Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Eduardo Madeira Convida [Força de Produção]

eduardo madeira convida.png

Eduardo Madeira já tinha o meu Gosto, mas após assistir a uma sessão de Eduardo Madeira Convida no Teatro Villaret posso garantir que passou a ser um dos preferidos na arte de fazer rir. Sim, fazer rir é arte porque não é para todos, é para quem sabe e olhem que andam por ai muitos piadolas com a mania que têm graça, mas que se esquecem dela em algum local reservado.

Num espetáculo que todas as semanas  recebe diferentes convidados, Eduardo Madeira apresenta dentro do seu estilo uma produção que arranca gargalhadas, aplausos e assobios do início ao final de cada sessão. As piadas, a crítica, o estilo, a graça, o contéudo... Tudo isto num palco sem cenário e que acaba por ser uma mixórdia entre cadeiras, microfones e garrafas de água porque todos usam mas ninguém arruma a sala de estar para quem aparece a seguir.

Eduardo Madeira entra em palco e as suas histórias com imitações a par de temas compostos e interpretados excelentemente (mal) por si dão o mote para o que se irá passar a seguir. O desenrolar da noite vai acontecendo sempre com o artista a seguir o seu guião mas dando ouvidos ao que o público vai dizendo para colocar piadas onde o ambiente político e os famosos não escapam a uma ironia com estilo e não com piadas secas e sem maneiras. Intercalando entre os seus momentos e os convidados, Madeira sai de cena para receber os seus amigos em noites onde prevalece a união entre o stand up comedy, a música e o que cada convidado e o próprio anfitrião souberem fazer de melhor. 

Assisti à sessão em que a noite foi também abrilhantada por Luís Filipe Borges, o Boinas, para os mais distraídos, pela dupla Sousa & Abreu que não tem o estilo que aprecio mas que mesmo assim conseguiram fazer-me rir e pela voz do fadista Ricardo Ribeiro que a par do canto ainda conseguiu entrar com a sua presença em palco no espírito cómico do momento. Bons convidados numa noite de muito riso e bom fado!

À Conversa com... Vanessa Silva

vanessa silva 9.gif

Vanessa Silva é uma das melhores vozes nacionais do nosso país mas nem sempre o seu talento tem sido reconhecido. Multifacetada em palco e exigente como um bom profissional tem de ser, Vanessa tem conquistado o público por onde tem passado ao longo de mais de duas décadas de carreira onde além de trabalhar com nomes de excelência como se tornou, ganhou amigos e encontrou o amor ao lado do bailarino Pedro Bandeira. Sem ter medo de arriscar e mudar, Vanessa tem seguido os seus sonhos e é por isso que de Portugal para o Mundo a artista é nossa mas tem conquistado os aplausos internacionais através do seu trabalho que vai já para além dos palcos nacionais, percorrendo mares em aventuras pessoais que mostram a verdadeira essência que um profissional de qualidade tem na sua arte. 

vanessa silva 1.jpg

Estreou-se nas lides artísticas bem cedo ao tentar a sorte em programas como Chuva de Estrelas e Cantigas da Rua da SIC mas foi através da entrada em Academia de Estrelas, na TVI, que deu os derradeiros passos junto do público. Que sonhos tinha a Vanessa antes de pisar os palcos televisivos e o que já havia sido feito antes destas experiências?

Bem, essa pergunta é mais ou menos verdade... É verdade que a Academia me expôs mais, dado ter sido um reality show, mas antes da Academia já tinha feito parte do elenco  do “Cantigas de Maldizer” na SIC , em 1998/99, e do “Sábado à Noite “ na RTP, em 1999|2000, ambos tiveram a duração aproximadamente de um ano, e foram antes da academia. Antes disso e como disseste e muito bem, concorri a uma série de programas, já tinha a minha banda de bares e tocávamos quase todos os dias , sendo que também ainda andava a estudar.

 

Se existisse agora nova oportunidade para entrar num reality que envolve-se aprendizagem como aconteceu na altura com Academia de Estrelas voltava a arriscar sabendo como o modelo de programa está alterado neste momento?

Não, de maneira nenhuma... Não que ache que não tenho nada a aprender, antes pelo contrário, mas dados os moldes dos programas, acho que ao fim de 23 anos de trabalho, se calhar já me podia sentar na cadeira dos júris/mentores...

 

Na Academia alcançou o terceiro lugar e foi a partir daí que começou a ser convidada para integrar vários projetos, tendo sido durante anos, um dos rostos residentes das manhãs da SIC onde fazia o que melhor sabe fazer, cantar. Quando saiu do formato matinal sentiu que tinha de o fazer porque existia outros projetos para abraçar ou foi um pouco empurrada para deixar o programa?

No fundo um pouco dos dois. As manhãs deixaram de ter cantores residentes, e eu nunca parei de fazer outras coisas ao mesmo tempo, fiz espetáculos musicais como “Esta Vida É Uma Cantiga”, “High School Musical”, “Fame”, etc, então foi só o fechar de um ciclo, no fundo.

Vencedores dos convites duplos para Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa [14.08.2017]

ainda falta aqui qualquer coisa.jpg

Falta Aqui Qualquer Coisa estreou em 2015 e o sucesso do espetáculo foi tal que dois anos depois a ArtFeist apresenta no Auditório do Casino Estoril o reformulado Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa. 

Uma comédia musical que todas as Segundas-feiras leva Carlos Moura, Mário Bomba, João Dias, Paulo Cintrão, Ricardo Karitsis e o maestro Nuno Feist ao palco para que ao longo de mais de hora e meia de improviso encadeado com texto batido arrancam boas gargalhadas ao público que assiste a este divertido espetáculo.

As Segundas-feiras são assim dias de sessão de Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa no Auditório do Casino Estoril e cinco leitores do blog que participaram no passatempo que esteve disponível pelos últimos dias vão amanhã, 14 de Agosto, pelas 21h30, assistir a esta comédia onde falta sempre qualquer coisa. 

À Conversa com… Diogo Garcia

diogo garcia 1.jpg

Diogo Garcia já fez cinema e televisão mas é no teatro onde pode ser visto com maior frequência, fruto do amor pela arte e das oportunidades que têm surgido na sua carreira. Com espetáculos para miúdos e graúdos no processo de crescimento enquanto ator, este jovem ainda tem muito para percorrer no mundo da representação onde cada momento serve para ajudar a ganhar conhecimento e criar laços que ficam para a vida.

Convido-vos a conhecer um pouco do seu percurso e dos projetos que mais marcaram o Aladino dos palcos nacionais!

diogo garcia.jpg

Gostaria que o Diogo se apresentasse ao público em geral que ainda não teve contacto com o seu trabalho.

Ora bem... Então o Diogo é um rapaz cheio de sonhos, um ator com uma maluqueira saudável em palco e na vida, por vezes em excesso, que preza a verdade em cena e fora dela.

 

Atualmente tem sido uma presença assídua dos palcos nacionais, mas até atingir o início de um sonho, que caminhos foram percorridos?

(Assídua acho exagerado) Foram audições em cima de audições, muitos "não", trabalhos fora da área, muito estudo, muitas alegrias e pouco choro, mesmo em situações de maior aperto. A persistência é o fator essencial e a sorte dá trabalho. Não tive medo de "bater à porta" e dizer "Olá, sou ator e estou disponível para trabalhar". Com o tempo aprendi a ter "lata".

Convites duplos para Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa [14.08.2017]

ainda falta aqui qualquer coisa.jpg

Falta Aqui Qualquer Coisa estreou em 2015 e o sucesso do espetáculo foi tal que dois anos depois a ArtFeist apresenta no Auditório do Casino Estoril o reformulado Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa. 

Esta comédia musical estreou no passado dia 10 de Julho para uma temporada de Verão e as Segundas-feiras tornaram-se assim especiais. Com Carlos Moura, Mário Bomba, João Dias, Paulo Cintrão, Ricardo Karitsis e o maestro Nuno Feist ao piano, esta produção promete arrancar muitas gargalhadas ao público que se deixa levar ao longo de hora e meia pelos humoristas cantores de serviço através de um espetáculo onde o improviso é a alma de praticamente duas horas de boa disposição.

As Segundas-feiras são assim dias de sessão de Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa e sabes que mais? Na próxima tu podes assistir a este espetáculo. Pois é, dia 14 de Agosto, pelas 21h30, podes soltar umas boas risadas com esta comédia musical. Para isso basta seguir os passos que se seguem...

Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa [ArtFeist]

ainda falta aqui qualquer coisa.jpg

Os humoristas Carlos Moura, Mário Bomba, João Dias, Paulo Cintrão e Ricardo Karitsis juntaram-se ao maestro Nuno Feist para levarem a cena a continuidade do sucesso Falta Aqui Qualquer Coisa. Desta vez o público é presenteado com Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa, isto porque existe sempre algo a dizer sobre tudo e mais «qualquer coisa».

Em cena nos serões de Segunda-feira pelo Auditório do Casino Estoril, esta comédia musical de improviso serve como uma almofada de boa disposição para começar da melhor maneira a semana. Com textos encenados em menor escala e com o recurso total ao improviso que é sustentado pela ajuda do público, este espetáculo consegue ser visto de sessão para sessão porque tem o bónus de nunca ser igual, dependendo de quem se sentar na plateia com as suas sugestões sobre os temas mais variados que vão sendo questionados pelos humoristas que usam assim as deixas da assistência para fazerem texto e brincarem com as mais variadas situações. 

