Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

30
Dez13

Agradecimentos de 2013


O Informador

O ano de 2013 foi especial para este blogue. Além de ter assinalado o primeiro ano de existência d' O Informador, também foi possível ver o seu crescimento acontecer com calma, orgulho e esperança no futuro. Se por um lado os leitores que já conheciam o meu trabalho têm mostrado vontade de o continuarem a seguir, por outro apareceram os novos que de uma maneira ou outra se têm mantido pelas redondezas e sempre de olho ao que ando a fazer, divulgar e mostrar. Neste final de ano tenho agradecimentos a fazer e é por isso que escrevo este texto!

Tenho agradecimentos a fazer porque sem tais apoios a evolução deste espaço talvez não tivesse acontecido da mesma forma, como tal, só tenho a deixar um grande obrigado a todos os que me seguem e às entidades e grupos que me foram apoiando ao longo destes meses.

Além dos meus leitores, amigos, conhecidos e família tenho que agradecer às editoras Guerra e PazEditorial Presença, tal como ao Cinema City por me terem ajudado a atribuir prémios aos meus leitores e também por me oferecerem alguns bombons como oferta. Depois agradeço às companhias de teatro que passo a enumerar... Teatro Ponto AlNoc Teatro, Teatro AbertoTeatro do Eléctrico e Produções Filipe La Féria pela sua disponibilidade em me receberem e posteriormente em também me terem ajudado a proporcionar alguns passatempos para os seguidores deste blogue. A Fábrica Portuguesa e o Wine Bastardo não podem ser esquecidos neste momento de agradecimentos pelo apoio que me deram ao longo deste ano!

Espero que 2014 seja um ano ainda melhor para mim e para todos e que também O Informador ganhe novos desafios e parceiros de guerra sem deixar os trunfos de 2013 para trás.

Um muito Obrigado!

29
Mar13

Vencedores do Passatempo - A Culpa


O Informador

29-03-2013O Informador lançou, em parceria com o Teatro Ponto Al, o passatempo, com três bilhetes duplos, para a peça A Culpa que está em cena no Teatro A Comuna. Agora chegou a vez de revelar o nome dos vencedores que vão poder estar no próximo Sábado na plateia a assistir a este espetáculo bem desconcertante da autoria de Peter Pina que se cruza em palco com Margarida Moreira e Ricardo Barbosa.

Tal como pode ser visto na imagem apresentada em cima, os vencedores deste passatempo foram escolhidos através do sistema random.org, que me forneceu assim os números 1, 8 e 9. Traduzindo estes números pelos nomes, pela ordem em que os comentários foram deixados no texto do passatempo, eis o nome dos três vencedores dos bilhetes duplos...

Joana Isabel Guerreiro Marques

Diogo Rosa

Sónia Maceira

Parabéns aos três vencedores que Sábado, dia 30, pelas 21h30, vão estar no Teatro A Comuna a ver a peça A Culpa. Peço que me enviem os vossos dados para o email geral@oinformador.com e deixo já aqui a informação que os três só terão que apresentar o comprovativo dos seus nomes na bilheteira do teatro para poderem levantar os seus bilhetes.

Bom espetáculo para todos e um Obrigado especial ao grupo Teatro Ponto Al por esta colaboração com O Informador!

A Culpa

SINOPSE - A CULPA

A história da viagem de uma mulher aos corredores da sua mente. Uma mulher decide enfrentar o seu lado negro, à procura das respostas da sua culpa. Uma reflexão sobre a mentalização da culpa e a conquista da desculpa, como um processo doloroso, que implica várias etapas.

Uma análise de um sonho, que se confunde com a realidade, na qual a culpa tenta ser sublimada e posteriormente desenhada pela consciência. Um labirinto pelo qual, inicialmente vai encontrando os culpados da sua dor. Portas que ela abre e fecha, tropeçando na história do seu filho, do seu amante e do seu marido.

Um caminho que ela percorre, num sentimento misto, entre a tristeza e a revolta, inerente ao ser humano, fazem-na direccionar a culpa para si mesma. No fim do processo, confronta-se e entende a verdade, acordando para uma cura de lucidez, aceitando que de facto a culpa não existe.

