Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Vou ler O Vendedor de Histórias

26.08.13Publicado por O Informador

O Vendedor de HistóriasO mês passado encomendei através do site da Fnac o livro O Vendedor de Histórias da autoria de Jostein Gaarder, o criador do fantástico O Mundo de Sofia, o primeiro livro adulto que li aos meus quinze anos. Agora regresso a este autor depois de já ter passado também pelo seu A Rapariga das Laranjas.

Já passaram dez anos deste que conheci, e bem, a escrita de Jostein Gaarder e agora acontece um regresso à sua obra que me deixou marcas através do seu grande romance filosófico que é O Mundo de Sofia.

O que espero de O Vendedor de Histórias? Uma grande, embora pequena em número de páginas, narrativa que comenta o facto dos sonhadores da escrita que anseiam ter uma obra literária publicada por vezes recorrerem a outras pessoas com ideias palpitantes. Será que o Peter que é retratado neste livro existe mesmo? A mim parece-me que muitos dos conhecidos autores mundiais não têm assim tanta imaginação como aparentam existindo assim vários Peters por detrás de alguns sucessos literários.

Por agora tenho encontro marcado com O Vendedor de Histórias... Até já!

Sinopse: Os mais de vinte e cinco milhões de leitores que contribuíram para o estrondoso sucesso de O Mundo de Sofia, assinado por Jostein Gaarder preparem-se para um grande romance. O Vendedor de Histórias é uma viagem apaixonante ao mundo dos que aspiram uma carreira literária sem terem capacidade para serem bem sucedidos. A falta de criatividade leva-os a Petter, conhecido como "A Aranha", que dotado de uma imaginação ilimitada escreve por eles a história que tanto anseiam. Ideias geniais “emprestadas” a outros que lhe permitiam viver de um negócio lucrativo durante muitos anos. O que Petter desconhece é que a sua escrita se tornou num ícone e que a sua verdadeira identidade irá ser descoberta na Feira Internacional de Literatura Infantil e Juvenil de Bolonha. A sua vida ficará em perigo, ameaçada por escritores sem inspiração que vivem falsas carreiras literárias.

2 Comentários

Comentar Post