Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Cedência vs. Educação

28
Fev19

condução.jpg

Não sei se existem certos habitantes deste planeta que se acham a última bolacha do pacote ou se simplesmente se gostam de comportar como autênticas nódoas sociais sem formação no que toca a educação.

Há uns dias, a sair de um parque de estacionamento onde vários veículos estavam mal estacionados, entendi que deveria dar passagem a um casal que se tinha de cruzar comigo mas que tinha um carro como obstáculo. Parei com espaço e deixei quem devia ter parado passar, uma vez que o obstáculo estava do seu lado e não do meu. Quando passaram a sua meta e ficaram do lado que queriam nem um sinal de agradecimento por lhes ter dado passagem. Para a próxima já sei que um gesto simpático não fica bem com todos e ceder o caminho aos outros nem sempre é visto como um simples ato de gentileza a que convém agradecer com um gesto singelo e que aparentemente e do meu ponto de vista não custa nada ser feito. 

Ler em todo o lado | #leremtodoolado

27
Fev19

ler em todo o lado.jpg

A leitura pode ser feita em qualquer local a partir do momento em que o leitor gosta de ter as letras consigo, onde quer que esteja, com quem e com a inspiração com que o dia estiver a seguir.

Com este pensamento lembrei-me de começar a utilizar o hashtag #leremtodoolado, isto porque além de fazer sentido para quem é apaixonado por literatura e se faz acompanhar no seu dia-a-dia por livros, imprensa especializada ou novas tecnologias que contenham aplicações de leitura que possam ser abertas e utilizadas a qualquer momento, todos podemos partilhar os locais onde andamos a fazer as nossas leituras, mostrando ao Mundo como é bom ler, aproveitando cada recanto das nossas casas, dos jardins, esplanadas, escadas emblemáticas da vila, bibliotecas e mesmo nas pausas no trabalho para colocar a leitura em dia. 

Alternativa na Antena 3

26
Fev19

antena 3.png

Nos últimos dias tenho vindo a descobrir um pouco mais a Antena 3 ao longo das viagens de carro e só posso dizer que ando a perceber que me identifico bastante com esta rádio que tem estado ao longo dos anos deixada de lado em detrimento da concorrência mais conhecida e que a maioria sintoniza. Isto é o típico seguir as massas e não procurar o que é bom!

As Manhãs da 3 com Ana Markl, Luís Oliveira e Inês Lopes Gonçalves que em televisão não gosto assim tanto mas que em rádio até consegue conquistar, falando de Música com Pés e Cabeça com Rui Vargas e ouvindo o Domínio Público com Daniel Belo, Mariana Oliveira ou Vanessa Augusto, estes são somente três dos programas que já me conquistaram. Isto para também poder falar das várias rubricas que vão passando ao longo da emissão, como é o caso de Com a Verdade me Enganas, com os protagonistas de As Manhãs da 3. O Aleixo Fm e o Por Falar Noutra Coisa, também conhecido blogger e influenciador, são também espaços que vão passando de boa disposição e critica social que entretém e fazem soltar algumas gargalhadas enquanto deambulamos por ai. Os outros programas e espaços ainda os estou a descobrir porque nem sempre consigo apanhar o que para mim é uma novidade nos horários em que tenho a companhia do sistema de som.

Quem não ouve Antena 3 faça o seu teste e numa viagem assim maior, como me aconteceu, deixem-se acompanhar pelas vozes e sons desta rádio do universo dos canais públicos e depois vejamos se não ficam também atraídos pela boa disposição e sentido de informação de Ana Markl, Fernando Alvim e companhia. 

A Imortal da Graça | Filipe Homem Fonseca

25
Fev19

a imortal da graça.PNG

Título:  A Imortal da Graça

Autor: Filipe Homem Fonseca

Editora: Quetzal Editores

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Fevereiro de 2019

Páginas: 264

ISBN: 978-989-722-567-3

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: A idade é um posto e as mulheres do bairro lutam entre si pelo título de mais velha. Graça, jovem com o mesmo nome do bairro onde habita, é dama de companhia da Número Um, senhora centenária; só assim pode morar na Lisboa das rendas ridiculamente altas. Atores famosos de Hollywood aguardam o despejo ou a morte de mais um residente para poderem ocupar-lhe a casa. Gabriel ganhou o Euromilhões mas as obras de renovação do bairro formam um muro que o impede de sair e reclamar o prémio. Embeiçou-se por Graça e quer levá-la a jantar. Graça não quer sair; Gabriel não quer ficar. Do choque entre estas vontades nascerá a tragédia. A execução em câmara lenta prepara-se no palco feito de escombros. Uma cidade eternamente a arranjar-se para sair daqui, de si própria.

 

Opinião: A Imortal da Graça, da autoria de Filipe Homem Fonseca, nasce no coração de Lisboa, mais concretamente no bairro da Graça. Entre a antiguidade e história do típico bairro e a confusão dos tempos modernos onde o turismo tem levado a grandes mudanças territoriais e sociais na capital, e não só, de Portugal, este romance é acima de tudo um alerta para o caos em que se encontra atualmente o nosso país, principalmente as grandes zonas urbanas que vivem em função de quem vem de fora e dispensa os portugueses das suas casas e hábitos de sempre. 

Neste romance tipicamente português um grupo de moradores é retratado enquanto cada um e já não tanto num todo vão tentando lutar pela sobrevivência. Numa cidade caótica e a pensar no dinheiro que vem de fora, vivendo para o turismo e arrancando a tradição dos recantos de cada bairro, A Imortal da Graça comenta de forma metafórica as alterações que, neste caso, estão praticamente a ser impostas em Lisboa através do mercado imobiliário que só tem o objetivo de pensar que tem de acolher quem vem de passagem, mesmo que aos poucos se comece a ter pouco para mostrar sobre as raízes dos portugueses. A expulsão dos bairristas das suas casas que viram locais para hospedarem quem vai e vem em poucos dias. Os que ficam começam a não sentir qualquer ligação com quem vai permanecendo, quebrando-se a necessidade de proteção e cuidado com o próximo, sendo que as relações entre vizinhos começam a ser frias pela incapacidade de inserção num espaço que gira a todo o momento. Viver a favor da economia e da boa imagem que tem de ser dada a quem está fora é o mal dos tempos modernos de quem governa a pensar que tem de receber bem e tratar mal quem está. Como sobreviver a todas estas alterações que fazem com que os mais velhos partam sem alegria, os que ficam no seu lugar são cada vez menos e começam a ser escorraçados das paragens que sempre conheceram porque é necessário criar um restaurante para os «outros» ou uns quartos para os ditos «outros» ficarem e conhecerem o bairro da Graça. 

Benefícios do café para a saúde

24
Fev19

café.jpg

Os seguidores que por aqui andam há mais tempo já sabem e quem não sabe fica a saber... Sou um pouco viciado em café. O da manhã é uma obrigatoriedade, após o almoço um hábito, o lanche um outro costume e após o jantar e para fechar o dia tem de surgir o café da noite. Ao todo pelo menos tomo quatro cafés por dia, quando não são mesmo cinco ou seis, dependendo dos tempos vagos que vão surgindo. Agora e graças à médica cardiologista Ana Luiza Lima, em declarações à publicação Tua Saúde, o que entendo como um vício até parece ter alguns benefícios. 

Ao que parece o consumo de café tem os seus benefícios para a saúde, o que deve alegrar muitos dos amantes de cafeína como eu. Então vamos lá ficar a saber que o café, consumido de forma moderada entre 200 a 600ml por dia, o que equivale a de uma a quatro chávenas, o que está dentro do que consumo, ajuda a combater o cansaço. A cafeína tem a capacidade de aumentar o poder de concentração e de alerta, ajudando assim ao desempenho de várias tarefas como a diminuição da sonolência, o aumento do tempo de retenção visual e de vigilância auditiva. 

