Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Já vos contei?!

12
Mai15

Só um pormenor! Já vos contei que hoje, tal como muitos têm feito pelos últimos dias, abriu a minha época balnear?

Agora lembrei-me por ter visto um comentário no Twitter de alguém um pouco irritado por andar a ver há dias pés com o mar como pano de fundo, areia e água pelas partilhas nas redes sociais de quem tem aproveitado o bom tempo para colocar os pés e consequentemente todo o corpo nos areais deste país!

Vencedores de Guia para a Felicidade

12
Mai15

Teresa Guilherme e Manuel Marques voltam na próxima Quinta-feira ao palco do Teatro Villaret para darem início a mais uma semana teatral de Guia para a Felicidade. Depois de ter visto o espetáculo abri, com a boa parceria da Força de Produção, passatempo para oferecer convites duplos aos leitores do blog. Chegou então a hora de revelar a lista dos sorteados automaticamente através do sistema random.org.

Quem irá até ao Teatro Villaret no serão da próxima Quinta-feira são a Cátia Gregório, a Isabel Nascimento, a Inês Pessoa, a Cláudia Simões e a Patrícia Barros. O quintento de vencedoras terá à sua espera os seus bilhetes duplos, podendo ser necessário mostrar um documento identificativo para o levantamento do mesmo. 

Morri de susto!

12
Mai15

Por muito que não se queira dizer e se saiba que está mal, o que é certo é que todos proferimos com os nervos do momento várias frases menos próprias. Num dos dias da semana passada, que depois esqueci-me de relatar logo pelas horas seguintes por aqui, quase que ia morrendo e aí sim mandei a pessoa que me ia atirando para algum lado, mas não para onde estou neste momento, para todos os sítios e mais alguns com direito a palavrões e tudo.

Então não é que o raio de um velho, sim foi isso que eu lhe chamei na altura, mas que não devia, quase me fez ter um acidente? Ia descansado de manhã para o trabalho, estava a chegar a um cruzamento, o senhor parou porque todos tinhamos prioridade antes de si e no momento exacto em que estava a passar à sua frente, sendo o que tinha a primeira prioridade, o senhor já com mais de oitenta anos resolve acelerar. Na altura só sei que buzinei, o senhor encolheu os ombros, tendo ficado com cara de assustado, quem estava na rua gritou e eu consegui desviar-me para a outra faixa onde só cabia mesmo um carro. Com isto posso dizer que se viesse alguém em sentido contrário ao meu não tinha conseguido fazer o desvio que fiz, tendo de embater contra o senhor que se atravessou no meu caminho, não sei com que intenção. 

A questão!

12
Mai15

Este ano a minha empresa resolveu abrir portas no feriado municipal da Quinta-feira da Espiga, ficando ao critério da maioria se iria ou não trabalhar. Como não tenho andado lá muito contente com a situação atual em que me encontro e como também não percebo esta ideia de ir trabalhar num feriado, já não bastando os Sábados, tudo indica que a minha decisão está tomada.

Sim, ficarei, tal como estava previsto, de repouso, tal como dita o calendário municipal! Não entendo a lógica e sei que pela função que tenho deveria marcar presença naquele dia, mesmo que não o tenham dito. No entanto e como a responsabilidade existe mas o orçamento no final do mês não tem correspondido ao que devia, a ideia sobre ir ou não ir na próxima Quinta-feira acaba por ser tomada nesse patamar.