“A culpa não é de ninguém. A culpa é da vida. A culpa é do destino.”

Texto e Direcção artística: Peter PinaIntérpretes e criação: Peter Pina, Margarida Moreira e Ricardo BarbosaDesign e Vídeos: Tiago SantosFigurinos: Luiz Gonçalves Luz: Henrique Moreira Produção: Teatro.ponto.al / AM’ART

Local: Teatro A Comuna – Praça de Espanha, Lisboa

25
Mar13

Passatempo - A Culpa


O Informador

A CulpaO Informador foi ver a peça A Culpa e agora em parceria com o Teatro Ponto Al vou oferecer três bilhetes duplos para a mesma. Em colaboração com esta companhia de teatro que se encontra em cena no Teatro A Comuna com a peça A Culpa, tenho assim para oferecer três bilhetes duplos para a sessão do próximo Sábado, 30, pelas 21h30.

Com Margarida Moreira, Peter Pina e Ricardo Barbosa em palco, e um texto de um dos atores, esta peça bem desconcertante não deixa o seu público indiferente, porque no fim percebe-se que a culpa de tudo o que nos acontece na vida não é somente nossa, mas sim da sociedade em que vivemos, das pessoas que nos rodeiam e que tanto nos querem bem, como nos podem querer mal. Não me quero alongar mais com o comentário sobre este trabalho porque isso já o fiz, agora só quero mesmo é poder oferecer estes bilhetes duplos para que quem segue este meu blog possa também ver A Culpa.

Quem quiser concorrer a este passatempo só tem que copiar a frase que se segue e colocá-la como comentário a este texto até às 12h00 de Sexta-feira, dia 29. A par disso terão que fazer Gosto nas páginas de Facebook d’ O Informador e do Teatro Ponto Al.

«O Informador leva-me a ver A Culpa no Teatro A Comuna!»

Depois e ainda na sexta-feira, por volta das 20h00, e através do sistema random.org, revelarei o nome dos três vencedores dos bilhetes duplos que vão poder ir ver a peça A Culpa, no Teatro A Comuna, no dia 30, há noite, e em boa companhia.

Por agora resta-me desejar boa sorte a todos os participantes e deixo-vos com a Sinopse desta peça que quem sabe não poderás ir ver já no próximo Sábado.

SINOPSE - A CULPA

A história da viagem de uma mulher aos corredores da sua mente. Uma mulher decide enfrentar o seu lado negro, à procura das respostas da sua culpa. Uma reflexão sobre a mentalização da culpa e a conquista da desculpa, como um processo doloroso, que implica várias etapas.

Uma análise de um sonho, que se confunde com a realidade, na qual a culpa tenta ser sublimada e posteriormente desenhada pela consciência. Um labirinto pelo qual, inicialmente vai encontrando os culpados da sua dor. Portas que ela abre e fecha, tropeçando na história do seu filho, do seu amante e do seu marido.

Um caminho que ela percorre, num sentimento misto, entre a tristeza e a revolta, inerente ao ser humano, fazem-na direccionar a culpa para si mesma. No fim do processo, confronta-se e entende a verdade, acordando para uma cura de lucidez, aceitando que de facto a culpa não existe.

“A culpa não é de ninguém. A culpa é da vida. A culpa é do destino.”

Texto e Direcção artística: Peter PinaIntérpretes e criação: Peter Pina, Margarida Moreira e Ricardo BarbosaDesign e Vídeos: Tiago SantosFigurinos: Luiz Gonçalves Luz: Henrique Moreira Produção: Teatro.ponto.al / AM’ART

Local: Teatro A Comuna - Praça de Espanha, Lisboa

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários Recentes

  • O Informador

    Geralmente oito horas não consigo, nem ao Sábado e...

  • Moralez

    Acredito pois 😂 😂 😂 eu tenho de dormir 8h00

  • O Informador

    Mesmo quando me deito antes das 00h00 acordar às 0...

  • Moralez

    E não havia de ter sono...

  • O Informador

    Excepcionalmente ontem, por motivos de agenda cult...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador