Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Vencedores dos convites duplos para A Bela e o Monstro [02.12.2017]

01.12.17Publicado por O Informador

a bela e o monstro.png

Recentemente estreada uma nova temporada do musical A Bela e o Monstro no Auditório do Casino Estoril, o público está assim de novo convidado a assistir a este espetáculo que tem agradado a miúdos e graúdos ao longo dos quatro anos em que já se encontra em cena e em digressão pelo país. Agora e porque é Natal, as personagens conhecidas de todos nós voltaram aos arredores da capital e aqui pelo blog estiveram dois convites duplos disponíveis para oferecer a quem se inscreveu no desafio que agora termina. 

Sorteados de forma aleatória através do sistema random.org, Liliana Sá e Susana Simões foram as vencedoras dos convites duplos destinados à sessão das 11h00 de Sábado, 02 de Dezembro. As vencedoras irão assim ter a oportunidade de assistir a este espetáculo que conta com a interpretação de Mara Prates, Luis Pacheco, Jorge Kapinha, Mafalda Teixeira, Patricia Candoso, Diogo Garcia, Anilson Eugénio, José Nuno e Júlio Mesquita num texto adaptado por Paulo Sousa Costa e encenado por João Didelet. 

Parabéns às vencedoras e um Muito Obrigado a todos os que tentaram a sua sorte!

SINOPSE

Era uma vez... um príncipe que vivia num palácio rodeado de rosas vermelhas, símbolo máximo do Reino das Rosas e riqueza rara nos reinos contíguos. O príncipe, que era conhecido por ser muito mau, preguiçoso e extremamente vaidoso, vivia indiferente perante a beleza e a pureza das rosas. Preocupava-se apenas com a sua própria beleza e em ter cada vez mais ouro. Aproveitando a ausência do seu pai, o Rei, vendia toneladas de rosas aos reinos vizinhos, que não tinham a sorte de ver crescer nas suas terras tão especial riqueza.

Um dia, a fada protetora das rosas receando que as mesmas acabassem no Reino, lançou uma maldição ao príncipe transformando-o num monstro e todas as rosas do reino ficaram pretas, símbolo de tristeza, para que não as conseguisse mais vender.

Para voltar a ter aspeto de príncipe teria agora de encontrar uma mulher que se apaixonasse por ele e só nessa altura todas as rosas do Reino voltariam a ser vermelhas. Mas quem algum dia irá apaixonar- se por um Monstro?