Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

20
Jun15

Blogs de Promoção

O Informador

Não será um pouco irritante chegar aos Últimos Posts e perceber que metade do que por lá está são blogs com as promoções dos supermercados, as que já estão a decorrer e as que estão para aparecer?

Sim, é bom andarmos sempre informados dos preços baixos, mas aqueles blogs parecem uma evasão. Em dez cinco são com promoções, descontos, acumulações e campanhas a decorrer nas grandes superfícies comerciais.

Abaixo a maioria dos blogs promocionais dos supermercados que andam por aí com a mesma informação a ser dada aqui, ali e acolá de cinco em cinco minutos. 

20
Jun15

À Procura de Alaska

O Informador

9789892316826.JPG

Aparentemente À Procura de Alaska é considerado uma obra mais fraca que A Culpa é das Estrelas, do mesmo autor, John Green. Eu, que já li os dois, acabo por ter a ideia contrária à maioria dos leitores. A razão? Aqui existe condimentos e uma história que vai surpreendendo, embora continue a dizer que este estilo de escrita e narrativa são descaradamente destinados ao público juvenil.

Escrito de forma simples e sem qualquer complexidade, À Procura de Alaska retrata a vida de adolescentes na fase de ensino secundário onde o amor, as curiosidades com as drogas e o sexo tomam lugar entre amizades, estudos e família. Dividido claramente em duas partes, antes e após o grande drama da obra, a narrativa envolve o leitor com Miles Halter, o protagonista que sempre procura a felicidade ao lado de alguém que de início parecia tão distante e vaga. Com jovens personagens criadas com particularidades únicas como a de Miles memorizar as últimas frases que figuras históricas proferiram antes da morte, o Coronel decorar as capitais de países e Alaska ser o apelidado bichinho literário, todos vão obtendo características que ajudam ao desenvolvimento de uma história comum. Com um caminho escolar paralelo através de corredores que mais parecem labirintos perdidos em busca do final da vida que poderá acabar da pior das formas. 

20
Jun15

Fugir do Camarinha

O Informador

Praia da Rocha, serão de Sexta-feira, e uma vontade de beber café, beber algum copo e ficar sentado por uma esplanada um bocado!

No largo onde está o estabelecimento do tio Zézé Camarinha, com os seus crepes e gelados, existem outros espaços do género. O que se pensa então? Pois, isso mesmo, ir a qualquer lado menos ao local onde o senhor que puxa cabelos em direto na televisão está! 

Já viram o que seria se estivesse sentado na esplanada, depois de me ter penteado tão bem em casa, e de um momento para o outro ser arrastado pelos cabelos só porque sim?

Não! Não! Não!

30-a-50-nobel-literatura-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook