Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

wook-natal-billboard

Livros para o Natal

30
Nov18

O Natal está a chegar e a Wook já lançou a sua Campanha de Natal para que a literatura seja uma forte opção no momento de escolher o presente ideal para oferecer! Válida de 27 de Novembro a 16 de Dezembro, a livraria online tem uma vasta gama de livros com descontos entre os 20% e os 50% que ainda beneficiam de portes grátis. 

Nesta promoção estão incluídos todos os livros, com exceção de Manuais Escolares e livros vendidos no marketplace. Nesta promoção de Natal também os eBooks assinalados estão com 20% de desconto imediato em publicações nacionais.

O desconto tem em si uma combinação entre desconto imediato e desconto em cartão wookmais para ser utilizado numa futura compra, não sendo acumulável com outras promoções ou descontos em vigor. 

Verdade de Blogger

29
Nov18

blog blogger influenciador.jpg

Neste mundo de blogs, bloggers, influenciadores e todos os nomes que lhes queiram chamar existem cada vez mais distintas áreas. Os modelos pessoais, livres e independentes, os profissionais em que todas as publicações giram em torno de um negócio, como um emprego, um part-time ou um produto que ajuda a pagar as contas mensais e os que não são nem carne nem peixe, onde me encaixo.

Publico o que escrevo, mas acabo por me deixar levar pelos extras quando estes surgem e encaixam dentro do modelo que tenho definido. Sigo com liberdade, falando do que quero, à minha maneira e sem pensar em comentários, partilhas e na opinião de quem está do outro lado. Um blog pessoal e livre tem de ser isso mesmo, encaixando dentro do que a pessoa defende na vida e não criando imagens que não são de todo a definição de quem está por trás de cada texto, onde cada publicação convém seguir a linha identificativa e não criar um trabalho que desfigura por completo a verdade individual de cada um. 

Convites Duplos | White Christmas | 29 e 30.11.2018

28
Nov18

white christmas.jpg

O Natal já se avizinha e a Artfeist estreou no passado dia 23 de Novembro o novo musical, White Christmas, inspirado no sucesso de 2017, Um Canto de Natal. Num original de Henrique Feist, este novo espetáculo dedicado à epoca natalícia recorda os grandes êxitos desta quadra através das vozes de Henrique Feist, Mariana Pacheco, Valter Mira e Diogo Leite, apoiados por Nuno Feist no campo musical. White Christmas estará em cena no Auditório do Casino Estoril até ao início de Janeiro. 

E para que os seguidores do blog possam ter a oportunidade de assistir a este muscial, tenho convites duplos para as sessões de Quinta e Sexta-feira, 29 e 30, pelas 21h30, para sortear. Este passatempo irá estar disponível até às 10h00 de dia 29 de Novembro, Quarta-feira, e nesse mesmo dia serão revelados os nomes dos vencedores nesta mesma publicação, sendo o sorteio feito através do sistema automático random.org. Os premiados serão contactados via email com as recomendações para o levantamento dos bilhetes acontecer nas melhores condições. Para a participação ser válida tens de seguir os passos que se seguem.

60 anos recordados pela desigualdade

27
Nov18

nestum.jpg

A marca Nestum nasceu em 1958, estando a completar os seus 60 anos, data que está a ser celebrada com a implementação na embalagem da imagem original que foi lançada aquando dos primeiros anos de Nestum no mercado. Ao longo dos últimos anos, talvez por influência do avô que sempre apreciou estes cereais ao pequeno almoço, ter uma caixa de Nestum cá por casa é praticamente obrigatório e por estes dias reparei no apontamento sobre as figuras que estão na embalagem, onde as mulheres tratavam dos filhos e nem sinal de um homem a ajudar as crianças a tomarem a sua refeição.

Se olharmos bem, nem é preciso reparar assim tanto, na embalagem celebrativa é possível ver duas crianças a tomarem a sua refeição pela mão de duas mulheres. Com sessenta anos em cima seria normal existir a ideia de que só as mulheres davam comida e tratavam das crianças da casa na altura, mas agora isto não faz de todo sentido. Não é um pouco descabido terem recorrido a uma imagem destas para celebrarem, justamente numa altura em que as diferenças e o femininos estão tão na ordem do dia? Os direitos e deveres de um casal não são iguais? Décadas atrás tudo era visto de forma diferente e as coisas aconteciam desse mesmo modo, mas agora não, esta imagem é para assinalar uma data histórica da marca, no entanto vai contra a prática dos dias que correm, em que todos somos iguais e não são as mulheres que têm exclusivamente de ficar em casa a tratar da educação das crianças. 

