Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Vencedor de Um Mundo de Pernas Para o Ar [Bertrand Editora]

13.07.17Publicado por O Informador

um mundo de pernas para o ar.jpg

Elan Mastai estreou-se na literatura com Um Mundo de Pernas Para o Ar, o romance que tem conquistado o Mundo e que só foi possível após o autor sentir a falta que a sua mãe lhe fez na vida. 

Como o próprio título da obra revela, o leitor ao entrar nesta narrativa encontra um mundo de pernas para o ar. Não, ninguém anda de cabeça para baixo mas sim numa realidade distorcida e entre vários espaços temporais onde tudo acaba por se atropelar de forma saudável entre a realidade e a utopia idealizada por um jovem que entra numa máquina do tempo para perceber que passado, presente e futuro são tão distintos como as vidas que vai encontrando através de mundos paralelos.

Lançado há dias entre nós pela Bertrand Editora, este é já considerado como um dos livros do ano para muitos, tendo sido disputado entre várias editoras mundiais e já contando com os seus direitos cinematográficos vendidos.

Por aqui e porque o estou a ler e quero partilhar literatura convosco, tive a oportunidade de oferecer um exemplar aos leitores do blog, e é agora chegado o momento de revelar o nome do vencedor, sorteado através do sistema random.org, e que irá receber o seu prémio na morada indicada no ato da inscrição. A vencedora deste desafio literário foi a Marta Moreira, da Trofa. Muitos Parabéns e um Muito Obrigado a todos os que participaram neste passatempo e o partilharam com os seus amigos, familiares e conhecidos através das redes sociais. 

Sinopse:

Estamos em 2016 e no mundo de Tom Barren a tecnologia solucionou os grandes problemas da humanidade: não há guerra, nem pobreza, nem abacates pouco maduros. Infelizmente, Tom não é um homem feliz. Perdeu a rapariga dos seus sonhos. E o que é que uma pessoa faz quando está de coração partido e depara com uma máquina do tempo? Faz uma estupidez.

Agora Tom dá por si numa realidade paralela aterradora (que nós reconhecemos logo como sendo o nosso 2016) e só pensa em corrigir o erro e voltar para casa. Mas é então que descobre uma versão encantadora da sua família, da sua carreira e de uma mulher que pode muito bem ser a mulher da sua vida.

Tem agora de enfrentar uma escolha impossível. Regressar para a sua vida perfeita, mas pouco emocionante, ou permanecer na nossa realidade, um mundo caótico, mas onde terá ao seu lado a sua alma gémea. À procura da resposta, Tom é levado numa viagem pelo tempo e pelo espaço, tentando perceber quem é de facto e qual será o seu futuro.

Cheio de humor e emoção, um livro inteligente e caloroso que é uma poderosa história de vida, de perdas e de amor.