Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

WOOK - www.wook.pt
24
Out16

Vencedor de Nascemos Para Ser Felizes – A Vida de Emanuel Contada Pelo Próprio

| O Informador

Guerra e Paz Editores lançou a biografia de Emanuel, o cantor que ao longo de décadas tem conquistado as suas fãs com o seu trabalho, sempre com novos temas que acabam por chegar junto do público, que mesmo não gostando sabe sempre um pouco sobre um ou outro trabalho do artista. Da autoria de Elizabete Agostinho, esta biografia de Emanuel revela ainda várias imagens que também mostram partes da vida pessoal e profissional do cantor que abriu um pouco do seu mundo aos fãs através desta obra relatada pelo próprio. 

O Informador, em parceria com a Guerra e Paz Editores, lançou passatempo há uns dias com a finalidade de atribuir um exemplar de Nascemos Para Ser Felizes – A Vida de Emanuel Contada Pelo Próprio e eis chegado o momento de revelar o nome da vencedora deste desafio. Selecionada através do sistema random.org, Luana dos Santos, da Moita foi a felizarda que irá receber pelos próximos dias o seu prémio!

24
Out16

Bem-vindos... Mas Não Muito

| O Informador

bem-vindos-mas-nao-muito.jpg

Uma comédia francesa insere-se num contexto social e atual, colocando a realidade e a crítica em ação ao longo da trama recheada de peripécias onde afinal o que parece à primeira vista consegue ser transformado quando bate à porta de cada um. Conseguirá uma sociedade livre e que se diz capaz de ajudar o próximo enfrentar os verdadeiros problemas quando se vê em confronto com ações que acreditam ser simples mas que em contacto real percebem que afinal tal facilidade não existe?!

A diferença económica entre famílias abastadas e os que necessitam de ajuda é o tema central desta comédia inteiramente passada num prédio onde duas famílias, um solteirão e uma porteira coabitam e percebem que graças a uma nova lei no país ficam confrontados com uma realidade que nem todos pretendem acolher na sua comunidade. Estará uma mãe comunista preparada para acolher em sua casa uma outra mãe com um pequeno filho que passa necessidades e não tem onde habitar? E uma família de aparências conseguirá acolher os necessitados ou de tudo fará para ficar de fora da imposição governamental, criando ilusões e enganando as suas próprias vontades?

Estamos num dos piores Invernos franceses e o governo impõe que o apoio dos que vivam bem aconteça junto de famílias carenciadas e que habitam pelas ruas. A partir daí os valores morais começam a borbulhar e a gerar comportamentos abismais entre caricatas personagens que representam a realidade que tanto poderá ser detetada em França, Portugal ou um pouco por todo o Mundo. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Cláudia C Silva

    Bom, isso do conhecer duvido, pois em Lisboa era d...

  • O Informador

    Parece que ando com azar mesmo nos grupos que enco...

  • O Informador

    Conversas essas que por vezes até são sobre pessoa...

  • O Informador

    Protegem de um lado e deixam espaço para que as co...

  • Anónimo

    Bom dia. Realmemnte, acho que tem azar nos grupos ...

Mensagens

Pesquisar

Posts destacados