Este Espaço é Teu! | Existem empregos de sonho?

26
Nov18

emprego dos sonhos.png

Detesto a importância que o dinheiro tem na sociedade! É um sufoco quando é pouco e uma liberdade quando é muito. O dinheiro para mim representa a qualidade de vida que podemos ter. Adorava voltar a estudar, viajar, ter experiências e poder ajudar outras pessoas sem ter de pensar em como pagar as contas no final do mês. Diria até que se eu tivesse as minhas despesas básicas asseguradas e que desse para investir em algo que criasse mais riqueza, faria voluntariado todos os dias e com propósito. Ajudar quem precisa.

Na realidade eu acredito que não estamos a viver o nosso propósito de vida se trabalharmos por dinheiro. Cada dia que trabalho a fazer algo que não gosto, sinto que é um dia da minha vida, desperdiçado!

Adorava ter a liberdade financeira para trabalhar por gosto ou quando me apetecesse!

Tenho medo que as pessoas possam dizer que sou "dondoca", ou que não quero fazer nada da vida, que quero estar encostada, porque o trabalho duro é visto como algo nobre...

Mas na realidade eu acredito simplesmente que podemos fazer algo mais na vida para além de trabalhar, aliás que devemos trabalhar com significado e com um propósito e não só por dinheiro.

Anónimo,

Mensagem deixada na caixa Este Espaço é Teu!

 

Tão verdade! Este é daqueles pensamentos que, todos ou quase todos, deveremos ter e que poucos conseguem admitir. Trabalhamos por necessidade e muitas vezes sem nos sentirmos completos porque os empregos de sonho, onde conseguimos aliar o trabalho à realização pessoal, raramente surgem. Adorava conseguir encontrar aquele emprego, seja criado por outros ou por mim, onde percebesse que tudo é feito por gosto. Acordar de manhã e pensar em «como sou feliz com o que faço». Isso não acontece, embora por vezes pensemos que andamos lá perto, mas a perfeição entre a obrigação e o gosto é rara, acabando por mais cedo ou mais tarde se conseguir perceber que a balança não está assim tão equilibrada como seria desejado.

White Christmas | ArtFeist

25
Nov18

white christmas.jpg

Mais uma Natal se aproxima e mais uma vez a Artfeist Produções Artísticas aposta num musical dedicado à época, White Christmas. Numa produção original, inspirada no espetáculo do ano passado, Um Canto de Natal, o público é convidado a recordar os temas natalícios de todos os tempos.

Com Henrique Feist, Mariana Pacheco, Diogo Leite e Valter Mira em palco e com Nuno Feist responsável pela direção musical, este novo espetáculo vai muito ao encontro do que foi feito em 2017, fazendo uso dos melhores momentos do que havia sido apresentado onde se juntam novos apontamentos. Através de um cenário natalício, com neve, árvores, candeeiros e estrelas, o público é convidado a recordar no Auditório do Casino Estoril os temas de Natal mais célebres do Mundo, dos que marcaram viragens históricas em conflitos continentais, diferenças religiosas ou mesmo histórias familiares que se tornaram eternas e passadas de geração em geração. 

Do início ao fim do espetáculo o público é convidado a juntar-se às boas vozes dos artistas que de forma individual ou em grupo cantam e conquistam quem se deixar embalar pelos vários temas que vão sendo interpretados. 

Drama da porta aberta

24
Nov18

porta aberta.jpg

Desde pequeno que me lembro que a porta de casa, ao longo do dia, sempre tem de estar aberta. Acreditem que aos trinta continuo sem perceber a razão da necessidade de estarem com a porta de casa aberta quando existem janelas mesmo ao lado. 

Seja Verão ou Inverno, faça chuva ou sol, com frio ou calor, a porta é aberta, nem sempre e muito raramente de forma total mas a verdade é que uma nesga tem de estar aberta para que «o ar circule». Já expliquei que a janela resulta bem melhor e assim podemos estar fechados em casa, não existindo necessidade de deixar portas disponíveis para qualquer pessoa se aproximar e quase entrar sem nos darmos conta.

E quando está calor, a casa está fresca, uma ventoinha está ligada e mesmo assim abrem a porta que acaba por deixar entrar o ar quente que está na rua? Juro que já tentei e sempre que posso fecho, mas quando dou por isso a malvada da porta já está aberta, bastando acordarem que lá vão abrir a brecha para entrar o ar, brecha essa que só volta a ser fechada após o jantar. 

Pág. 1/5