Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Questão do momento: Gato das escadas

09
Abr15

Gato sobe e desce.jpeg

 

Há umas semanas as redes sociais e a imprensa encheram-se para comentarem a cor de um vestido. Agora e porque existe nova questão que tanta comichão causa a milhares de pessoas, o gato das escadas é o novo tema do momento! Estará o animal a descer ou a subir as escadas? Uma questão que tanto me importuna, sério!

Qual a razão de tanto interesse existir nesta imagem para tantos comentários e partilhas existirem sobre se o animal desce ou sobe as escadas? Uns afirmam categoricamente que o felino está a subir, outros dizem o contrário pela posição das patas! Um dilema tão complicado e que consegue causar bons transtornos e discussões a tantos seres deste mundo!

A verdade sobre esta imagem poderá nunca aparecer, por isso continuem com tantas teorias porque assim serão felizes. Já agora, quando lançarem uma sondagem e os resultados sobre a mesma forem tornados públicos dêem notícias para ficar descansado sobre este sobe e desce social do gato!

Sonho correr... Repito, Sonho!

09
Abr15

Há umas semanas que penso em ir correr e fazer exercício físico depois da hora de expediente! Entre pensar e fazer existe sempre aquela grande diferença e neste caso até existe um sonho pelo meio, algo que parece estar dificil de concretizar! Oh vida a minha!

Pensei que iria começar a correr talvez aí há uns dois meses atrás, tendo andado sempre a adiar tal ideia, ora por falta de vontade, ora por cansaço e também por vezes pela falta de tempo. Antes da hora mudar pensei que iria ser a partir daí que as coisas mudariam e que começaria a colocar as sapatilhas e a roupa de treino no saco para três dias por semana começar a fazer exercício. Nada mesmo! Antes de vir de férias pensei em colocar o mesmo material na mala mas depois vi que o tempo não iria estar lá muito bom e deixei tudo ficar em casa.

Viagem Literária

09
Abr15

O fim duma viagem é apenas o começo doutra. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.

José Saramago

porto-editora-e1428591189985.png

 

A Porto Editora levará pelas próximas semanas a literatura a viajar pelo país através da iniciativa Viagem Literária onde a aproximação entre escritores e leitores vai ser promovida. Começando a 25 de Abril em Bragança, as capitais de distrito irão receber este evento, não esquecendo os Açores e Madeira, locais que muitas vezes ficam esquecidos pelas grandes empresas que só pensam nos consumidores, neste caso leitores, do Continente. Deixando Lisboa e Porto de fora por sempre existirem iniciativas do género pelas duas cidades, a Porto Editora irá percorrer o país com dois escritores rotativos em cada capital de distrito para que a conversa com os leitores seja feita através da moderação de João Paulo Sacadura, conhecido jornalista cultural.

Com nomes como Luis Sepúlveda, Valter Hugo Mãe, Laurentino Gomes, Richard Zimler, Francisco José Viegas, José Eduardo Agualusa, José Rentes de Carvalho, Miguel Esteves Cardoso, Rosa Montero e Gonçalo M. Tavares já confirmados e divididos pelas várias datas, esta Viagem Literária poderá ser acompanhada através do portal da Porto Editora.

Dia a dia, semana a semana, mês a mês, a Viagem Literária a Portugal irá percorrer o país de Norte a Sul, passando pelas Ilhas, visitando cidades ao mesmo tempo que adocica o gosto pela leitura a quem de forma gratuita se deslocar aos locais marcados para uma boa conversa com alguns dos autores do momento. 

Merda para o texto!

09
Abr15

E quando surge aquele momento em que estamos a terminar um texto que está a dar mais trabalho que o habitual e perdemos por fechar a janela? Tudo poderia ter corrido de melhor forma caso não tivesse guardado somente uma única vez e logo no início a introdução do mesmo texto pelos Rascunhos. O que aconteceu depois disso? Pois, reescrever tudo de novo e as coisas não ficaram nem de perto próximas do que tinha anteriormente!

Se o novo texto ficou melhor ou pior que o outro não sei porque ficou diferente. No entanto de uma coisa tenho a certeza, fiquei danado, mas danado mesmo por ter perdido uns bons quinze minutos do trabalho no blog por um erro estúpido e despropositado. Enfim, agora é não esquecer que quando escrevo textos maiores tenho sempre que os atualizar para os Rascunhos para não voltar a correr estes riscos.