Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Críticos por Pedrógão Grande

pedrogão grande 2017.jpg

Muito já li pelas redes sociais acerca do tratamento da comunicação social face aos acontecimentos de Pedrógão Grande, essencialmente porque a TVI, tal como todos os canais generalistas, continuou com a sua programação normal ao longo da tarde, só que enquanto RTP tinha futebol e a SIC cinema, como todos sabem no canal quatro o programa de Domingo é o Somos Portugal. Já ao serão foi a vez de ser a SIC a levar com as criticas por ter transmitido o Just Duet. Muitos achavam que seria sensato por parte da direção de cada estação ter cancelado a exibição dos formatos para darem algo não programado ou estarem em direto do local da tragédia, o que foi feito nos canais informativos com e sem rigor. O que me pergunto é, valeria mesmo a pena cancelar tudo o que estava programado quando existia um canal suplementar do grupo que estaria em direto ao longo de todo o dia do local dos acontecimentos, neste caso a SIC Notícias e a TVI24?

Estas criticas fizeram-me lembrar uma situação que vivi e que acabei por recordar um pouco. Falo do dia em que o funeral da minha avó se realizou. Dia esse que também assinalou o aniversário da minha afilhada. O funeral foi ao início da tarde e pensei que não deveria ir ao jantar de família, feito em casa, mas todos me disseram que não havia mal algum em ir jantar com eles porque tinha de comer, ou em casa ou na casa dos meus primos, teria de jantar. E fui, os meus pais e tios aconselharam-me a ir e optei por não desmarcar o que já estava combinado. Claro que o espírito não é o mesmo, claro que não existem festejos como se de outro dia normal se tratasse, mas as coisas acontecem e os que cá ficam têm de continuar a viver, de luto, com um pensamento distante por alguns momentos, mas não é necessário alterar totalmente uma rotina porque um acidente acontece e os que cá ficam têm a obrigação de desfalecer. Não vamos atirar foguetes de alegria, mas existe a necessidade de continuar e tentar voltar rapidamente à rotina, não deixando que os factos menos bons tomem conta do psicológico de cada um. Não queria ir, fui e não me arrependi em algum momento de ter tomado tal decisão. 

Claro que a dimensão dos acontecimentos não tem comparação, mas uma morte toca sempre quem está envolvido e neste caso da devastação de Pedrógrão Grande é um acontecimento que marca o país, que arrecada muitas lágrimas e tristeza e que fez com que este Domingo tivesse sido passado com um pensamento fora do comum, com um tema que ninguém gostaria de ter visto acontecer, mas que infelizmente quebrou várias famílias, aldeias e uma sociedade que agora ter-se-a de reerguer com as faltas que este fatídico incêndio provocou. 

Não percebo a indignação das pessoas que criticaram os canais, principalmente a TVI, por não alterarem a sua programação, sendo que muitos desses críticos foram certamente para um arraial festejar ou para a praia desfrutar do dia quente que se fez sentir, não se lembrando nesse caso que o país está em luto nacional durante três dias. Há que ter noção sobre o que se diz porque quando hoje se criticam atitudes as mesmas podem muito bem ser feitas pelos próprios em ocasiões semelhantes. 

Neste caso os canais já tinham as suas programações definidas, existem os canais informativos para estarem em direto do local dos acontecimentos constantemente, qual seria a necessidade de estarem dois canais de cada grupo a transmitirem de manhã à noite a mesma emissão? Por essa lógica muitos dos canais de Cabo tinham fechado a sua emissão porque os seus programas não estão de todo de acordo com o que esses críticos chamam de dias de luto onde não comem, não conversam, não saem de casa, não exprimem um sorriso e não tentam descomprimir, ficando somente a matutar na dor que fica para sempre mas que pode muito bem ser tranquilizada com as rotinas do dia-a-dia.

Blogs do Ano

Uma boa notícia surge agora para os blogs nacionais pela mão da Media Capital! Os prémios «Blogs do Ano» estão a chegar para premiar em dez categorias distintas os bloggers com os seus projetos. 

