Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Jul15

Verão não é desculpa!

O Informador

Estamos em plena época alta, até existe um slogan televisivo com tal tema e tudo, mas isso é desculpa para os bloggers deste nosso país terem deixado a escrita e partilhas por umas boas semanas somente para se estatelarem ao sol e mostrarem o seu bronze pelo areal quente algarvio e não só?

De há umas semanas para cá todos parecem ter abandonado os blogs para se divertirem à grande sem se preocuparem com quem os segue religiosamente ou não, dependendo de cada caso, diariamente. Estas coisas são inadmissíveis ou não?

Vamos às Leituras do Sapo e não existe nada de novo durante algum tempo. Vamos aos Últimos Posts e nada de novo e que agrade, tirando as páginas de promoções, saldos e blogs dedicados àquela série televisiva que ninguém aguenta. Tudo o que é normal parece ter desaparecido nesta época quente, sabe-se lá com quais desculpas!

Vejam lá que até nos comentários isso se tem notado, tendo aqui o menino esta semana sido blog quente com um texto que somente teve oito comentários naquele dia, quando em tempos era necessário andar acima dos trinta para se conseguir tal feito. 

25
Jul15

Cromos da vida!

O Informador

Como afirmar a alguém que tudo o que é demais acaba por enjoar? Sim, existem sempre certos momentos da vida em que nos aparece pela frente um daqueles bons cromos que falam, falam e continuam a falar sobre tudo e mais alguma coisa mesmo nos momentos em que todos os outros começam a desligar os interruptores para não ouvirem toda a lengalenga desesperada que se faz ouvir e repetir. 

Na vida os cromos que circulam ausentes da realidade conseguem distanciar pessoas, afastar conversas e calar os mais mudos dos inocentes. Não existirão regras próprias para se perceber quando a corda já esticou em demasia e é necessário acalmar os cavalos para que ninguém se eleve acima do pretendido com comportamentos assim mais agressivos, mesmo somente com palavras, por se atingirem os limites cromicos?

Os cromos da vida são tão, mas tão maus de aturar! Haja pachorra e muita paciência de santo! Aliado a isso só mesmo um pouco de cara de pau para ver e assumir determinados comportamentos que só dizem respeito aos ditos cujos mas que acabam por colocar imagens e bons pensamentos em risco sobre as companhias com quem se anda!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook