Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

22.06.16

Ronaldo e o microfone!


O Informador

Cristiano Ronaldo atirou o microfone do repórter do canal do Correio da Manhã para um lago enquanto dava o seu passeio matinal com a equipa da Selecção Nacional!

Se por um lado podemos dizer que é uma má atitude de Cristiano Ronaldo, por outro poderei dizer que foi um bom momento e que muitos famosos e não só deveriam também seguir este exemplo para com o canal que inventa, busca e transforma o que nem é notícia num artigo que leva os seus espectadores a lhe darem créditos e a acreditar no que não bate certo com a realidade.

A CMTV e o seu irmão gémeo impresso perseguem as pessoas e lançam notícias que muitas vezes causam mossa na vida pessoal de cada um por não baterem certo com a verdade dos acontecimentos! CR7 é uma das vítimas com a sua família desta perseguição deste tipo de imprensa e a atitude do microfone atirado para o lago não passou certamente de uma demonstração do cansaço para com tudo o que tem sido dito nos últimos anos de si e de quem o rodeia!

22.06.16

Bruxa televisiva


O Informador

Ao longo de uns bons minutos da manhã existe um certo canal televisivo que conta com uma senhora taróloga a lançar as cartas a quem liga para o 760 com a finalidade de saber o seu futuro. Além das pessoas gastarem dinheiro nas chamadas com a finalidade de falarem com a senhora que passa o tempo a atirar para o ar o que lhe vai saindo nas suas cartas ao mesmo tempo que vai apelando para que as chamadas sejam feitas, a mesma senhora tem uma voz que não consegue encaixar no meu cérebro logo pelas primeiras horas do dia. 

Aqui por casa assiste-se aos noticiários da manhã por um dos canais, mas como os intervalos por vezes acontecem ao mesmo tempo e alguém está de frente ao televisor da cozinha, que só tem os quatro canais generalistas, a tomar o pequeno-almoço, eis que é feito zapping e ficam uns minutos a ouvir a bruxa e as histórias que vão sendo desfiadas via telefone com umas boas tentativas para que até as pedras da calçada se emocionem.