margem para a maioria continuarem em jogo, sendo um desafio até ao final para se perceber quem passava e quem ficava injustamente pelo caminho. 

 

 

Pág. 1/4