De convidados inesperados ao cinema, passando pelo quotidiano de qualquer um e sem esquecer o profissionalismo de qualquer cidadão comum, Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa é daqueles espetáculos que vive do momento, existiu uma linha a seguir, mas onde o imprevisto dá azo às situações mais inesperadas e inusitadas em cima do palco ou junto da plateia que passa assim praticamente duas horas em boa companhia com humoristas que se ajudam mutuamente para seguirem em frente porque o tempo está contado e é necessário levar por vezes com um tiro inesperado para despachar uma cena mais longa. 

Convites duplos para Let The Sunshine In [11.08.2017]

let the sunshine in.jpg

O Auditório do Casino Estoril recebe ao longo deste Verão a loucura dos anos 60 através do novo musical da ArtFeist, Let The Sunshine In! E mais uma vez tens a oportunidade de assistir a este espetáculo de forma gratuita!

Let The Sunshine In é a nova produção dos manos Feist que celebram assim os grandes temas dos anos 60. Contando com Henrique Feist, Diogo Leite, Daniel Galvão, Valter Mira e o regresso aos palcos nacionais de Vanessa Silva, este espetáculo tem direção musical a cargo de Nuno Feist. 

Para todos poderem apreciar Let The Sunshine In tenho cinco convites duplos para oferecer aos leitores do blog. A sessão a que se destinam é a da próxima Sexta-feira, 11 de Agosto, pelas 21h45, e a corrida é muita para se ser um dos vencedores e poder assim apreciar em boa companhia este musical. 

Vencedores dos convites duplos para Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa [07.08.2017]

ainda falta aqui qualquer coisa.jpg

Em 2015 estreou Falta Aqui Qualquer Coisa, onde um lote de humoristas armados em cantores subiram ao palco para proporcionar ao público momentos hilariantes e marcantes. Dois anos depois e porque o sucesso assim o pediu, eis que encontra-se em cena pelo Auditório do Casino Estoril um reformulado espetáculo, Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa, dando continuação ao sucesso do passado. 

As Segundas-feiras no Casino Estoril são assim diferentes por receberem Carlos Moura, Mário Bomba, João Dias, Paulo Cintrão, Ricardo Karitsis e o maestro Nuno Feist ao piano numa produção que promete arrancar muitas gargalhadas ao público que ao longo de hora e meia se deixar levar pelas boas vozes destes comediantes. 

Para que os seguidores do blog possam ter a oportunidade de ver esta comédia musical com um empurrãozinho a servir de ajuda, eis que quatro convites duplos estiveram em sorteio e é agora chegado o momento de revelar o nome dos vencedores que serão contactados via email. Maria Major, Sílvia Vicente, Paula Carvalho e Nuno André foram os quatro selecionados através do sistema random.org. 

Convites duplos para Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa [07.08.2017]

ainda falta aqui qualquer coisa.jpg

Falta Aqui Qualquer Coisa estreou em 2015 e o sucesso do espetáculo foi tal que dois anos depois a ArtFeist apresenta no Auditório do Casino Estoril o reformulado Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa. 

Esta comédia musical estreou no passado dia 10 de Julho para uma temporada de Verão e as Segundas-feiras tornaram-se assim especiais. Com Carlos Moura, Mário Bomba, João Dias, Paulo Cintrão, Ricardo Karitsis e o maestro Nuno Feist ao piano, esta produção promete arrancar muitas gargalhadas ao público que se deixa levar ao longo de hora e meia pelos humoristas cantores de serviço.

As Segundas-feiras são assim dias de sessão de Ainda Falta Aqui Qualquer Coisa e sabes que mais? Na próxima tu podes assistir a este espetáculo. Pois é, dia 07 de Agosto, pelas 21h30, podes soltar umas boas risadas com esta comédia musical. Para isso basta seguir os passos que se seguem...

Vencedores dos convites duplos para Let The Sunshine In [29.07.2017]

let the sunshine in.jpg

Henrique Feist, Vanessa Silva, Daniel Galvão, Valter Mira e Diogo Leite são os artistas em palco e Nuno Feist o diretor musical de Let The Sunshine In, o espetáculo que recorda a loucura dos anos 60. 

Em cena no Auditório do Casino Estoril, esta nova aposta da ArtFeist Produção Artísticas recorda o bom ambiente dos anos 60 e para que todos possam celebrar com o elenco, foi lançado passatempo aqui pelo blog com a oportunidade de poderem ganhar convites duplos para a sessão de Sábado, 29 de Julho, pelas 21h45. 

Eis os vencedores deste desafio e que irão assistir em boa companhia a esta aposta de Verão... Ana Romano, Célia Machado, Ricardo Moreira, Joaquim Andrade e Diana Nisa foram os sorteados e irão receber email com as informações para que possam levantar o seu prémio a tempo e horas. 

Quando Ela... É Ele!

quando ele é ela.jpg

Quando Ela é Ele a favor de uma mentira que pretende esconder o preconceito que a sociedade ainda tem para com a homossexualidade tudo pode surpreender porque no final de contas a verdade nem sempre se consegue esconder e por muito que se tente disfarçar as coisas acabam por acontecer.

Uma divertida comédia com um tom provocatório mas bem disposto tem andado pelo país e parece estar pronta para continuar a subir aos palcos nacionais. Com um cenário simples, atores desconhecidos do público em geral mas que não se ficam atrás do talento de muitos que agarram multidões e com uma história caricata, Quando Ela... É Ele! pode ser daqueles espetáculos que primeiramente se pensa que não vai agradar à maioria do público pelo seu tema base. No entanto, no final, os aplausos fazem-se sentir e isso é previsível após as reações que se vão ouvindo ao longo do espetáculo graças a personagens bem construídas e com detalhes que provocam o riso fácil e acabam por dar vida a bonecos que são tão reais como os espetadores de cada sessão. Embora tenha achado que existem passagens abusivas com discursos e gestos levados ao extremo, percebo que para cativar têm de o fazer para que se desdramatize o tema base que de certo não agradará a gregos e troianos. 

Um casal gay sabe, praticamente de um dia para o outro, que irá receber o pai de um e sogro do outro em casa, mas existe um problema. O pai que chega do Norte para visitar o seu filho acredita que irá conhecer a sua nora. Pois, é a partir dai que tudo começa com o filho Emílio a pedir à amiga Rita para se fazer passar por sua noiva. Mas no meio desta história de disfarces onde fica Francisco? Fica na mesma casa que o suposto casal onde também já se encontra o visitante tão desejado. Um casal gay, uma farsa, uma amiga burra e um Sr. Emílio mais esperto que todos os outros. São estes os ingredientes chave para que este espetáculo consiga atrair o público e arrancar aplausos e gargalhadas ao longo de cada sessão.

Até agora Quando Ela... É Ele! tem andado de sala em sala mas acredito que esta peça conseguiria conquistar o seu público e espaço se assentasse arraiais por uma certa zona da cidade de Lisboa onde a noite é uma festa. Fica aqui a dica para os intervenientes para que pensem em entrar por outros caminhos e possam sonhar mais alto, quem sabe com a ajuda de outras pessoas e companhias, para que fiquem com um espaço durante uns tempos e poderem assim ganhar um pouco de visibilidade junto quem sabe de um público especial que se poderá rever em determinados pensamentos, gestos e atitudes de cada personagem. 

Sinceramente gostei mais do que esperava para uma produção de um grupo com menor relevância que os grandes que ocupam as principais salas da nossa capital, mas é necessário pensar em fazer mais para se ser ainda melhor.

Convites duplos para Let The Sunshine In [29.07.2017]

let the sunshine in.jpg

O Auditório do Casino Estoril recebe ao longo deste Verão o novo musical da ArtFeist, Let The Sunshine In, a loucura dos anos 60!

Let The Sunshine In é a nova produção dos manos Feist que celebram assim os grandes temas dos anos 60. Contando com Henrique Feist, Diogo Leite, Daniel Galvão, Valter Mira e o regresso aos palcos nacionais de Vanessa Silva, este espetáculo tem direção musical a cargo de Nuno Feist. 

Para todos poderem apreciar Let The Sunshine In tenho cinco convites duplos para oferecer aos leitores do blog. A sessão a que se destinam é a do próximo Sábado, 29 de Julho, pelas 21h45, e a corrida é muita para se ser um dos vencedores e poder assim apreciar em boa companhia este musical. 

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-me...

Facebook ___________________________________________________________ Instagram ___________________________________________________________ Twitter ___________________________________________________________ Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. ___________________________________________________________ Goodreads
Envelhenescer
Três Homens Num Barco
Confissões de Inverno
O Templário Negro
Larga quem não te agarra
As Desaparecidas
Sentir
A Livraria
A Magia do Acaso
Hotel Vendôme
A Química
Não Gosto de Segundas Feiras
___________________________________________________________ BlogsPortugal
___________________________________________________________ Bloglovin Follow _____________________________________________________

 Subscreve O Informador

Mensagens

Comentários recentes

  • Juca

    Nada disso...

  • O Informador

    Dentro do estilo e da Editorial Presença tenho em ...

  • P.P.

    Eu estou a acabar Aqueles que Merecem Morrer .Ador...

  • O Informador

    Para os fiéis as coisas boas surgem de Deus e as m...

  • Juca

    Sim... sempre fui educada na fé da religião católi...

Atual Leitura

_________________________________________________________

Parceiros Literários

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Espaço Cultural

_______________________________________________