Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Bilhetes para Amor e Informação

06
Jan15

Amor e InformaçãoNos primeiros dias do ano fui até ao Teatro Aberto assistir à peça Amor e Informação. Agora e porque os bons espetáculos são para partilhar, eis que tenho dez bilhetes duplos para oferecer aos leitores do blogue!

Ana Guiomar, Carlos Malvarez, Cristóvão Campos, Francisco Pestana, Irene Cruz, João Vicente, Marta Dias, Marta Ribeiro, Melim Teixeira, Patrícia André, Paulo Oom, Rui Neto e Teresa Sobral são as estrelas da companhia que levam ao palco do Teatro Aberto mais de 50 cenas isoladas da autoria de Caryl Churchill. Este espetáculo faz a união entre as personagens em palco e vários momentos digitais que vão passando ao longo das quase duas horas de Amor e Informação.

Quem quiser ser um dos vencedores dos bilhetes que tenho para oferecer da sessão das 21h30 de dia 21 de Janeiro, Quarta-feira, só tem que copiar a frase que se segue, colocá-la como comentário a este texto, ser seguidor do blogue pelo Facebook, tal como da página do Teatro Aberto e partilhar o link do passatempo pelo seu mural da rede social! No momento da participação peço que o nome e email sejam colocados corretamente para uma melhor comunicação para com os vencedores!

«O Informador leva-me ao Teatro Aberto para ver Amor e Informação!»

Este passatempo começa pelas 19h30, de dia 06 de Janeiro, terminando no dia 19, pelas 18h00. Os vencedores serão sorteados através do sistema automático random.org, sendo revelados após o final do passatempo num novo texto e contactados via email.

Boas comentários e bastantes partilhas! Até já!

Amor e Informação 1

Amor e Informação, de Caryl Churchill

Sinopse: Ama-se e deixa-se de amar, perde-se a memória de quem se amou, recorda-se os tempos do amor, faz-se o luto, vai-se à procura da intensidade do sentir longe da civilização, tem-se uma paixão virtual difícil de explicar, idolatra-se uma estrela até à loucura. Quer-se saber mais, esconder o que se sabe, revelar segredos, não esquecer nada, conhecer o futuro, perceber a dor, o medo, o significado das palavras, o sentido da vida. Como num caleidoscópio ou num zapping de imagens, surgem mais de 100 personagens em mais de 50 peças curtas e outros tantos intermezzos, criados por esta encenação, numa proposta teatral invulgar que investiga sempre de novos pontos de vista os múltiplos aspectos da nossa infinita necessidade de amor e de conhecimento.

Encenação: João Lourenço

Com: Ana Guiomar | Carlos Malvarez | Cristóvão Campos | Francisco Pestana | Irene Cruz | João Vicente | Marta Dias | Marta Ribeiro | Melim Teixeira | Patrícia André | Paulo Oom | Rui Neto | Teresa Sobral

Não bebam sumo de laranja em demasia

06
Jan15

Afinal consumir sumo de laranja em demasia acaba por não ser benéfico para o organismo! Anos e anos a pensar que a qualidade da bebida natural era das melhores e afinal agora tudo cai por terra através da explicação da nutricionista Lillian Barros, autora do blogue Santa Melancia.

Segundo Lillian, «O sumo de laranja passado não é considerado equivalente à peça de fruta em si», isto porque ao espremer as laranjas «grande quantidade de fibra existente nos gomos e junto à casca» acaba por desaparecer. Mesmo colocando três e quatro laranjas num sumo não chega para o equivalente a uma peça inteira da fruta. Com o liquido, que representa pouco mais que a água e que é absorvido pelo corpo com uma maior rapidez, o organismo cria hiperglicémias, o que eleva os níveis de glicose no organismo. Com tal rapidez e para se defender, o pâncreas reage de forma exagerada, diminuindo o açúcar no sangue e causando falta de energia. 

Ou seja, ao longo de todos estes anos nunca fui grande adepto de sumos naturais de laranja ou seus semelhantes, conhecendo porém muita boa gente que o seja. Sendo assim fica aqui o alerta que não vale a pena andarem a fazer sumos e mais sumos caseiros, deitando as principais vitaminas das peças para o lixo, quando finalizam a bebida só com um líquido que pouco fornece ao nosso interior. Laranjas e seus primos devem ser consumidos como peça de fruta e não passar a sumo para não perderem as suas principais qualidades, a não ser que triturem tudo, na bimby e seus derivados, e aí sim, ficam com o produto total dentro do jarro para ser ingerido.

Uma dica alimentar para começar o ano ao natural e por completo!