Para além disto, o consumo adequado de café também ajuda a prevenir a dor de cabeça, tema de que já tinha falado antes. Geralmente quem está habituado a consumir em determinados horários e após as refeições o seu café e o deixa de fazer sente como que uma falha, que poderia ser definida como ressaca de cafeína. O café ao relaxar os vasos sanguíneos do cérebro ajuda a combater assim qualquer falha e dor que possa a ser sentida, sendo mesmo um ingrediente presente em vários medicamentos analgésicos no combate à dor. 

Outro dos benefícios do consumo de café está na prevenção da depressão, visto o café interferir e neste caso posso dizer que o sinto, no humor diário como uma ajuda a uma melhor disposição por ser um estimulo ao sistema nervoso central. 

Ganha | A Sombra do Passado

23
Fev19

 

a sombra do passado capa.jpg

Um segredo antigo revelado…

Uma criança perdida, o segredo de uma mãe e um verão idílico que mudou a vida de uma mulher para sempre...

Corre o ano de 1958, Elizabeth Holloway é enviada para longe da sua casa de Londres, para passar o verão em Hartland, uma bela propriedade no litoral do condado de Sussex, no Sul de Inglaterra. Para a linda e inocente Elizabeth, os Shaws são um modelo de sofisticação e tratam-na como se fosse da família, mas quando ela se apaixona, ninguém a avisa que os seus sonhos são perigosamente ingénuos.

Quarenta anos mais tarde, a filha de Elizabeth, Addie, encontra uma estranha à sua porta, uma mulher que afirma ser sua irmã gémea. A princípio, Addie recusa-se a acreditar nisso — até que o seu amado pai admite que as circunstâncias do seu nascimento não foram as que ela tinha sido levada a crer que foram.

A revelação desafia tudo o que Addie achava que sabia sobre a mulher brilhante e difícil que tinha sido a sua mãe. E como a vida os leva de volta ao passado de Elizabeth, Addie e sua nova irmã Phoebe descobrem a extraordinária história de uma criança perdida, o segredo de uma mãe, e um verão de ouro que mudou a vida de uma mulher para sempre.

Nikola Scott nasceu na Alemanha e estudou Literatura Inglesa e Americana antes de abraçar o desafio de trabalhar como editora de ficção em Nova Iorque e Londres. Após a experiência como editora, Nikola decidiu abraçar o mundo da escrita e ser ela própria a dar vida a novas histórias. E foi assim que surgiu A Sombra do Passado, o romance de estreia de Nikola que já foi traduzido em mais de dez línguas e que chega agora a Portugal através do Círculo de Leitores. 

Tal como a critica publicada no The Daily Mail, «Se está à procura de uma história bem escrita, intrigante e recheada de segredos de família, leia este brilhante romance de estreia.». Eu já o estou a ler e é por estar a gostar desta leitura que consegue conquistar logo pelos seus primeiros capítulos que tenho um exemplar de A Sombra do Passado para te oferecer. Como? Basta visitares e seres seguidor d' O Informador no Instagram, fazer Gosto na imagem publicada com A Sombra do Passado e seguires os passos que no texto de apoio da publicação são explicados. Depois basta esperares que a sorte esteja do teu lado e começares a pensar que para além de receberes esta oferta se gostarias de entrar num encontro de Leitura Conjunta que irá ser proporcionado pela editora Círculo de Leitores num local a definir em Lisboa no dia 07 de Março.

 

És blogger? Deixa aqui a tua marca!

22
Fev19

blog.jpg

O desafio desta vez é bem simples e destinado a bloggers que se assumem como tal! Que tal partilharem por aqui um pouco do vosso espaço online?

O que pretendo que façam para vos ficar a conhecer um pouco melhor e também para se apresentarem a outros bloggers que passem por aqui é muito fácil. Estão a ver lá em baixo a caixa de comentários? Que tal deixarem um comentário com o link do vosso blog e se quiserem uma breve descrição geral do que por lá vão partilhando?

Pág. 1/5