Dando a premissa de que todos podemos concorrer, a iniciativa «Blogs do Ano» irá premiar os blogs mais influentes e que mais próximos estão dos leitores em categorias que serão divulgadas ao longo deste mês. Com um painel de jurados distinto entre si, que será também revelado pelos próximos dias, os finalistas desta competição saudável entre bloggers serão escolhidos pelo lote de jurados mas será o público a eleger os vencedores de cada categoria. 

Esta iniciativa da Media Capital conta com o apoio da TVI, TVI24, IOL e Rádio Comercial e quer provar a aposta do grupo nos conteúdos multimédia, na interacção e no apoio ao talento que vai para além das plataformas tradicionais e que por vezes começam a ficar ultrapassadas. 

Eis a promoção do «Blogs do Ano» que já arrancou pelas várias plataformas do grupo... «Incontornáveis. Por vezes polémicos. Uma referência. Apaixonantes. Inspiradores. De opinião vincada. A ponte natural que muitos temos com as marcas e os seus produtos. Visita diária. Feitos por uma pessoa só, em dupla, em grupo, por anónimos ou famosos. Eles são hoje a companhia de milhões e quem dita tendências. Eles são os Blogs do Ano. E em julho arranca o evento anual que ajudará a revelar quem são para os portugueses.»

Simplesmente Marisa

marisa matias.jpg

Acabei de saber que Marisa Matias, a deputada europeia e ex-candidata presidencial do Bloco de Esquerda será a partir de hoje a nova comentadora da TVI e TVI24 nos serviços informativos da noite!

Ah pois é, a Marisa partilhará a partir de agora a sua opinião política sobre o país e o mundo aos Sábados e em direto no Jornal das 8, prometendo espremer os temas que defende até à exaustação e sem papas na língua, tal como a conhecemos.

Marisa Matias como comentadora é uma boa notícia? Sim, visto ser de esquerda e a maioria dos comentadores que andam por aí estarem do lado oposto da trincheira! Uma má notícia? Também, visto que sabe falar mas cansa ao final de alguns minutos, tornando-se maçadora!

Informação (bem) alargada!

Ainda hoje, todos estes anos depois, não consigo compreender a necessidade dos canais generalistas de transmitirem informativos de hora e meia quando as principais cadeias televisivas internacionais conseguem informar os seus espetadores em pouco mais de meia hora. 

Compreendo que por cá estiquem os informativos para pouparem no entretenimento que fica bastante mais dispendioso, no entanto e com os canais especializados na informação ainda existem razões para gramarmos com noventa minutos de notícias que por vezes nem o são? Política, desporto, economia, cultura, entrevistas e até momentos musicais ao vivo servem para esticar os principais blocos noticiosos dos principais canais nacionais. Tudo conseguem encaixar dentro daqueles espaços, faltando somente colocarem um tarólogo para revelar as previsões para o dia seguinte. 

Começar o serão somente com meia hora informativa e com um horário nobre mais alargado seria uma medida inteligente a implementar entre nós, mas como um dos canais não arrisca, os outros mantém-se quietos porque ninguém quer dar o primeiro passo numa guerra que pode valorizar ou crucificar na luta das audiências diárias. 

Uma realidade de Prolongamento

Será que a TVI precisa de criar reality shows polémicos para subir as suas audiências de líder quando no TVI24 tem um Prolongamento tão aguerrido? Com Sousa Martins ao leme e um trio de comentadores desportivos, as discussões são lançadas semana após semana e a cada programa que passa a guerra vai aumentando. 

Pedro Guerra está até agora sempre no centro de todas as atenções por conseguir provocar e gritar sem deixar os seus companheiros explicarem o que quer que seja. Vamos lá Zé de Pina e Manuel Serrão atacar a grande frente de batalha que não se cala nem por nada!

Agora só existe Pedro Guerra

Dizem que vale mais cair em graça do que ser engraçado, não é? Parece então que o senhor Pedro Guerra, aquele comentador do programa Prolongamento da TVI24 que discutiu com o presidente do Sporting há umas semanas em direto, caiu em graça nas preferências dos diretores de informação do canal e agora é chamado para tudo o que é comentário desportivo. 

O Benfica ganha, chamam o Pedro Guerra ao informativo da noite! O Benfica perde contra o Sporting, chamam o Pedro Guerra! Jesus dá uma entrevista, chamam o Pedro Guerra! Será que teremos Pedro Guerra até quando o Benfica coligar com as equipas do final da tabela para exigir o título para o clube como estão os nossos políticos de esquerda a fazer neste momento?

Portas enterra Passos Coelho?

Será hoje, em pleno direto de Tenho Uma Pergunta Para Si, o espaço informativo que TVI e TVI24 têm vindo a transmitir dedicado às eleições que se aproximam, que Paulo Portas, o entrevistado de hoje, conseguirá colocar o pé na argola e deixar escapar algumas indiretas sobre a sua coligação com o PSD de Pedro Passos Coelho?

Um dos entrevistados mais aguardados e que menos tem falado nas últimas semanas por ser completamente engolido pelo poder do seu companheiro de viagem!

E é isto, «Sócrates sempre!»

18316572_clm4t.jpeg

O ridículo das mensagens voadores começou com os reality shows com os aviões a sobrevoarem o espaço das moradias onde tudo acontecia para deixarem mensagens aos concorrentes dos formatos. Agora e porque José Sócrates é o ídolo de muitos, eis que também o estabelecimento prisional de Évora é sobrevoado com mensagens bem peculiares!

«José Sócrates sempre!», foi a mensagem que alguém, sabe-se lá qual dos loucos, fez passar por cima da prisão de Évora com a esperança que o nosso ex-primeiro ministro e agora presidiário a tenha visto! A sério que isto aconteceu mesmo? A sério porque hoje não é 1 de Abril e o país está cada vez mais louco!

Quem foi a alminha que se lembrou desta bela forma de contacto com o Sócrates para lhe deixar uma mensagem tão inspiradora para que no futuro todos saibam que ele marcou o país de forma tão singular! Sim, ele é um verdadeiro salvador da pátria e é por isso que está onde está, somente por precaução para não ser raptado ou algo do género, coitado!

 

Reacção comovente

Criança.jpg

Criança confunde câmara com arma e rende-se perante fotógrafo.

Um fotojornalista viu uma criança render-se quando se preparava para tirar uma fotografia. O caso aconteceu na Síria e a fotografia do momento já se tornou na imagem do conflito.
Ao ver a máquina do fotógrafo, a criança pensou que se tratava de uma arma e, instintivamente, levantou os braços em gesto de rendição.
Segundo conta o Huffington Post, o repórter, que tentava retratar a realidade das crianças sírias num país oprimido pelo regime de Bashar al-Assad, afirmou que nunca imaginou que a criança pudesse pensar que ele lhe estava a apontar uma arma.

TVI24

Infelizmente é esta a realidade dos nossos dias pelo mundo! É triste, bastante triste até, mas é a pura das verdades, tal e qual como existe. O medo de uma criança perante o terror que lhe é imposto diariamente é algo absolutamente transtornador que não consegue ter sequer explicação para tão grande irrealidade. 

Questionário Íntimo

José Alberto Carvalho estreia hoje, pelas 23h30, um novo programa de conversas no TVI24. A surpresa do seu convidado servirá como mote para meia hora de conversa, com trinta e cinco questões feitas no final do século XIX e respondidas de forma brilhante por Marcel Proust. A gravação automática do MEO já está agendada para que não perca esta estreia, para mais com Marcelo Rebelo de Sousa como figura central, respondendo o professor a questões que ainda não lhe foram colocadas publicamente. 

Antes não apreciava o trabalho de José Alberto Carvalho, pivô formal e centrado unicamente na notícia. Agora e também graças ao ambiente que a TVI adora mostrar dos seus bastidores e com os profissionais fora das suas zonas de trabalho habitual, vejo o jornalista com outros olhos, percebendo que por detrás de um pivô existe um ser bem inteligente, com conversas e opiniões acima de muitos outros que andam por aí, uma pessoa bem disposta e sempre pronto para proteger o próximo, aqueles que estão consigo. A imagem das notícias, quando estão sentados numa secretária a ler um teleponto, nem sempre é a melhor e neste caso os outros projetos com os quais José Alberto Carvalho tem estado envolvido pelos últimos anos dentro do canal para o qual trabalha ajudaram a mudar a visão que tinha da sua pessoa. 

Logo mais irei gravar o Questionário Íntimo para ver assim que possível!

Questionário.gif 

As famosas respostas que o escritor Marcel Proust deixou a 35 perguntas são o motivo de inspiração de José Alberto Carvalho, para este “Questionário Íntimo”.
A banalidade de algumas das questões é surpreendida pela genialidade e franqueza absoluta das respostas, que constituem o ponto de partida para este novo programa da TVI24. 

A comentadora Manuela Moura Guedes

Manuela Moura Guedes já foi das principais pivôs do jornalismo televisivo, tendo sido encostada para canto durante os últimos anos. Há uns meses a direção da RTP propôs à jornalista uma outra experiência, a de apresentadora, e com isso tem apresentado a mais recente temporada do programa Quem Quer Ser Milionário. Se de início critiquei a aposta em Manuela para este tipo de formato, com o tempo fui mudando de opinião, isto também porque a própria foi alterado a sua postura no concurso de cultura geral.

Agora Moura Guedes vira comentadora na RTP Informação num novo programa moderado por Nilton, Barca do Inferno, que é transmitido semanalmente pelos serões de segunda-feira do canal. Uma jornalista de sucesso pode dar uma boa comentadora quando ainda tem idade para voltar ao que bem sabe fazer? Pode mas não devia!

Gosto de ver um bom jornalista, já depois de ter terminado a sua carreira, a transformar-se num comentador fixo ou esporádico dos mais variados assuntos da atualidade. Agora a Manuela, que ainda tem alguns anos pela frente para voltar a ser pivô e jornalista de grandes reportagens, a deixar a sua verdadeira profissão para ser aposta em espaços de comentário e não conseguir assim voltar ao que antes sempre fez é um grande erro.

Manuela Moura Guedes sempre foi uma pivô que não deixou nada por dizer quando não concordava com os temas das reportagens que apresentava ou das entrevistas que foi fazendo ao longo da carreira, tendo sempre gerado muitos comentários críticos pela sua forma de estar profissionalmente. No entanto sempre gostei da forma frontal da jornalista e como comentadora percebo que vai ter muito para falar e em boa forma, só que não seria já, onde ainda podia voltar ao jornalismo puro e duro como sempre fez.

Depois existe outro facto… Manuela Moura Guedes é aposta como comentadora na RTP Informação, no canal mais certinho de notícias em Portugal! Qual a verdadeira intenção da direção da estação para convocarem uma das suas mais recentes apresentadoras de horário nobre para um espaço de comentário semanal?

Manuela pode querer deixar de vez o jornalismo e seguir o seu caminho como apresentadora ou comentadora, no entanto este não é um rosto que consiga ser imparcial como o canal informativo da RTP tanto deseja. Moura Guedes tinha muito mais a dar como comentadora há SIC Notícias, canal que a deixou pendurada há uns anos atrás, ou há TVI24, de onde saiu debaixo de várias polémicas depois de anos de sucesso. Na RTP Informação a jornalista não fará grande estragos como comentadora, para mais num programa apresentado por um comediante que também dá assim os seus passos pela informação do canal, depois de apresentar tantos programas de sátira social e conversa desnecessária.

O Barca do Inferno será para levar a sério ou ter-se-á que levantar o Auto de Gil Vicente para que este programa não seja comparado às piadas das manhãs da RFM e ao extinto Jornal de Sexta-feira da TVI?! Manuela é um erro por ser comentadora antes de tempo e Nilton não é um rosto nada ligado à informação para agora assumir um lugar que não devia ser seu!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • O Informador

    Uma comédia muito bem disposta, sem dúvida!

  • Carla Moita

    Olá Ricardo,Eu estou desempregada no estrangeiro, ...

  • Anónimo

    Adorei a peça e ri até chorar quase do princípio a...

  • O Informador

    O que aconteceu esta semana vejo como uma tentativ...

  • Alexandra

    Completamente de acordo. Acho que ela demonstrou m...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________