Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

regresso-as-aulas-apoio-escolar-billboard

Os mendigos do Partido Socialista

02
Set16

partido socialista.jpg

Alguém que me explique como é que um partido, o socialista, quer tanto governar o país em pleno quando são reveladas notícias e confirmadas em comunicado sobre dívidas de milhões do partido para com as contas de água, luz e por ai fora? O PS está com dificuldades financeiras no seio partidário e pede para que os militantes façam um gesto de generosidade para que as contas comecem a ser pagas!

E nós, todos os portugueses, o que teremos de fazer mais para que as nossas finanças fiquem equilibradas?

Não conseguem gerir o partido e querem fazer boa figura com um país! Impossível meus caros!

Pára tudo... Goucha na capa da Cristina!

02
Set16

goucha na cristina.jpeg

Após mais de um ano de revista Cristina, finalmente Manuel Luís Goucha é o convidado de capa, aquele que foi esperado pela primeira edição e que acabou por ser substituído na altura pelo atual Presidente da República! Goucha merecia a primeira capa da publicação da sua companheira das manhãs na TVI, mas pronto, ficou para segundas núpcias e agora será a imagem de Setembro onde apresenta, finalmente, um pouco mais de si a Cristina!

Cristina Ferreira sempre tem dito que nunca tinha ido a casa do seu parceiro matinal, no entanto agora toda a brincadeira que surgia em torno desse tema acaba por cair por terra. Isto porque a grande entrevista central da publicação de Setembro foi feita em casa de Manuel Luís, ao que parece no monte alentejano adquirido há uns meses, e a diretora de conteúdos não informativos da estação de Queluz ficou a conhecer assim um pouco mais do seu companheiro do pequeno ecrã.

Manuel Luís Goucha é a capa de Setembro da revista Cristina, assinalando ao mesmo tempo a rentrée televisiva, e não só, que sempre se inicia neste mês com o regresso às rotinas e as grandes apostas a começarem a aparecer e a serem apresentadas!

Snapgram

02
Set16

snapgram.jpg

Meses e meses a resistir à adesão ao Snapchat por continuar a achar que a página de Facebook, do Twitter e do Instagram chegavam e bastavam! Agora que o Instagram passou a ser também Snapgram comecei a testar a nova área da aplicação e não é que estou a ficar viciado nos vídeos rápidos que desaparecem após um dia de exposição?

Tiro as fotografias que acho que devem continuar a ficar eternamente publicadas através do feed do Instagram mas também ando a fazer uns rápidos vídeos com coisas um pouco mais parvas e que não quero que fiquem gravadas para sempre, por não valer a pena de serem tão normais. O Snapgram uso-o um pouco como partilha rápida do dia-a-dia e embora tenha resistido ao Snapchat por achar que não fazia sentido publicar alguma coisa para logo desaparecer, agora percebo que naquele espaço a normalidade acontece, sem terem de existir grandes e elaboradas imagens todas perfeitas. Grava-se, escreve-se, rabisca-se e publica-se para amanhã tudo desaparecer e continuar a ser substituído por novas imagens que aparecem de forma tão rápida como desaparecem.