Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17
Jan18

Criar ilusões no Eurovisão? Não concordo!


O Informador

rita ferro rodrigues.jpg

Muitos foram os famosos e anónimos, como eu, que comentaram a decisão de Portugal colocar na apresentação do Festival Eurovisão da Canção 2018, a decorrer no nosso país pela vitória do ano passado de Salvador Sobral, um quarteto somente composto por mulheres. Foi o caso de Rita Ferro Rodrigues que concorda com a escolha das quatro apresentadoras, não entendendo é o facto de não existir um rosto negro entre as escolhas da RTP. 

Se na minha opinião ver Catarina Furtado, Daniela Ruah, Filomena Cautela e Sílvia Alberto juntas na condução deste evento é um erro pela desnecessidade de existir dispersão na apresentação, sendo depois um erro não ter entre estes nomes um dos rostos masculinos do canal, já para a apresentadora do ainda existente, mas já com dia final marcado, Juntos à Tarde, da SIC, a questão é somente outra.

Líder do movimento e da plataforma Capazes, Rita Ferro Rodrigues comentou o facto da escolha ter recaído somente em «mulheres brancas». Foi pela sua conta no Twitter que a apresentadora relembrou que em «2017 foram só homens a apresentar a final da Eurovisão, 2018 só mulheres. Nada a apontar», mostrando apoio ao ver quatro mulheres na condução do evento, tal como tanto defende, não dando assim hipótese à igualdade de género que Portugal não quer mostrar à Europa. O que Rita não percebe e acha como «grave é o facto de ambos os painéis serem compostos apenas por pessoas brancas. Por tudo o que isto significa ao nível das oportunidades e da representatividade. Falamos sobre isso?». 

Podemos falar sobre isto sim! Como é que queriam que a RTP apostasse para um evento especial em algo que não faz ao longo do ano? Quantos apresentadores de cor negra é que a estação pública tem nos seus principais programas para agora, de um momento para o outro, poderem ser aposta num evento que toda a Europa vai transmitir? Pelo que percebo neste comentário da apresentadora, a vontade era que a direção do canal e Portugal, por consequência, mostrasse aos outros que um dos principais rostos televisivos do canal público tem outro tom de pele, o que não acontece. Existem jornalistas que representam outras nações, mas não são os principais pilares que dão a cara diariamente pelo canal que se diz ser «de todos nós» e se assim é não há que depois tentar mascarar numa situação especial algo que não acontece perante os olhos dos telespetadores que passam os seus olhos pela programação do canal. 

03
Jan18

Curtas e Diretas | 109 | Futebol


O Informador

Por vezes olho para o Twitter e percebo como nós, portugueses, adoramos tanto o Futebol! Os Assuntos do Momento conseguem em algumas horas de determinados dias serem totalmente ocupados por esta prática desportiva! Assim fizessem o mesmo com a literatura, teatro, cinema e pelas artes em geral!

23
Dez16

Obrigado aos 3.000!


O Informador

3000.jpg

O Natal bateu à porta e o desejo de terminar o ano com mais de 3.000 seguidores na página de Facebook do blog acabou de ser concretizado! Muito, mas mesmo muito Obrigado a todos os que me têm acompanhado através deste espaço de partilha pessoal. É o blog com a função de Seguir na barra lateral, é o Facebook, é o Twitter, o Pinterest e o Instagram, tudo dentro do universo O Informador à vossa disposição!

10
Out16

Estado Português ou Portugal


O Informador

Quero revelar uma curiosidade sobre os Assuntos do Momento no Twitter!

Não é que no Alentejo, zona de Évora e Beja, a conta pela rede social não tem Portugal como localização atual nem nenhuma cidade nacional como opção? Ah pois é! E sabem o que aparece como única opção? «Estado Português».

Sinceramente não acho isto nada normal! Nos grandes centros urbanos tudo está bem e correto, o país pode ser chamado pelo nome. Vamos para zonas localizadas mais no interior e ficamos a viver umas boas décadas pelo passado. Portugal passa assim a ser apelidado por Estado Português sem qualquer opção de mudança nacional. 

Para além disso, todos os Assuntos do Momento acabam por ser diferentes entre Portugal e Estado Português, existindo um ou outro que se cruzem, mas pouco! Pelo Estado Português só devem ser contabilizados os twittes feitos pelas zonas interiores do país ou algo assim, já por Portugal ficamos com o litoral. 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O Informador

    Preferem sempre fazer mais do mesmo do que criar a...

  • marta-omeucanto

    Tendo como exemplo a minha mãe que, passando as ta...

  • O Informador

    Nunca apanhaste um “sem filtro” a passar pelo teu ...

  • David Marinho

    Eu recebo os posts por email. Acabo por filtrar e ...

  • O Informador

    Nem mais! O problema é que no dia-a-dia essas pess...

Mensagens

Pesquisar

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador